• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2018.tde-15052018-102258
Documento
Autor
Nome completo
Thaline Maira Pachelli da Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Cyrino, José Eurico Possebon (Presidente)
Louvandini, Helder
Sado, Ricardo Yuji
Barros, Margarida Maria
Ruiz, Urbano dos Santos
Título em português
Alterações histológicas no epitélio intestinal de juvenis de dourado Salminus brasiliensis alimentados com dietas contendo fontes proteicas vegetais
Palavras-chave em português
Células caliciformes
Dourado
Enterite
Farelo de algodão
Farelo de amendoim
Histologia intestinal
Resumo em português
Restrições econômicas e ambientais trazem a necessidade de substituir a farinha de peixe em dietas de organismos aquáticos por matérias-primas menos dispendiosas de origem vegetal. Entretanto, tais fontes proteicas vegetais possuem fatores antinutricionais que podem ter efeitos negativos sobre o sistema digestório dos peixes, alterando a saúde e, em consequência, a produção. O objetivo deste trabalho foi avaliar a digestibilidade e alterações na histologia do epitélio intestinal de juvenis do Characiforme carnívoro dourado, Salminus brasiliensis, alimentados com dietas contendo farelo de soja (FSO), farelo de algodão (FAl) e farelo de amendoim (FAM) como principais fontes proteicas. Foram conduzidos dois experimentos: digestibilidade (Ensaio I) e histológico (Ensaio II). O Ensaio I foi conduzido em protocolo padrão utilizando dietas práticas adicionadas do marcador inerte óxido de crômio III (CR2O3) e sistema Guelph modificado para coleta de fezes e consequente cálculo dos coeficientes de digestibilidade. No Ensaio II as mesmas fonte proteicas - FSO, FAL e FAM - foram utilizadas em substituição à proteína da farinha de peixe em uma dieta controle com cinco níveis de inclusão: 0 (controle), 25,0 %; 50%; 75,0% e 100%, em um delineamento inteiramente aleatorizado (n=3). O experimento teve a duração de 40 dias, e as coleta de amostras de tecido foram feitas aos 20 e 40 dias. As amostras do intestino posterior foram analisadas quanto às características histológicas e morfológicas, além de quantificação de células caliciformes e análise histomorfométrica do tecido intestinal. Não foram registradas diferenças para os coeficientes de digestibilidade da proteína e energia no ensaio de digestibilidade. O ensaio de desempenho mostrou que a inclusão de FAM e FAL nas dietas melhora o consumo de alimento comparativamente ao FSO Em relação as variáveis histológicas, os níveis que condicionaram alterações significativas nos parâmetros morfométricos foram FSO50 e FOS75. O FSO50 promoveu uma redução das dobras intestinais aos 20 dias, porém aos 40 dias houve aumento na altura das dobras, no espessamento da lâmina-própria e aumento na densidade das células caliciformes. Considerando a microscopia de varredura, sinais acentuados de enterite foram registrados. A alteração na morfologia e histologia do epitélio intestinal foi reflexo da interação de efeitos dos fatores antinutricionais presentes em cada fonte proteica vegetal. Consequentemente, registrou-se menor ganho de peso, crescimento e diminuição da homeostase intestinal, embora os melhores consumos e CAA fossem registrados para os peixes alimentados com FAL e FP. Conclui-se que o FSO causou enterite nos juvenis de dourado e FAL e FAM podem ser utilizados na alimentação de dourado.
Título em inglês
Histological changes of intestinal epithelium of juveniles dourado Salminus brasiliensis fed diet with vegetables proteins sources alternatives
Palavras-chave em inglês
Cottonseed meal
Dourado
Enteritis
Goblet cells
Gut Histology
Peanut meal
Scanning electron microscopy
Resumo em inglês
Economic and environment constraints have brought the need to replace fishmeal (FM) in diets of aquatic organisms by less expensive feedstuff, especially dietary protein sources. However, such protein sources generally of plant origin, e.g. soybean meal, have antinutritional factors that can negatively affect digestive system of the fish, impairing health and consequently, production. To identify possible effects of plant protein sources in the diets for carnivore fish, this study evaluated effects of various dietary plant protein sources on digestibility, performance, histology of the intestinal epithelium of the carnivore, Neotropical Characin dourado, Salminus brasiliensis, fed plant protein-based diets. A digestibility trial was carried out in standard protocol using diets with inert marker chromium oxide III (Cr2O3) and modified system Guelph for feces. A performance test evaluated the use of three plant protein sources, soybean meal (SBM), cottonseed meal (CTM) and peanut meal (PTM) as surrogate protein source to fishmeal in a practical diet in five levels inclusion: 0 (control); 25.0%; 50.0%; 75.0% and 100%, in a randomized block design (n=3). Samples of tissue of intestinal tract of fish were collected in the distal segment at 20 and 40 days of the feeding period, and analyzed for histological and morphological characteristics. No differences were recorded for apparent digestibility coefficients (ADC) of feedstuff and energy and protein of feedstuffs. Dietary CM and PM elicited better feed consumption comparatively to the other feedstuff, Fish fed diet diet SBM50 presented reduction of intestinal folds at 20 days, but at 40 days had increased folds height, lamina propria thickening, and increased goblet cell density. Considering a scanning microscopy, evident signs of enteritis were registered. The alteration in the morphology and histology of the intestinal epithelium reflected the interaction of effects of the antinutritional factors present in each vegetable protein source, resulting in lower weight gain, growth and decreased intestinal homeostasis, even though best feed consumption and ADC were registered for fish fed CTM and FM.Concluded that SBM caused enteritis and CTM and PM can be used in feeding dourado.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.