• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2008.tde-13032008-154936
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Masello Junqueira Franco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Corsi, Moacyr (Presidente)
Mattos, Wilson Roberto Soares
Reis, Ricardo Andrade
Título em português
Consumo de monensina sódica via suplemento mineral por bovinos de corte em pastagens
Palavras-chave em português
Aditivos alimentares para animal
Bovinos de corte
Consumo alimentar para animal
Pastagens
Suplementos minerais para animais.
Resumo em português
Quatrocentos e trinta bovinos de corte em crescimento (peso vivo inicial médio de 250 kg) foram alocados de acordo com o sexo e raça em 3 blocos completos, contendo 3 tratamentos, num total de 9 parcelas experimentais. Semanalmente avaliou-se o consumo de um suplemento mineral controle (TC = Nutron PROBEEF 60), e dois suplementos medicados com monensina sódica (TR = Nutron PROBEEF 60 + 1500 ppm de monensina sódica na forma de Rumensin 200 e TM = Nutron PROBEEF 60 + 1500 ppm de monensina sódica em veículo especial da ELANCO SAÙDE ANIMAL). Os animais foram mantidos em pastagem de gramíneas tropicais, sob lotação contínua. O consumo de suplemento também foi estimado individualmente em cada animal por 4 ocasiões a intervalos de 28 dias, utilizando-se lítio como marcador sanguíneo. A adição de monensina sódica ou Rumensin reduziu o consumo médio de suplemento pelo rebanho (TC=56,9g/cab/dia, TR=27,5g/cab/dia, TM=36,1g/cab/dia, P<0,05). Os tratamentos aditivados com monensina apresentaram menor consumo médio (P<0,01), menor quantidade consumida por visita ao cocho (P<0,01), menor freqüência de visitas (P<0,01) e menor probabilidade de consumo do suplemento (P<0,01).
Título em inglês
Monensin intake via mineral supplement by beef cattle under grasslands
Palavras-chave em inglês
Mineral supplement
Minerals intake.
Sodium monensin
Resumo em inglês
A four hundred thirty growing beef cattle (250 kg initial live weight) were allocated by gender and breed in three complete blocks, comprising three treatments, in a total of nine plots. Weekly there were made intake evaluations of the control plot with mineral supplement (TC = Nutron PROBEEF 60), and of the two with monensin supplements added (TR = Nutron PROBEEF 60 + 1500 ppm monensin sodium as Rumensin 200 and TM = Nutron PROBEEF 60 + 1500 ppm monensin sodium in a special medium made by ELANCO ANIMAL HEALTH). The animals were maintained in tropical grasslands under continuous stocking. The individual intake was estimated in four occasions with a twenty eight days interval, using lithium as blood marker. The addition of monensin sodium or Rumensin reduced the mean intake of supplement by the herd. (TC=56,9g/head/day, TR=27,5g/head/day, TM=36,1g/head/day, P<0,05). The treatments with added monensin showed reduced mean intake (P<0,01), reduced amount consumed per trough visit (P<0,01) reduced visit frequency (P<0,01) and reduced the probability of intake (P<0,01).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fernandomasello.pdf (216.02 Kbytes)
Data de Publicação
2008-03-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.