• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-20022003-151548
Documento
Autor
Nome completo
Lilia Sichmann Heiffig
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Camara, Gil Miguel de Sousa (Presidente)
Bernardes, Marcos Silveira
Mascarenhas, Hipolito Assunçaõ Antonio
Título em português
Plasticidade da cultura da soja (Glycine max (L.) Merril) em diferentes arranjos espaciais.
Palavras-chave em português
densidade da planta
espaçamento
população de plantas
produtividade agrícola
soja
Resumo em português
O presente experimento teve por objetivos, avaliar a maneira como a planta de soja se adapta a diferentes arranjos espaciais (plasticidade) e identificar o arranjo espacial que melhor represente ou possibilite associar o manejo do cultivar MG/BR 46 (Conquista) com alta produtividade agrícola. O experimento foi conduzido em área experimental da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP), no município de Piracicaba - SP, durante o ano agrícola de 2001/2002. Os tratamentos constaram de diferentes arranjos espaciais, variando-se e combinando-se 6 níveis do fator espaçamento entre linhas (0,20; 0,30; 0,40; 0,50; 0,60 e 0,70 m) e 5 níveis do fator densidade de plantas na linha visando as populações de 70.000; 140.000; 210.000; 280.000 e 350.000 plantas/ha, totalizando 30 tratamentos, delineados em blocos ao acaso com parcelas subdivididas e com três repetições. As características avaliadas foram: tempo de fechamento de entrelinhas; índice de área foliar; altura final de planta; altura de inserção da primeira vagem; número de ramificações; número de vagens por planta; número de grãos por planta; grau de acamamento; massa de 1000 sementes e produtividade agrícola. As principais conclusões são: a) o cultivar MG/BR 46 (Conquista), cultivado em linhas espaçadas entre si de 0,20 a 0,60 m, apresenta índice de área foliar máximo no estádio fenológico correspondente ao início da granação das vagens (R5); b) o número de vagens é o mais importante componente da produção por planta, por ser diretamente influenciado pelo arranjo populacional das plantas na área de produção; c) o cultivar MG/BR 46 (Conquista) apresenta ampla plasticidade, ajustando os seus componentes de produção aos diferentes arranjos espaciais, sem que ocorram significativas diferenças de produtividade; d) para cada combinação entre o espaçamento entre linhas e a densidade de plantas na linha existe uma população de plantas mais bem ajustada, que possibilita maior produtividade de grãos.
Título em inglês
Evaluation of the plasticity of soybean (Glycine max (L.) Merrill) under effect of variability of space arrangements.
Palavras-chave em inglês
plant density
plant population
soybean
spacement
yield
Resumo em inglês
This research had as purposes to evaluate the soybean plant adaptations (plasticity) to different space arrangements and identify the best space arrangements for higher yields of cultivar MG/BR 46 (Conquista). The experiment was carried out at the experimental fields of Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (USP/ESALQ), São Paulo State University, in Piracicaba-SP, during the 2001/2002 growing season. The 30 treatments consisted of different space arrangements, combining 6 row spacing (0,20; 0,30; 0,40; 0,50; 0,60; 0,70 m) with 5 different population (70.000; 140.000; 210.000; 280.000; 350.000 plants/ha), in a complete randomized blocks design with subdivided plots and three replications. The evaluated characteristics were: time to achieve closed canopy; leaf area index; final plant height; height of the first pod; number of branches per plant; number of pods per plant; number of grains per plant; lodging; mass of 1,000 grains and yield. The main conclusions are: a) the cultivar MG/BR – 46 (Conquista) cultivated under 0,20 to 0,60 m row spacing shows a leaf area index maximum at the begging of seed-filling stage (R5); b) the number of pods is the best related component to yield per plant, being directly influenced by plant population; c) the cultivar MG/BR – 46 (Conquista) presents wide plasticity, adjusting its yield components to the different space arrangements, without significant yield changes; d) for each row spacing there is a better plant population to achieve higher yield.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lilia.pdf (915.73 Kbytes)
Data de Publicação
2003-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.