• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2009.tde-23062009-085328
Documento
Autor
Nome completo
Fabrício Rossi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2009
Orientador
Banca examinadora
Melo, Paulo Cesar Tavares de (Presidente)
Ambrosano, Edmilson José
Guirado, Nivaldo
Khatounian, Carlos Armênio
Mello, Simone da Costa
Título em português
Cultivares para o sistema orgânico de produção de batata
Palavras-chave em português
Agricultura orgânica
Batata
Ecologia agrícola
Olericultura.
Resumo em português
A crescente demanda por batata e outras hortaliças cultivadas organicamente no Brasil representa uma importante oportunidade e um desafio para os produtores orgânicos. Na atualidade, é limitado o esforço de pesquisa enfocando fertilização, adaptação de cultivares e manejo de pragas e doenças para sistemas orgânicos de cultivo da batata. Em geral, a produtividade na produção orgânica de batata é baixa em comparação a obtida no sistema convencional, devido à cultura estar sujeita à inúmeras pragas, doenças e distúrbios fisiológicos. Como não existem no mercado cultivares adaptadas especificamente ao sistema orgânico, os produtores utilizam cultivares européias e norte-americanas desenvolvidas para o sistema convencional de cultivo. O objetivo deste estudo foi avaliar, sob sistema de cultivo orgânico, cultivares nacionais e estrangeiras desenvolvidas para o cultivo convencional, quanto ao potencial produtivo e qualidade, em condições de campo, sujeitas ao ataque de pragas e doenças. Os experimentos foram conduzidos, em 2007 e 2008, em dois locais: a) Estação Experimental Agroecológica do Pólo Regional do Leste Paulista/APTA, em Monte Alegre do Sul - SP, b) Sítio Orgânico Pereiras, em Socorro - SP. O delineamento experimental adotado foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos constaram das cultivares Agata, Apuã (IAC-5977), Aracy (IAC-2), Asterix, Caesar, Catucha (Epagri-361), Cupido, Éden, IAC Aracy Ruiva, Itararé (IAC-5986), Melody, Monte Alegre 172, Novella e Vivaldi, além dos clones avançados IAC 6090 (Ibituaçú), APTA 16.5, APTA 15.20 e APTA 21.54. Em cada experimento foram incluídas, pelo menos, 10 cultivares. As demais cultivares e clones avançados foram incluídos, pelo menos, em um experimento. Foram avaliados os seguintes parâmetros: produtividade total e comercial, números total e comercial de tubérculos, teor de matéria seca, açúcares redutores e totais, resistência à requeima (Phytophthora infestans) e à pintapreta (Alternaria solani). Em 2007, em Monte Alegre do Sul, as cultivares Apuã (14,32 t ha-1), Monte Alegre 172 (13,44 t ha-1), e o clone Ibituaçú (12,75 t ha-1) apresentaram os rendimentos mais elevados. No mesmo ano, em Socorro, Ibituaçú (21,27 t ha-1) apresentou o maior rendimento entre os genótipos avaliados. Em 2008, em Monte Alegre do Sul, os clones APTA 16.5 (24,25 t ha-1), APTA 21.54 (23,21 t ha-1) e Ibituaçú (20,19 t ha-1), e as cultivares Cupido (18,03 t ha-1), Apuã (17,08 t ha-1), Itararé (16,66 t ha-1), e Monte Alegre 172 (16,18 t ha-1) mostraram as maiores produtividades. No mesmo ano, em Socorro, APTA 16.5 (21,02 t ha-1), APTA 21.54 (19,28 t ha-1), Ibituaçú (19,88 t ha-1), e Apuã (18,72 t ha-1) mostraram excelente desempenho para rendimento. Os teores de matéria seca e de açúcares redutores para todos os genótipos avaliados mostraram, respectivamente, valores maiores e menores em relação aos encontrados na literatura. APTA 16.5, Apuã, Aracy, Aracy Ruiva, Éden, Ibituaçú e Monte Alegre 172 apresentaram de moderado a elevado nível de tolerância à pinta-preta, apresentando poucos ou ausência de sintomas da doença. Apuã, Aracy, Catucha, Ibituaçú e Monte Alegre 172 mostraram elevado nível de resistência à requeima.
Título em inglês
Potato Cultivars for Organic Production
Palavras-chave em inglês
Agricultural Ecology
Olericulture.
Organic Agriculture
Potato
Resumo em inglês
An increasing demand for organic potato and other vegetable crops in Brazil represent a considerable opportunity and a challenge for organic growers. So far, limited research has been conducted on organic potato production in Brazil pertaining to fertilization, cultivar adaptation, and pest management for organic potato systems. Yields in organic potato production are usually lower than in conventional production systems, because the crop is subject to many pests and physiological disorders. Furthermore, potato cultivars adapted to organic systems are unavailable in the market. Thus, European and North American cultivars developed for conventional crops that have high yielding potential and tolerance to the most limiting diseases and physiological disorders are used by the organic growers. The aim of this study was to evaluate under organic production on-farming conditions, potato cultivars bred in Brazil and abroad adapted for conventional growing systems, in terms of yield potential and qualities. The experiments were conducted in 2007 and 2008, in two locations: a) Agro-ecological Experimental Station of the Polo Regional do Leste Paulista/APTA, in Monte Alegre do Sul - SP County; b) Pereiras agro-ecological farm, Socorro-SP County. A randomized block experimental design was adopted with four replicates. The treatments consisted of the cultivars Agata, Apuã (IAC-5977), Aracy (IAC-2), Asterix, Caesar, Catucha (Epagri- 361), Cupido, Éden, IAC Aracy Ruiva, Itararé (IAC-5986), Melody, Monte Alegre 172, Novella, and Vivaldi, in addition to the advanced clones IAC 6090 (Ibituaçú), APTA 16.5, APTA 15.20 and APTA 21.54. In each experiment there were trialed at least 10 cultivars. The other cultivars or advanced clones were included at least in one experiment. The following parameters were evaluated: total and commercial yield, total and commercial number of tubers, dry matter content, reducing and total sugars, severity of potato late blight (Phytophthora infestans) and early blight (Alternaria solani). In 2007, in Monte Alegre do Sul, the cultivars Apuã (14.32 t ha-1), Monte Alegre, 172 (13.44 t ha-1), and Ibituaçú (12.75 t ha-1) displayed the highest yield performance. In the same year, in Socorro, Ibituaçú (21.27 t ha-1) exhibited the highest yield among trialed cultivars. In 2008, in Monte Alegre do Sul the advanced clones APTA 16.5 (24.25 t ha-1), APTA 21.54 (23.21 t ha-1), Ibituaçú (20.19 t ha-1), and cultivars Cupido (18.03 t ha-1), Apuã (17.08 t ha-1), Itararé (16.66 t ha-1), and Monte Alegre 172 (16.18 t ha-1) showed high yielding performance. In the same year, in Socorro, the treatments APTA 16.5 (21.02 t ha-1), APTA 21.54 (19.28 t ha-1), Ibituaçú (19.88 t ha-1), and Apuã (18.72 t ha-1) showed outstanding yield performance. The dry matter and reducing sugars in all genotypes showed higher and lower, respectively, in relation to those found in the literature. APTA 16.5, Apuã, Aracy, Aracy Ruiva, Éden, Ibituaçú and Monte Alegre 172 exhibited moderate to high level of field tolerance to early blight, displaying few or absence of the disease symptoms. ´Apuã, Aracy, Catucha, Ibituaçú and Monte Alegre 172 showed the highest level of resistance to late blight.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Fabricio_Rossi.pdf (5.48 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-07
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ROSSI, Fabrício, et al. Cultivares de batata para sistemas orgânicos de produção [doi:10.1590/S0102-05362011000300019]. Horticultura Brasileira [online], 2011, vol. 29, n. 3, p. 372-376.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.