• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2005.tde-26092005-164035
Documento
Autor
Nome completo
Laerte Dagher Cassoli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Machado, Paulo Fernando (Presidente)
Santos, Marcos Veiga dos
Susin, Ivanete
Título em português
Validação da metodologia de citometria de fluxo para avaliação da contagem bacteriana do leite cru
Palavras-chave em português
bacteriologia
citometria de fluxo
leite
microbiologia de alimento
Resumo em português
O objetivo do trabalho foi avaliar a utilização da metodologia de citometria de fluxo na determinação da contagem bacteriana total (CBT) do leite cru. No primeiro estudo foi avaliado o efeito da temperatura de armazenamento, da idade da amostra e do tipo conservante sobre a CBT. Também foi estudada a possibilidade de se utilizar uma única amostra de leite para a realização das análises previstas na Instrução Normativa 51 (IN-51). Foram testadas, três temperaturas de armazenamento (0oC – congelado, 7oC – resfriamento e 24 oC – ambiente), três conservantes (bronopol, azidiol e sem conservante) e quatro tempos entre a coleta e a análise (idade da amostra) (um (D1), três (D3), cinco (D5) e sete (D7) dias). Foi considerado tratamento controle para análise de CBT, amostras refrigeradas, com azidiol e com um dia de idade. Para as análises de composição e CCS, o tratamento controle foram amostras refrigeradas, com bronopol e com um dia de idade. Os resultados indicaram que será necessária a coleta de duas amostras, uma destinada à determinação de CCS e composição, contendo bronopol e, outra, para CBT, contendo azidiol. A amostra para CBT poderá ser analisada em até sete dias após a coleta, desde que mantida sob refrigeração à 7ºC. Deve-se evitar o aquecimento ou o congelamento da amostra para CBT, bem como garantir a adição do azidiol. O segundo estudo teve como objetivo estabelecer a correlação entre os métodos de referência e de citometria de fluxo na determinação da CBT. Amostras coletadas nos meses de junho à setembro (n=155) foram agrupadas considerando-se estação da seca e as coletadas nos meses de novembro e dezembro (n=68), estação das águas. Foram realizadas análises simultâneas pelos métodos de referência (contagem padrão em placas) e de citometria de fluxo (equipamento Bactocount), sendo os resultados expressos em unidades formadoras de colônia (UFC) e contagem individual de bactérias (CIB), respectivamente. As equações lineares de correlação entre a CIB e UFC foram semelhantes nas estações, indicando que uma única equação pode ser utilizada ao longo do ano para transformar os resultados de CIB para UFC. A equação linear obtida foi: log(UFC) = log(CIB) x 0,7224 + 1,4617 com coeficiente de correlação de 0,8125. A acurácia do equipamento Bactocount na estimativa do valor de referência, expressa pelo erro padrão (s(y,x)), foi de 0,309 log UFC/mL. Os resultados mostraram que o equipamento Bactocount pode ser calibrado para expressar os resultados em UFC e com isso ser utilizado no monitoramento da qualidade do leite.
Título em inglês
Evaluation of flow cytometry as a method for total bacterial count of raw milk
Palavras-chave em inglês
bacterial count
bactocount
flow cytometry
milk quality
routine method
standard plate count
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the utilization of electronic flow cytometry to determine total bacterial count (TBC) of raw milk. In the first experiment, the effect of storage temperature, sample age and milk preservative type on TBC were evaluated. Additionally, the use of a single milk sample to performance regulatory milk analysis under the Normative Instruction 51 (NI-51) was tested. Effects were standardized as: three storage temperatures (0ºC – freezer, 7ºC – refrigerator and 24ºC – room temperature), four sample ages (1 (D1), 3 (D3), 5 (D5) and 7 (D7) days) and three milk preservatives (bronopol, azidiol and no preservative). Control treatment for TBC analysis was defined as refrigerated milk samples containing azidiol with 1 day of storage. For determination of milk components and somatic cell count (SCC), control treatment was defined as refrigerated milk samples containing bronopol with 1 day of storage. Results of the first experiment showed that two milk samples are necessary to performance regulatory milk analysis under the NI-51; one containing bronopol should be used for determination of milk components and SCC, and other containing azidiol for TBC. Milk samples used for TBC can be tested until 7 days after sampling when they are kept at 7ºC. Freezing or heating milk samples for TBC analysis should be avoided and addition of azidiol is always necessary. The second experiment was designed to determine a correlation between two methods of TBC, electronic flow cytometry and standard plate count. Milk samples collected from June to September (n = 155) were named as dry season samples and milk samples collected in November and December (n = 68) were named as rainy season samples. Each milk sample was used to run both methods of TBC. Results were expressed as individual bacterial count (IBC) and colony forming unit (CFU) for electronic flow cytometry (Bactocount) and standard plate count, respectively. The linear equations of correlation between IBC and CFU had similar patterns in both seasons, dry and rainy, indicating that a single equation can be used to transform IBC results in CFU along the year. The linear equation was defined as log(CFU) = 0.7224 x log(IBC) + 1.4617 with coefficient of correlation of 0.8125. The accuracy of Bactocount in estimating reference values, denoted by the standard error (s(y,x)), was 0.309 log CFU/mL. The results showed that Bactocount can be calibrated to express TBC readings in CFU and, consequently, be used to monitor milk quality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LaerteCassoli.pdf (375.68 Kbytes)
Data de Publicação
2005-09-29
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CASSOLI, Laerte Dagher, et al. Correlation study between standart plate count and flow cytometry for determination of raw milk total bacterial count. International Journal of Dairy Technology, 2007, vol. 60, p. 44-48.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.