• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2007.tde-05062007-112243
Documento
Autor
Nome completo
Marília Gabriela Faustino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira (Presidente)
Mattos, Wilson Roberto Soares
Souza Neto, João Menezes de
Título em português
Modelagem de algumas características qualitativas de capins do gênero Panicum em função de variáveis climáticas
Palavras-chave em português
Adubação
Capins
Carboidratos
Climatologia
Fisiologia vegetal
Forragem
Morfologia vegetal
Produção vegetal
Resumo em português
Modelos propostos para a previsão da produção forrageira e das características qualitativas da forragem ao longo do ano podem ser ferramentas valiosas no planejamento de sistemas de produção animal baseados em pastagens, desde que englobem as variáveis determinantes do crescimento das plantas para que possam fornecer valores condizentes com os verificados em condições de campo. Esse estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar características qualitativas da forragem de cinco cultivares de capins do gênero Panicum em resposta às variações estacionais na temperatura do ar e do fotoperíodo, fazendo uso de modelos baseados em soma calórica (graus-dia) e soma calórica combinada com o fotoperíodo (unidades fototérmicas) acumulados durante períodos de crescimento no inverno e no verão. Cinco capins do gênero Panicum foram utilizados: Atlas, Massai, Mombaça, Tanzânia e Tobiatã, cortados a cada 28 dias (Atlas, Massai e Mombaça) e 35 dias (Tanzânia e Tobiatã) no verão (21 de setembro a 22 de março) e 49 dias (Atlas, Massai e Mombaça) e 63 dias (Tanzânia e Tobiatã) no inverno (23 de março a 20 de setembro) a uma altura de 35 cm (Atlas, Mombaça, Tanzânia e Tobiatã) e 15 cm (Massai), as parcelas eram irrigadas para garantir ausência de déficit hídrico, o intuito foi caracterizar às variáveis da degradabilidade in situ da matéria seca (MS), da fibra em detergente neutro (FDN), e da fibra em detergente ácido (FDA), no verão e no inverno. O cultivar Massai apresentou os maiores valores numéricos de DP. Entretanto, para a DE o cultivar Atlas apresentou maior degradabilidade da MS e FDN. Para a composição dos modelos climáticos de degradabilidade efetiva da MS, FDN e FDA, acompanhou-se semanalmente uma rebrotação de verão e bissemanalmente uma rebrotação de inverno. Os cultivares apresentaram diferentes valores de MS, FDN e FDA, demonstrando que apesar de cada capim apresentar um valor de intercepto distinto para cada característica nutricional avaliada, os padrões de redução dessas características são uniformes dentro da estação. Em todos os modelos gerados para a MS, independente da estação ou da variável climática, os cultivares: Atlas, Massai e Mombaça apresentaram valores de intercepto maiores, demonstrando uma maior DE da MS no início da rebrotação, em relação aos cultivares Tobiatã e Tanzânia. Isso provavelmente está relacionado ao menor intervalo entre cortes submetido a esses cultivares, o que propicia às plantas uma menor maturidade fisiológica. Para as fibras (FDN e FDA) somente o verão foi bem caracterizado pelos modelos. A DE da FDN, modelada para UF durante o período de verão, mostrou o mesmo padrão de resposta que ocorreu para a DE da MS. O capim Atlas apresentou o maior valor de intercepto, mostrando o potencial de produção de forragem de melhor valor nutritivo. Padrão semelhante ao que foi encontrado para DE da MS e FDN, foi observado para a DE da FDA, embora para esta variável os cultivares tenham sido similares. Para que os modelos possam se tornar ferramentas práticas de planejamento de sistemas de produção, há necessidade de que estudos complementares sejam realizados.
Título em inglês
Modeling of some qualitative characteristics of Panicum forage grasses as a function of climatic variables
Palavras-chave em inglês
Environment
Forage production
Modeling
Nutritive value
Ruminal degradability
Resumo em inglês
Models for predicting forage production and nutritive value over the year can be valuable tools in planning of forage-based animal production systems, provided that they are based upon environmental variables that not only can explain plant, but also are consistend with values of those responses measured in the field. This study it was conducted with the objective of evaluating some qualitative characteristics of the forage of five Panicum grasses in response to variations in air temperature (degree-days) and a combination between temperature and daylength, defined as photothermal units, both accumulated during periods of growth in winter and summer. Five Panicum spp were studied: Atlas, Massai, Mombaça, Tanzânia e Tobiatã, clipped every 28 days (Atlas, Massai e Mombaça) or 35 days (Tanzânia e Tobiatã) in the summer (21 September to 22 March) and every 49 days (Atlas, Massai e Mombaça) or 63 days (Tanzânia e Tobiatã) in the winter (23 March to 20 September) to a stubble of 35 (Atlas, Mombaça, Tanzânia e Tobiatã) or 15 cm (Massai). Plots were irrigated to avoid water deficit, and forage samples were analyzed for in situ dry matter (DM) degradability, plus that of the neutral detergent fiber (NDF) and acid detergent fiber (ADF), using six incubation times: 96, 48, 24, 12, 6, 3 and 0 hours. Massai had the highest potential degradability (PD) and Atlas had the highest effective degradability (ED) both for DM and NDF. For the parameterization of the climatic models of degradability of DM, NDF, and ADF, a summer regrowth was sampled weekly and a winter regrowth was sampled bi-weekly. Grasses showed different degradability values for DM, NDF and ADF, and although model intercepts were distinct across responses, rates of decline in nutritive value with increased maturity were similar, as slopes did not differ. The use of degree-days and photothermal units was efficient in predicting these qualitative characteristics of Panicum grasses. In all models generated for DM degradability, regardless of season or climatic variable, Atlas, Massai and Mombaça had higher model intercepts, indicating higher ED of the DM early in the regrowth phase, compared with Tobiatã and Tanzânia. This can partially explained by the higher clipping frequency and lower forage maturity of the former three cultivars. This, in turn limited the production of stems and the thickening of cell walls. For the fibrous fractions, only the summer was well described by the climatic models. The NDF ED model was similar to that of the DM ED model during the summer. The model for Atlas had the highest intercept, suggesting that this cultivar can produce higher quality forage, compared to the other cultivars studied. A similar trend to that of ED of DM was found for ED of NDF although for this variable cultivars did not differ. In order for these models to become useful tools for systems planning and management, more research is needed in order to increase data libraries, and to include a wider range of environmental and management conditions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MariliaFaustino.pdf (597.04 Kbytes)
Data de Publicação
2007-06-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.