• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2012.tde-24102012-090937
Documento
Autor
Nome completo
Luiz César Bonfim Gottardo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2012
Orientador
Banca examinadora
Favarin, José Laercio (Presidente)
Cantarella, Heitor
Chiavegato, Ederaldo Jose
Título em português
Resposta do algodoeiro adensado ao nitrogênio em sucessão de culturas
Palavras-chave em português
Adensado
Algodão
Nitrogênio
Plantio direto
Resíduos agrícolas
Resumo em português
A produção de algodão (Gossypium hirsutum L.) em sistema adensado iniciou no Brasil na safra 2008/09 com objetivo de aumentar a lucratividade da propriedade, por meio da intensificação de uso do solo e redução de custos. Este sistema é, substancialmente, alterado em relação ao convencional, pelo aumento da população de plantas, semeadura tardia (segunda safra) e em relação a dose do nitrogênio. O objetivo desta pesquisa consiste em conhecer o comportamento do algodoeiro adensado ao fornecimento de nitrogênio, em razão da cultura antecessora. O algodoeiro foi semeado em quatro tipos de sucessão: (i) sobre soja (Glycine max L.) sucedida de milheto (Pennisetum glaucum L.); (ii) sobre resíduo da soja; (iii) sobre resíduo do milheto; e (iv) em pousio, na ausência de cultura antecessora e controle de plantas daninhas. Em cada situação o algodoeiro foi conduzido sem nitrogênio e nas doses de 50 kg ha-1; 100 kg ha-1; e 200 kg ha-1 de N. A dose de nitrogênio para a máxima produtividade do algodoeiro adensado variou com a presença do resíduo, 88 kg ha-1 na sucessão milheto com soja, 127 kg ha-1 na sucessão a soja e na sucessão ao milheto ou ao pousio a produtividade foi inferior, com resposta linear até a dose 200 kg ha-1. O crescimento vegetativo foi maior com a aplicação do nitrogênio, mas a produtividade teve resposta quadrática ao fornecimento do nutriente. A produtividade foi maior quando cultivado sobre palha de milheto com soja (maior quantidade e relação C/N de 26), mesmo em menor doses de N do que nas outras palhas. A presença de palha, independentemente da relação C/N, contribui para o ganho em qualidade da fibra.
Título em inglês
Narrow row cotton response to nitrogen rate in crop rotation
Palavras-chave em inglês
cotton
crop residues
Narrow row
nitrogen
no tillage
Resumo em inglês
In Brazil, the narrow row cotton (Gossypium hirsutum L.) system started in the 2008/09 crop season aiming to increase farms profit, by intensive land use and lower productions costs. This system is substantially altered from the conventional (wide row), due high plant population, late sowing (second crop) and nitrogen management. With a target to know the nitrogen response of narrow row cotton in succession, the cotton was sowed in four situations: (i) after a succession of millet (Pennisetum glaucum L.) and soybeans (Glycine max L); (ii) after soybeans; (iii) after millet; and (iv) without previous culture and with weeds control. In each situation the cotton was farmed without nitrogen application and with rates of 50 kg ha-1; 100 kg ha-1; and 200 kg ha-1 of nitrogen. The nitrogen rate of maximum productivity was dependent on the preceding crop, 88 kg ha-1 after succession of millet and soybeans, 127 kg ha-1 after soybeans and in succession of millet or without previous culture the productivity was lower, with linear response until 200 kg ha-1. The vegetative growth was higher with nitrogen application, but the productivity had quadratic response to nitrogen fertilization. The higher productivity was on cotton sowed upon the millet with soybeans straw (more quantity of straw and relation C/N 26), even with less nitrogen than in the other straws. On the presence of straw, independent of C/N relation, the fiber quality was better.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.