• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2004.tde-13052004-172835
Documento
Autor
Nome completo
Flavio Alves Longo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Menten, Jose Fernando Machado (Presidente)
Butolo, Jose Eduardo
Cyrino, Jose Eurico Possebon
Miyada, Valdomiro Shigueru
Sakomura, Nilva Kazue
Título em português
Avaliação de fontes de carboidrato e proteína e sua utilização na dieta pré-inicial de frangos de corte.
Palavras-chave em português
carboidratos
carcaça
dieta animal
frangos de corte
proteínas
trato digestivo de animal
Resumo em português
Existe uma série de evidências que os pintos de corte na fase pré-inicial têm seu sistema digestório ainda imaturo, implicando em menor capacidade de aproveitamento dos alimentos. Em função desse fato, ingredientes de maior digestibilidade seriam recomendados para proporcionar um desenvolvimento adequado do organismo. Com isso, o objetivo do presente trabalho foi determinar a energia metabolizável aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (EMAn) de ingredientes como fontes de carboidrato e proteína para frangos de corte na fase pré- inicial, bem como avaliar a utilização destes ingredientes sobre o desenvolvimento inicial de órgãos do trato gastrintestinal, desempenho e características da carcaça das aves. Os ingredientes avaliados foram: milho (MI), amido de milho (AMI), amido de mandioca (AMA), glicose (GLI), lactose (LAC) e sacarose (SAC), como fontes de carboidrato; e farelo de soja (FS), soja integral micronizada (SIM), isolado protéico de soja (IS), ovo em pó (OP), plasma sanguíneo (PS), farelo de glúten de milho (GM) e levedura seca (LS), como fontes de proteína. Para a determinação da EMAn foram desenvolvidos vários ensaios de metabolismo utilizando-se o método de coleta total de excretas. Para a avaliação do desempenho, desenvolvimento do trato gastrintestinal e características da carcaça foram conduzidos diversos experimentos, em gaiolas e em piso de galpão experimental, com a inclusão dos ingredientes nas dietas. Os valores de EMAn para a fase pré- inicial das fontes de carboidrato foram: 3.213; 3.269; 3.690; 3.427; 1.225 e 3.524 kcal/kg para MI, AMI, AMA, GLI, LAC e SAC, respectivamente. Para as fontes protéicas a EMAn foi: 2.085; 4.068; 2.110; 5.095; 3.831; 3.374 e 2.037 kcal/kg para FS, SIM, IS, OP, PS, GM e LS, respectivamente. Para as aves criadas em gaiolas pode-se dizer que o desenvolvimento do trato gastrintestinal, de maneira geral, não foi influenciado pelas diferentes fontes de carboidrato, mas o consumo de ração das aves foi aumentado pelo fornecimento de carboidrato de maior disponibilidade na dieta préinicial, contribuindo para um aumento no peso vivo das aves. As diferentes fontes de proteína afetaram o desenvolvimento dos órgãos, mas esse efeito não foi suficiente para explicar as variações no desempenho das aves. A adição de diferentes fontes de proteína e carboidrato, bem como suas misturas, em dietas pré- iniciais de frangos de corte criados sob piso de galpão experimental, promoveram alterações no desempenho e no desenvolvimento do intestino delgado das aves até o sétimo dia de idade, entretanto as diferenças de desempenho não foram mantidas nas fases subseqüentes, contribuindo para que as características da carcaça e composição da carne de perna não apresentassem diferenças no momento do abate.
Título em inglês
Carbohydrate and protein sources evaluation and its utilization in the diets of newly hatched chicks.
Palavras-chave em inglês
animal feed
broilers
carbohydrates
carcass
digestive tract
protein
Resumo em inglês
There are some evidences in the literature that newly hatched chicks have the digestive system still immature, what result in a small capacity to metabolize feed ingredients. So, more digestible ingredients could be recommended to allow an adequate development of the body. Herewith, the objective of this work was to determine the Ncorrected apparent metabolizable energy (EMAn) of carbohydrate and protein sources for newly hatched chicks, and to evaluate the utilization of these ingredients on the early development of gastrointestinal tract organs, performance and carcass characteristics of birds. The ingredients evaluated were: corn (MI), corn starch (AMI), cassava starch (AMA), glucose (GLI), lactose (LAC) and sucrose (SAC), as carbohydrates sources, and soybean meal (FS), micronized full fat soybean (SIM), isolated soy protein (IS), dried whole eggs (OP), blood plasma (PS), corn gluten meal (GM) and dried sugar cane yeast (LS), as protein sources. Several metabolism trials were conducted to determine the EMAn, using the total excreta collection method. To evaluate the performance, gastrointestinal tract development and carcass characteristics, experiments were conducted, in cages and floor pens, using diets containing those ingredients. The EMAn of the carbohydrate sources determined for chicks in the first week were: 3,213; 3,269; 3,690; 3,427; 1,225 and 3,524 kcal/kg for MI, AMI, AMA, GLI, LAC and SAC, respectively. The EMAn for protein sources were: 2,085; 4,068; 2,110; 5,095; 3,831; 3,374 and 2,037 kcal/kg for FS, SIM, IS, OP, PS, GM and LS, respectively. For the birds reared in cages, the results showed, in general, that the different carbohydrate sources did not affect the gastrointestinal tract development, but the feed consumption of the birds was improved by the more available carbohydrate sources in the newly hatched chicks diets, contributing to a higher liveweight of the birds. Otherwise, the different protein sources affected the gastrointestinal tract development, but these effects did not explain the changes on broiler performance. The addition of different protein and carbohydrate sources, and their mixtures, in the diets of newly hatched chicks reared in the floor pens resulted in differences on performance and on small intestine development of the birds until seven days of age, but these differences were not maintained on the following phases, contributing to a similar carcass characteristics and similar chemical composition of the whole leg meat at slaughter time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
flavio.pdf (280.02 Kbytes)
Data de Publicação
2004-05-17
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • LONGO, F A, et al. Determination of the energetic value of corn, soybean meal and micronized full fat soybean for newly hatched chicks. Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Science, 2004, vol. 6, nº 3, p. 147-151.
  • LONGO, F A, et al. Energia metabolizável de carboidratos para frangos de corte na fase pré-inicial. Revista Brasileira de Ciência Avícola, 2002, vol. 4, nº suplem, p. 44. Resumo.
  • LONGO, F A, et al. Effects of differents protein sources in the feed of newly hatched chicks on broiler performance. In 87th. Annual Meeting Poultry Science Association, Madison, Wisconsin, 2003. Poultry Science.Champaign, Illinois : Poultry Science Association, 2003. Abstract.
  • LONGO, F A, et al. Energia metabolizável de ingredientes protéicos alternativos para frangos de corte na fase pré-inicial. In XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Recife, 2002. XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia., 2002.
  • LONGO, F A, et al. Metabolizable energy of carbohydrates for newly hatched chicks. In 87th. Annual Meeting Poultry Science Association, Madison, Wisconsin, 2003. Poultry Science.Champaign, Illinois : Poultry Science Association, 2003. Abstract.
  • LONGO, F A, et al. Metabolizable energy values of corn and soybean meal for newly hatched chicks. In 87th Annual Meeting Poultry Science Association, Madison, Wiconsin, 2003. Poultry Science.Champaign, Illinois : Poultry Science Association, 2003. Abstract.
  • MENTEN, J. F. M., et al. Metabolizable energy of alternative protein ingredients for newly hatched chicks. In 87th. Annual Meeting Poultry Science Association, Madison, Wisconsin, 2003. Poultry Science.Champaign, Illinois : Poultry Science Association, 2003. Abstract.
  • MENTEN, J. F. M., et al. Valores de energia metabolizável de milho e farelo de soja para frangos de corte na fase pré-inicial. In XXXIX Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Recife, 2002. XXXIX Reunião Anula da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Anais., 2002.
  • SORBARA, J O B, et al. Effects of different carbohydrates in the feed of newly hatched chicks on performance and organ allometric growth. In 87 Annual Meeting Poultry Science Association, Madison, Wisconsin, 2003. Poultry Science.Champaign, Illinois : Poultry Science Association, 2003. Abstract.
  • Prêmio Octávio Domingues - Melhor tese de doutorado orientada - Sociedade Brasileira de Zootecnia
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.