• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2004.tde-17112004-164012
Documento
Autor
Nome completo
Marco Antônio Sundfeld da Gama
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Lanna, Dante Pazzanese Duarte (Presidente)
Arce, Marisa Aparecida Bismara Regitano D
Mattos, Wilson Roberto Soares
Medeiros, Sérgio Raposo de
Rodrigues, Paulo Henrique Mazza
Título em português
Desempenho, composição do leite e mecanismos envolvidos na depressão da gordura do leite (DGL) de vacas recebendo ácido linoléicos conjugados (CLA) e óleo de peixe na dieta.
Palavras-chave em português
ácido linoléico
dieta animal
leite - composição
metabolismo animal
óleo de peixe
vaca leiteira
Resumo em português
A manipulação da dieta constitui uma prática efetiva e rápida de alteração da composição do leite, especialmente do seu teor de gordura. Entretanto, os mecanismos envolvidos não são ainda completamente conhecidos, embora muito se tenha avançado na última década. Sabe-se hoje que certo tipo de ácido graxo (CLA trans-10 cis-12) formado no rúmen sob condições específicas de alimentação é capaz de inibir a síntese de gordura do leite. Entretanto, depressão da gordura do leite (DGL) tem sido observada em casos (e.g. dietas contendo óleo de peixe) onde não há formação deste inibidor. Embora o efeito do CLA sobre a secreção de gordura do leite já esteja bem caracterizado, estudo prévio conduzido pelo nosso grupo mostrou ainda um aumento do teor de proteína do leite em resposta a este tratamento. Dois experimentos foram conduzidos com os seguintes objetivos principais, respectivamente: 1) determinar se um maior suprimento de proteína através da dieta afeta a secreção de proteína do leite de vacas recebendo CLA e 2) Estudar os mecanismos envolvidos na DGL de vacas recebendo dietas contendo óleo de peixe (OP) e níveis distintos de fibra. No primeiro experimento, 48 vacas em lactação receberam os seguintes tratamentos: 1) Dieta controle (DC) + Lac100, 2) DC + CLA, 3) Dieta com alta proteína (DAP) + Lac100 e 4) DAP + CLA. O Lac100 (sais de cálcio de óleo de soja) foi utilizado como placebo. O CLA foi protegido por encapsulação e o produto utilizado continha ~16% de CLA. No segundo experimento, 12 vacas em lactação foram avaliadas em 3 períodos: a) Basal: os animais receberam uma dieta com alto teor de fibra sem OP (dieta basal) por 12 dias; b) Suplementação: 4 vacas/grupo receberam os seguintes tratamentos: 1) Dieta com alta fibra + OP (AF+OP), 2) Dieta com baixa fibra sem OP (BF) e 3) Dieta com baixa fibra + OP (BF+OP); c) Pós-suplementação: todos os animais passaram a receber novamente a dieta basal por 12 dias. Os resultados obtidos no primeiro experimento mostraram que o CLA não foi eficientemente protegido, de forma que a redução da secreção de gordura do leite foi de pequena magnitude em relação a outros trabalhos. Da mesma forma, a proteção dos sais de cálcio de óleo de soja foi pequena, resultando em maior concentração de CLA cis-9 trans-11 (P<0,05) e menor concentração de ácido linoléico (P<0,05) no leite dos animais. Apesar da concentração do CLA trans-10 cis-12 no leite ter aumentado igualmente em resposta ao CLA e ao Lac100, o teor de gordura do leite foi menor (P<0,05) no primeiro tratamento, sugerindo a presença de outros inibidores (ou precursores) no produto utilizado. A concentração de CLA trans-10 cis-12 no leite explicou ~50% da variação da DGL, sugerindo que outros fatores afetaram a síntese de gordura do leite. Os resultados do segundo experimento demostraram, de forma inédita, que o CLA trans-9 cis-11 e o C18:1 cis-11 estão estreitamente relacionados à DGL dos animais que receberam OP. A DGL foi causada por uma ampla redução (P<0,01) da secreção tanto dos ácidos graxos sintetizados de novo quanto dos pré-formados, sugerindo que o mecanismo da DGL pode envolver a inibição de diferentes enzimas lipogênicas. O menor (P<0,01) índice de atividade da enzima ∆-9 dessaturase em animais que receberam OP é consistente com a idéia acima. Diferentemente do observado em resposta ao OP, a secreção de gordura do leite não foi afetada pelo tratamento BF (P>0,1). Os teores de proteína e lactose aumentaram na dieta BF e nas dietas contendo OP, respectivamente.
Título em inglês
Performance, milk composition and mechanisms involved in milk fat depression (MFD) of cows fed diets with conjugated linoleic acid (CLA) and fish oil.
Palavras-chave em inglês
animal diet milk composition
animal metabolism
dairy cow
fish oil
linoleic acid
Resumo em inglês
Diet manipulation is an effective and rapid way to change milk composition, mainly for fat content. However, mechanisms are not fully undestood in despite of progress in the area over the last decade. Nowadays, it is known that a molecule of fatty acid (CLA trans-10 cis-12) which is formed in the rumen under specific feeding situations is capable of inhibiting milk fat synthesis. However, milk fat depression (MFD) has been observed even at conditions where there is no formation of trans-10 cis12 CLA (e.g. fish oil-supplemented diets). Although CLA effects on milk fat synthesis are well-established, previous study from our group also showed an increase on milk protein content in cows fed CLA. Two trials were conducted with two main objectives: 1) to determine if an additional supply of diet protein affects milk fat synthesis in cows fed CLA and 2) to study the mechanisms involved in MFD of cows fed diets with fish oil (FO) and different fiber levels. In the first trial, 48 lactating cows received the treatments as follow: 1) Control Diet (CD) + Lac100, 2) CD + CLA, 3) High Protein Diet (HPD) + Lac100 and 4) HPD + CLA. The Lac100 (calcium salts of soybean oil) was used as a placebo. CLA was protected by encapsulation (prills) and the product contained 16% CLA. In the second trial, 12 lactating dairy cows were evaluated in three periods: a) Basal: for 12 days, all cows received a baseline diet (High fiber without FO); b) Suplementation: 4 cows/group received the treatments for 21 days: 1) High fiber diet + FO (HF+FO); 2) Low fiber diet without FO (LF) and 3) Low fiber diet + FO (LF+FO); c) Post-supplementation: cows returned to baseline diet on 12 days. Results from the first trial showed that CLA protection method was innefficient. Thus, milk fat reduction was smaller than in other studies. Protection of calcium salts of soybean oil was also small which resulted in higher cis-9 trans-11 CLA and lower linoleic acid concentrations (P<0.05) in milk from cows fed Lac100. In despite of similar milk trans-10 cis-12 CLA increase in response to CLA and Lac100, milk fat content was lower (P<0.05) in cows fed CLA. It suggests the presence of other fat inhibitors (or precursors) in the product containing CLA isomers. Moreover, concentration of milk trans-10 cis-12 CLA explained ~50% of MFD suggesting others factors influencing milk fat synthesis. Results of the second trial were inedit in showing the close association of milk trans-9 cis-11 CLA and C18:1cis-11 concentrations and FO-induced MFD. MFD resulted from a lower (P<0,01) secretion of both de novo and preformed milk fatty acids. It suggests that mechanisms of FO-induced MFD must involve the inhibition of different lipogenic enzymes. The lower (P<0.01) dessaturase activity index in cows fed FO is consistent with this hypothesis. In contrast to FO, milk fat secretion was unchanged (P>0.1) by LF diet which is consistent with low CLA trans-10 cis-12 and C18:1trans-10 concentrations in milk from cows fed this diet. Contents of milk protein and milk lactose increased (P<0.05) in cows fed LF and FO diets, respectivelly.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marco.pdf (1.84 Mbytes)
Data de Publicação
2004-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.