• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2007.tde-02082007-093203
Documento
Autor
Nome completo
Marina Sígolo Rodrigues Barreto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Menten, José Fernando Machado (Presidente)
Miyada, Valdomiro Shigueru
Racanicci, Aline Mondini Calil
Título em português
Uso de extratos vegetais como promotores do crescimento em frangos de corte
Palavras-chave em português
Extratos vegetais
Frangos de corte
Nutrição animal
Resumo em português
Nas últimas décadas, a produção de carne de frango vem se intensificando por expressivos avanços tecnológicos. Nutricionalmente, os promotores de crescimento antimicrobianos (antibióticos e quimioterápicos) foram essenciais, beneficiando o desempenho e a eficiência alimentar, quando utilizados como aditivos nas dietas, em doses subterapêuticas. Apesar da comprovada contribuição no desempenho das aves, os antibióticos promotores de crescimento passaram a ser vistos como fatores de risco para a saúde humana, devido ao potencial desenvolvimento da resistência bacteriana cruzada em humanos. Recentemente, têm sido desenvolvidas diversas alternativas aos antibióticos promotores de crescimento, incluindo probióticos, prebióticos, ácidos orgânicos, enzimas e extratos vegetais. Seguindo essa tendência, este estudo teve o objetivo de avaliar a eficácia do uso de extratos vegetais como alternativas aos antimicrobianos promotores de crescimento em dietas de frangos de corte. Foram realizados dois experimentos com frangos de corte para avaliar os efeitos de diferentes extratos vegetais no desempenho, na energia metabolizável da dieta e na morfometria dos órgãos. O experimento de desempenho envolveu 1200 frangos de corte machos criados em galpão experimental no período de 1 a 42 dias de idade, separados em grupos de 40 aves por boxe. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, sendo seis tratamentos e cinco repetições. O ensaio de metabolismo contou com 96 frangos machos em crescimento alojados em gaiolas metabólicas para coleta total de excretas, foram seis tratamentos e quatro repetições em delineamento interiramente casualizado. Ambos os experimentos receberam os mesmos tratamentos: dieta controle (DC); DC + 10 ppm de Avilamicina; DC + 1000 ppm de extrato de orégano; DC + 1000 ppm de extrato de cravo; DC + 1000 ppm de extrato de canela e DC + 1000 ppm de extrato de pimenta vermelha. Os produtos à base de extratos vegetais consistiram de microencapsulados contendo 20% do óleo essencial. As variáveis determinadas foram: peso vivo, ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, mortalidade, energia metabolizável aparente (EMAn) das dietas e peso relativo dos órgãos. Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey. Não foi possível observar diferenças significativas (P>0.05) entre os tratamentos propostos para as variáveis de desempenho analisadas em todo o período de criação das aves. Da mesma maneira, a suplementação dos extratos nas dietas não interferiu (P>0.05) nos valores de EMAn das mesmas. A morfometria dos órgãos, em geral, também não foi alterada pela utilização dos extratos vegetais. Pôde ser observado que, os animais que receberam ração controle apresentaram maior peso relativo do fígado em relação aos demais tratamentos, diferindo significativamente (P<0.05) das aves alimentadas com a dieta suplementada com extrato de pimenta, que foi o menor valor observado.
Título em inglês
Use of plant extracts as growth promoters for broiler chickens
Palavras-chave em inglês
Animal nutrition
Broiler chickens
Plant extracts
Resumo em inglês
Broiler meat production has experienced expressive technological improvements in the last decades. Nutritionally, the antimicrobial growth promoters (antibiotics and chemotherapeutics) contributed to that, when utilized as feed additives. These antimicrobials are very effective in performance improvement, but there are human health risks associated to their use because of the possibility of development of bacterial cross resistance. In recent years, several alternatives to the antibiotic growth promoters have been proposed including probiotics, prebiotics, organic acids, enzymes and plant extracts. In this context, the objective of the present study was to evaluate the efficacy of plant extracts as alternative growth promoters to the antibiotics as feed additives in chicken diets. Two experiments were conducted to determine the effects of different plant on the metabolizable energy of the diet and performance and organ morphometry of broiler chickens. The performance trial involved 1,200 male chicks raised from 1 to 42 days of age, in groups of 40 birds per pen, in a experimental poultry house. A randomized complete block design, with 6 treatments and 5 blocks, was used. In the metabolism trial, 96 chickens in the grower period were allotted to battery cages and total excreta collection was conducted with 6 treatments and 4 replicates in a completely randomized design. The treatments for both experiments were: Corn-soybean meal control diet (C); C + 10 ppm Avilamycin; C + 1,000 ppm oregano extract; C + 1,000 ppm clove extract; C + 1,000 ppm cinnamon extract; C + 1,000 ppm red pepper extract. The plant extract products added consisted of microencapsulated preparations containing 20% essential oil. The variables evaluated were liveweight, weight gain, feed intake, feed conversion, mortality, apparent metabolizable energy (AMEn) of the diets and organ weights. The results were statistically analyzed by ANOVA and means compared using Tukey's test. It was not detected any significant (P>0.05) difference among the treatments for the performance variables of the chickens along the growth period. Likewise, the plant extracts supplementation did not affect the AMEn of the diets (P>0.05). Organ morphometry was also, in general, not influenced by the additives. The only significant effect was a higher liver relative weight of the control birds (P<0.05) compared to the red pepper fed birds.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarinaBarreto.pdf (374.73 Kbytes)
Data de Publicação
2007-08-20
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BARRETO, M. S. R., et al. Plant extracts used as growth promoters in broilers. Revista Brasileira de Ciência Avícola / Brazilian Journal of Poultry Science, 2008, vol. 10, p. 109-115.
  • BARRETO, M. S. R., et al. Extratos vegetais como promotores do crescimento no desempenho de frangos de corte. In Conferência Apinco 2007 de Ciência e Tecnologia Avícolas, Santos, SP, 2007. Revista Brasileira de Ciência Avícola.Campinas, SP : Fundação Apinco de Ciência e Tecnologia Avícolas, 2007. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.