• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2015.tde-28102015-163416
Documento
Autor
Nome completo
Francisco Ortolan Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2015
Orientador
Banca examinadora
Novembre, Ana Dionisia da Luz Coelho (Presidente)
Parisi, João José Dias
Rodrigues, Ricardo Ribeiro
Título em português
Priming de sementes de espécies brasileiras visando ao uso potencial para programas de reflorestamento
Palavras-chave em português
Espécies pioneiras
Priming
Profundidade de semeadura
Semeadura direta
Resumo em português
Mudas ou sementes podem ser utilizadas em projetos de restauração, sendo que, o uso da semente por meio da semeadura direta tem vantagem em função da redução do custo, pois não há gastos para a formação inicial da muda, por proporcionar a reconstituição do banco de sementes do solo e possibilitar a formação de uma comunidade heterogênea. Portanto, nessa pesquisa foram avaliadas as sementes de quatro espécies de recobrimento, Apeiba tibourbou, Heliocarpus popayanensis, Senna alata e Senna multijuga, para a utilização na semeadura direta, associada aos estudos da aplicação das técnicas do priming e da interferência da profundidade de semeadura na emergência da plântula. O estudo dos métodos de priming incluiu a hidratação das sementes em água (imersão e entre papel) e em soluções -0,1 MPa e -0,6MPa de PEG 6000 (entre papel), sendo que parte das sementes foi avaliada ainda úmida quanto à germinação, parte foi seca até graus de umidade semelhantes aos obtidos antes da realização do priming e parte foi seca e armazenada para ser semeada após 45 dias. A determinação da qualidade das sementes foi baseada nos resultados dos testes de germinação e de emergência da plântula e foram calculados os totais, em porcentagem, o índice de velocidade de germinação (IVG) e o tempo médio de germinação (TMG). Para o estudo da profundidade de semeadura foi avaliada a distribuição superficial das sementes 0 (superficial) e 0,5 cm, 1,0 cm e 2,0 cm e determinados a emergência da plântula, o IVEP e o TMEP. O estudo da absorção de água das sementes indicou que os teores de água, na fase II da germinação, são 48 a 55% para as sementes de A. tibourbou e 55 a 60% para as de S. alata e de S. multijuga. Em função dos resultados dessa pesquisa, o priming não beneficia a germinação das sementes de A. tibourbou e de H. popayanensis. A utilização da solução -0,1 MPa de PEG 6000 reduz o tempo de germinação das sementes de S. alata, quando avaliadas úmidas. Esse mesmo método é eficiente para o priming das sementes de S. multijuga, avaliadas após a secagem. As sementes de S. alata e S. multijuga são recomendadas para semeadura direta em projetos de restauração ecológica, desde que, seja superada a dormência dessas sementes. A profundidade ideal de semeadura é 1 a 2 cm para as sementes de A. tibourbou, de 0,5 cm para as de H. popayanensis, de 1 cm para as de S. alata e de 1 a 2 cm para as sementes de S. multijuga.
Título em inglês
Brazilian species of seed priming aimed at potential use for reforestation programs
Palavras-chave em inglês
Depth sowing
Direct sowing
Pionner species
Priming
Resumo em inglês
Seedlings or seeds can be used in reforestation projects and the use of seed through direct sowing has the advantage because there is no cost for the initial formation of the seedlings and additionally it provides enriching soil seed bank and the possibility of a heterogeneous community formation. Then, in this research were evaluated the seeds of four pioneer species, Apeiba tibourbou, Heliocarpus popayanensis, Senna alata and Senna multijuga, for direct sowing associated with the priming techniques and the study of the interference of sowing depth in the emergence of seedling. The study of priming methods included seed hydration (water immersion and between paper water moistened) and the use of PEG 6000 solutions (- 0,6MPa and -0.1MPa between paper). For evaluations, these seeds were sown still wet and after dry; furthermore, the dry seeds were stored for evaluation after 45 days. The determination of the seed quality was based on the results of seed germination and seedling emergence. In the study of seed sowing the seeds were sowing on surface and in 0.5 cm, 1.0 cm and 2.0 cm depth, and these results were based on seedling emergence. This research results indicated the possibility of using S. alata and S. multijuga seeds for direct sowing. There are benefits of using seed priming for S. alata and S. multijuga seeds. Appropriate sowing depth for these seeds are 0.5 cm, 1.0 cm or 2.0 cm; seed surface sowing is not recommended.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.