• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2007.tde-10042007-155044
Documento
Autor
Nome completo
Mateus Castilho Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Nussio, Luiz Gustavo (Presidente)
Pereira, Odilon Gomes
Pires, Alexandre Vaz
Título em português
Aditivos químicos para o tratamento da cana-de-açúcar in natura e ensilada (Saccharum officinarum L.)
Palavras-chave em português
Aditivos alimentares para animal
Cana-de-açúcar
Fermentação
Silagem
Valor nutritivo
Resumo em português
O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de aditivos químicos sobre as perdas de matéria seca, composição química, valor nutritivo e estabilidade aeróbia da cana-de-açúcar in natura ou ensilada. No primeiro experimento, a cana-de-açúcar foi ensilada em silos laboratoriais. O experimento foi desenvolvido em delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro repetições por tratamento. Os tratamentos avaliados foram: L. buchneri, cal virgem e calcário em doses de 1,0 e 1,5% da MV e gesso a 1,0% da MV, diluídos em 40L de água por tonelada de massa verde. Após a abertura dos silos, foram realizadas avaliações de perdas, estabilidade aeróbia, valor nutritivo e composição química. Os tratamentos contendo fontes de CaO ou CaCO3 apresentaram maior recuperação de matéria seca e menores perdas totais e gasosas. Nesses tratamentos também foram observados menor teor de etanol e maior concentração de ácido lático e de carboidratos solúveis. Para as variáveis de valor nutritivo, as silagens tratadas com esses aditivos apresentaram alto teor de cinzas, menor teor de fibra, maior coeficiente de digestibilidade e pequena alteração da fração protéica. As silagens de cana-de-açúcar com gesso ou L. buchneri apresentaram desempenho semelhante a silagem controle para as variáveis acima mencionadas. No ensaio de estabilidade aeróbia, a silagem aditivada com 1,5% de cal virgem apresentou desempenho superior e semelhante as silagens com L. buchneri e gesso. De forma geral, durante a fase anaeróbia as silagens tratadas com fontes de CaO ou CaCO3 apresentaram desempenho superior. Entretanto, na fase aeróbia, somente o tratamento contendo 1,5% de cal virgem manteve desempenho satisfatório. O segundo experimento avaliou o tratamento em montes da cana-de-açúcar picada in natura com doses de cal virgem durante dez dias de exposição aeróbia. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições por tratamento e em arranjo fatorial 2x4 com medidas repetidas no tempo. O fatorial foi composto por dois modos de aplicação e quatro doses do aditivo (0, 0,5, 1,0 e 1,5% da MV). Durante o ensaio foram realizadas avaliações de estabilidade aeróbia, valor nutritivo e composição química. Para as variáveis de estabilidade aeróbia, a utilização de cal virgem foi efetiva em evitar o aquecimento da massa de forragem e reduzir as perdas de matéria seca. Para a avaliação químico-bromatológica, não foi constatada diferença nos teores de CHO´S entre os tratamentos. O tratamento da cana-de-açúcar com cal virgem elevou o pH e a fração mineral da forragem. Os maiores teores de proteína bruta foram observados para a forragem não aditivada, contudo os valores obtidos para os demais tratamentos estão dentro da amplitude relatada na literatura. Doses de 1,0% e 1,5% do aditivo foram efetivas em evitar a elevação nos teores de FDN e FDA da canade- açúcar. A fração hemicelulose sofreu solubilização parcial imediatamente após a aplicação do aditivo. Os maiores coeficientes de DVIVMS e DVIVMO foram observados para as doses altas do aditivo, no modo de aplicação a seco, principalmente nas primeiras horas após o tratamento.
Título em inglês
Chemical additives for the treatment of green chopped and ensiled sugarcane
Palavras-chave em inglês
Calcium carbonate
Calcium oxide
Ethanol
Water soluble carbohydrates
Resumo em inglês
The objective of this trial was to evaluate the effects of chemical additives over the dry matter losses, chemical composition, nutritive value and aerobic stability of green chopped and ensiled sugarcane. In the first trial, the sugar cane was ensiled in experimental silos. The trial was carried out in a completely randomized experimental design with four replicates per treatment. The treatments evaluated were: L. buchneri, CaO and CaCO3, 1.0 e 1.5% and Ca(SO4)2, 1.0% (wet basis), all of them diluted to 40L of water per ton of fresh forage. After the silos were opened, the following variables were analyzed: losses, aerobic stability, nutritive value and chemical composition. Higher recovery rates and lower dry matter losses and gaseous production were observed for the silages containing CaO or CaCO3. In these treatments were also observed lower ethanol production and higher lactic acid and water soluble carbohydrates contents. The analysis of nutritive value showed that the utilization of CaO and CaCO3 increased the ash content, diminished the fibrous portion, improved the organic and dry matter digestibility and resulted in small changes of the crude protein content. The utilization of L. buchneri and Ca(SO4)2 resulted in silages similar to the control treatment for these variables. In the aerobic stability assay, only the silage containing 1.5% of CaO maintained the best performance. The silages treated with L. buchneri or Ca(SO4)2 showed similar performance. In summary, the silages treated with CaO or CaCO3 showed the best performance in the anaerobic phase and in the aerobic assay, only the treatment containing 1.5% of CaO maintained the positive performance across both assay. In the second trial, the green chopped sugar cane was treated with doses of CaO in an aerobic assay during ten days. The trial was carried out as a completely randomized experimental design with four replicates in a factorial design with repeated measures. The factorial was composed by two application methods and by increasing doses of CaO (0, 0.5, 1.0 e 1.5% in FF). The following variables were analyzed during the assay: aerobic stability, nutritive value and chemical composition. During the aerobic assay, the treatment with CaO reduced the heating and the dry matter losses in fresh sugar cane. For the chemical composition and nutritive value, there were no differences between treatments for the water soluble carbohydrates concentration. The utilization of CaO increased the pH and ash content of forages. Higher levels of crude protein were observed for the control forage, however the utilization of CaO did not reduced significantly the crude protein value. Doses of 1.0 and 1.5% of CaO inhibited the NDF and ADF uprising contents in the fresh sugar cane. The hemicellulose portion was solubilized immediately after the addition of CaO. Higher IVDMD and IVOMD coefficients were observed for the forage treated with 1.0% of CaO applied dried, mainly during the period immediately after treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MateusSantos.pdf (468.12 Kbytes)
Data de Publicação
2007-04-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.