• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2003.tde-09052003-153311
Documento
Autor
Nome completo
Milton Luiz Moreira Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Mattos, Wilson Roberto Soares (Presidente)
Costa, Ciniro
Nussio, Luiz Gustavo
Pires, Alexandre Vaz
Reis, Ricardo Andrade
Título em português
Análise comparativa da efetividade da fibra de volumosos e subprodutos.
Palavras-chave em português
alimentos vegetais para animais
alimentos volumosos
dieta animal
fibras vegetais
lactação animal
subprodutos para animais
Resumo em português
Com o objetivo de avaliar a efetividade da fibra de volumosos e subprodutos, foram conduzidos dois experimentos utilizando vacas em lactação. No experimento I, cinco vacas holandesas com cânulas no rúmen e duodeno foram utilizadas em um delineamento quadrado latino 5 x 5 para avaliar a efetividade da fibra da cana-de-açúcar "in natura" (CAN) ou tratada com NaOH (CAS). Duas dietas, uma com baixa e outra alta porcentagem de FDN oriunda de forragem (14 e 22% de FDN na MS a partir de silagem de milho, respectivamente), foram comparadas com dietas balanceadas para conter 14% de FDN de silagem de milho e 8% de FDN proveniente CAN, CAS ou feno de alfafa (FA), em porcentagem da MS. O consumo de matéria seca, produção e composição do leite não foram afetados pela concentração ou fonte de FDN das dietas. O pH ruminal, proporções molares de ácidos graxos voláteis e relação acetato:propionato foram afetados pela concentração e fonte de FDN das dietas. O tempo de mastigação (min./d e min./kg de MS) foi menor na dieta com 14% de FDN, porém não diferiu para as dietas com 22% de FDN de forragem. Considerando os resultados para teor de gordura no leite e comportamento ingestivo foi possível concluir que as forragens avaliadas apresentaram efetividades da fibra equivalentes. No experimento II, seis vacas holandesas com cânulas no rúmen foram utilizadas em um delineamento quadrado latino 6 x 6 para avaliar a importância da presença de linter ou tamanho de partículas da semente de algodão na sustentação da função ruminal e atividade de mastigação em dietas com baixa porcentagem de forragem. Quatro formas de processamento das sementes foram utilizadas e as vacas receberam seis dietas completas que constituíram os seguintes tratamentos: Dieta baixa forragem (DBF) – dieta com 16% de FDN de forragem (FDNF); Dieta alta forragem (DAF) - dieta com 21% de FDNF; linter – dieta com 16% de FDNF + 5% de FDN de sementes de algodão; amido – dieta com 16% de FDNF + 5% de FDN de sementes tratadas com amido gelatinizado de milho; sem linter – dieta com 16% de FDNF + 5% de FDN de sementes sem linter; peletizada – dieta com 16% de FDNF + 5% de FDN de sementes peletizadas. O consumo de matéria seca não foi afetado pela forma de processamento das sementes, porém, foi observado aumento no consumo de MS, quando as dietas com sementes foram comparadas à dieta com 21% de FDN. A produção de leite foi maior para dieta com 16% de FDNF, porém, não houve efeito de tratamento sobre a porcentagem de gordura no leite. Os tempos de ruminação e mastigação (min./kg de MS e min./kg de FDN) foram menores para as dietas com semente de algodão, quando comparadas à dieta com 21% de FDNF. A efetividade da fibra de semente de algodão foi ligeiramente inferior a de forragens, porém, não foi possível definir se linter ou tamanho de partículas foram os fatores determinantes da efetividade.
Título em inglês
Comparative evaluation of fiber effectiveness of forage and byproducts.
Palavras-chave em inglês
animal diet
animal forage feedstuffs
by-products feedstuffs
fiber
lactating animal
roughage feeds
Resumo em inglês
Two experiments were conducted to evaluate fiber effectiveness of forages and byproducts. In experiment I, five ruminally cannulated Holstein cows were used in a 5 x 5 Latin square design to evaluate fiber effectiveness of sugarcane (SC) and sodium hydroxide treated sugarcane (SHSC). Low and high forage diets (14 and 22% of dietary DM from corn silage NDF, respectively) were compared with diets formulated to contain 14% of DM from corn silage NDF plus 8% of DM from SC NDF or SHSC NDF or alfalfa hay NDF (AF). Dry matter intake, milk yield and composition did not differ across diets. Ruminal pH, VFA and acetate:propionate were affected by level and source of NDF. Chewing time (min./d and min./kg of DMI) was lower for low forage diet but, did not differ between high forage, SC, SHSC and AF diets. The results suggest that SC, SHSC and AF were as effective as corn silage for maintaining milk fat test and stimulating chewing. In experiment II, six ruminally cannulated Holstein cows were used in a 6 x 6 Latin square design to evaluate the role of specific fractions of whole cottonseeds in sustaining rumen function as mesuared by mat consistency, particulate passage rate, and chewing response. Whole cottonseeds (WCS), starch-coated WCS (EAS), mechanically delinted cottonseed (DEL) and pelleted WCS (PEL) were used and the six dietary treatments were: low forage diet (LFD) – 16% of DM from forage NDF (FNDF); high forage diet (HFD) – 21% of DM from FNDF; WCS – 16% FNDF plus 5% of DM from WCS NDF; EAS - 16% FNDF plus 5% of DM from EAS cottonseed; DEL - 16% FNDF plus 5% of DM from DEL cottonseed, and PEL - 16% FNDF plus 5% of DM from DEL cottonseed, and PEL - 16% FDNF plus 5% of DM from pelleted WCS. Dry matter intake did not differ across cottonseed treatments but it was higher than HFD treatment. Milk yield was higher for LFD but, milk fat percentage was not affected treatments. Ruminating and chewing activity were lower for cottonseed diets than HFD. Fiber effectiveness was lower for cottonseed and it was not possible to isolate the role of linter or particle size in sustaining rumen.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
milton.pdf (286.00 Kbytes)
Data de Publicação
2003-05-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.