• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2006.tde-21092007-100820
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Canonenco de Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Pires, Alexandre Vaz (Presidente)
Nussio, Luiz Gustavo
Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Título em português
Produção de leite e atividade ovariana pós-parto de ovelhas Santa Inês alimentadas com casca de soja em substituição ao feno de ':coastcross': (Cynodon sp.)
Palavras-chave em português
Ciclo estral animal
Digestibilidade
Nutrição animal
Ovelhas
Resumo em português
Foram realizados quatro trabalhos visando avaliar a substituição da fibra em detergente neutro (FDN) do feno de ':coastcross': (Cynodon sp.) pela FDN da casca de soja (CS) sobre a digestibilidade dos nutrientes em cordeiros e sobre a produção e composição de leite, comportamento ingestivo e atividade ovariana pós-parto de ovelhas Santa Inês. Todas as rações experimentais foram isonitrogenadas, contendo teores semelhantes de FDN e balanceadas de acordo com o NRC (1985). O tratamento controle foi uma ração composta de 70% de feno na matéria seca (MS) da ração (CS0), sendo a FDN proveniente do feno substituída em 33% (CS33), 67% (CS67) e 100% (CS100) pela FDN proveniente da CS. No experimento de digestibilidade, 24 cordeiros Santa Inês (42,5 ± 3,6 kg PV e 6 meses de idade) foram arranjados em delineamento blocos completos casualizados definidos pelo peso vivo (PV). No experimento de produção, composição de leite, comportamento ingestivo e retorno da atividade ovariana pós-parto, 56 ovelhas (56 ± 0,5 kg PV) foram individualmente alojadas em baias cobertas e distribuídas em delineamento blocos completos casualizados definidos pelo número, tipo e data do parto, além do sexo das crias. As ovelhas foram ordenhadas manualmente, uma vez por semana, da segunda até a oitava semana de lactação (data do desmame). A produção diária foi estimada pelo cálculo do total de gramas obtido durante o intervalo de 3h. As observações de comportamento foram feitas a cada cinco minutos durante 24h. A colheita de sangue foi feita pela veia jugular, duas vezes por semana, da segunda até a décima segunda semana pós-parto. O retorno da atividade ovariana pós-parto foi definido quando a concentração sérica de P4 foi ≥ 1 ng/mL. As digestibilidades da matéria orgânica (P < 0,05), da FDN (P < 0,05) e da fibra em detergente ácido (P < 0,01) apresentaram efeito quadrático com a inclusão de CS, enquanto a digestibilidade da proteína bruta (PB) apresentou decréscimo linear (P < 0,0001). Efeito quadrático (P < 0,01) foi observado na produção de leite em 3h (142,4; 179,8; 212,6; 202,9 g) e no consumo de MS (2,27; 2,69; 3,25; 3,00 kg/dia). Os teores de gordura (7,59; 7,86; 7,59; 7,74%), de proteína (4,53; 4,43; 4,40; 4,55%) e sólidos totais (18,24; 18,54; 18,39; 18,64%) foram similares (P > 0,10). Houve efeito linear decrescente (P < 0,001) com a inclusão de CS no tempo de ingestão (min/dia, min/g MS e min/g FDN) e no tempo de ruminação e de mastigação (min/g MS e min/g FDN). Não houve diferença (P > 0,10) no número de dias necessários ao retorno da atividade ovariana. Em média, 34,5 dias foram necessários para a primeira ovulação. A CS é um interessante substituto à forragem na ração de ovinos Santa Inês e pode ser usada em altos teores na MS da ração. A utilização de intervalo entre partos menor do que oito meses é viável para ovelhas Santa Inês.
Título em inglês
Milk performance and postpartum ovarian activity of Santa Inês ewes fed soybean hulls replacing coastcross (Cynodon sp.) hay
Palavras-chave em inglês
Digestibility
Hair sheep
Ingestive behavior
NDF
Postpartum anestrus
Resumo em inglês
Four trials were conducted to evaluate the effects of replacing coastcross hay neutral detergent fiber (NDF) by soybean hulls (SH) NDF on nutrient digestibility of lambs and milk yield, milk composition, ingestive behavior and postpartum ovarian activity of Santa Inês ewes. Experimental diets were formulated to meet NRC (1985) requirements and to provide a similar amount of NDF and crude protein (CP). Hay NDF from a 70% roughage-based diet (SH0) was replaced with SH NDF by 33% (SH33), 67% (SH67) and 100% (SH100). In the digestibility trial, 24 Santa Inês ram lambs (42.5 ± 3.6 kg of BW and 6 months old) assigned in a complete randomized block design defined by body weight (BW) were allotted in suspended metabolism crates. In the milk yield, milk composition, ingestive behavior and postpartum ovarian activity trials, 56 lactating ewes (initial BW 56.0 ± 0.5) were penned individually and used in a complete randomized block design according to parity, type of rearing (single or twin), offspring gender and lambing date. Ewes were milked by hand once a week, from second to eighth week of lactation (weaning time). Milk production was recorded in a 3h-interval. Behavior observations were visually recorded in a five-min interval during 24h. Blood samples were collected by venipuncture two times a week, from the first to the twelfth week after lambing. Ovarian activity resumption was defined when P4 concentration was ≥ 1 ng/mL. Organic matter digestibility showed a quadratic effect (P < 0.05) with SH inclusion while CP digestibility showed a linear decrease (P < 0.0001). Quadratic effect was also observed for NDF digestibility (P < 0.05) and acid detergent fiber digestibility (P < 0.01). A quadratic effect (P < 0.01) for 3-h milk production (142.4, 179.8, 212.6, 202.9 g) and dry matter intake (2.27, 2.69, 3.25, 3.00 kg/day) was observed as SH level increased from 0 to 85%. Milk fat (7.59, 7.86, 7.59 and 7.74%), protein (4.53, 4.43, 4.40 and 4.55%) and total solids (18.24, 18.54, 18.39 and 18.64%) were similar (P > 0.10) for SH0, SH33, SH67 and SH100, respectively. Ingestion time (min/day, min/g DM and min/g NDF) and time expended in rumination and chewing activities (min/g DM and min/g NDF) showed a linear decrease (P < 0.001) with addition of SH in the diets. There was no treatment effect (P > 0.10) on ovarian activity resumption. The mean value for the first ovulation was 34.5 days. SH are an interesting forage replacer for sheep diets and may be used in high levels of inclusion. A lambing interval shorter than eight months is possible for Santa Inês ewes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RafaelAraujo.pdf (887.11 Kbytes)
Data de Publicação
2007-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.