• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2008.tde-18112008-140731
Documento
Autor
Nome completo
Jovan de Jesus
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bernardes, Marcos Silveira (Presidente)
Favarin, Jose Laercio
Righi, Ciro Abbud
Santos, Ricardo Henrique Silva
Tersi, Fernando Eduardo Amado
Título em português
Atributos do solo e da nutrição do cafeeiro em sistema agroflorestal e em monocultivo
Palavras-chave em português
Café
Fertilidade do solo
Nitrogênio
Nutrição vegetal
Potássio
Seringueira
Sistemas agroflorestais.
Resumo em português
A produção de café é uma atividade importante para a economia do Brasil, maior produtor e também principal exportador. O cafeeiro apresenta ciclo bienal de produção, cuja oscilação é acentuada no Brasil dada às condições climáticas e ao sistema de cultivo predominante a pleno sol. Pesquisas envolvendo avaliação do estado nutricional do cafeeiro em sistemas agroflorestais são raras, o que dificulta as recomendações de adubação para esta condição. Objetivou-se neste estudo, o melhor entendimento da fertilidade do solo e do estado nutricional do cafeeiro em relação aos teores de N e K no microclima gerado pelo sistema agroflorestal e em monocultivo. A pesquisa foi conduzida no período de março de 2006 a maio de 2008, no campo experimental pertencente ao Departamento de Produção Vegetal da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP) em Piracicaba SP, localizada nas coordenadas geográficas 220 42 20 S, 470 37 22 W e altitude 565 m. O experimento foi composto de seringueiras do clone PB 235, plantada em dezembro de 1991, no espaçamento de 8,0 x 2,5 m e cafeeiros cv. Obatã IAC 1669-20, plantado em janeiro de 2002, no espaçamento de 3,4 x 0,9 m, sob diferentes condições de sombreamento: no sub-bosque e interfaceando as árvores da seringueira e em monocultivo. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado com quatro repetições. O experimento de avaliação da fertilidade do solo constou de seis tratamentos, constituídos pelas radiações sobre o solo: 1) 6,4%; 2) 7%; 3) 35,4%; 4) 47,5%; 5) 60,9%; 6) 64,9%. O experimento de avaliação dos teores foliares de N e K do cafeeiro constou de quatro tratamentos, constituídos pelas radiações sobre os cafeeiros: 1) 35%; 2) 45%; 3) 90%; 4) 100%. O estudo constou, adicionalmente, dos experimentos de deposição e avaliação da velocidade de decomposição da serapilheira, frações da matéria orgânica, crescimento, peso foliar específico, anatomia foliar, maturação dos frutos e produção do cafeeiro e qualidade da bebida do café. As variáveis analisadas no experimento de fertilidade do solo foram; pH, P, K, Ca, Mg, soma de bases, H+Al, CTC, V % e matéria orgânica; a avaliação do estado nutricional constou das análises das variáveis N e K foliar. Os atributos de fertilidade do solo (pH e V %), foram mais elevados nos tratamentos 6,4%, 7% e 35,4%, especialmente nas camadas superficiais (0-2 e 2-7 cm) e o teor de matéria orgânica na camada de 0-2 cm, proporcionados pelas seringueiras. Menores teores de K do solo ocorreram nos tratamentos 7% e 35,4%, devido a absorção pelas seringueiras. A característica de CTC elevada do solo não foi modificada pelos tratamentos. Os teores foliares de N e K do cafeeiro a pleno sol alcançaram valores mais elevados e mais baixos, respectivamente, do que aqueles dos cafeeiros à sombra. Os cafeeiros sob 45% de irradiância mantiveram estado nutricional adequado em relação aos teores foliares de N e K.
Título em inglês
Soil and nutritional status attributes of coffee under agroforestry systems and monocrop
Palavras-chave em inglês
Agroforestry system
Coffee
Leaf content
Nitrogen
Potassium.
Rubber Tree
Soil Fertility
Resumo em inglês
Coffee production is an important activity in the economy of Brazil, first world producer and exporter. Coffee trees present biennial production cycles, with oscillation accentuated due to the climatic conditions and the production system in monocrop under full natural radiation. Studies involving the evaluation of nutritional status of coffee in agroforestry systems are scarce, what difficult the fertilization recommendations for this conditions. The objective of the this study was of getting a better understanding of the soil fertility and nutritional status, specially for the N and K content, of coffee trees under agroforestry system and monocrop. The research was conducted from March 2006 to May 2008, at the experimental field of the Plant Production Department of the Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz of the Universidade de São Paulo (ESALQ/USP), in Piracicaba SP (220 42 20 S, 470 37 22 W) at the altitude of 565 m. The experiment was composed of rubber trees, clone PB 235, planted in December 1991, in the spacing of 8.0 x 2.5 m and coffee trees cv. Obatã IAC 1669-20, planted in January 2002, in the spacing of 3.4 x 0.9 m, under different shading conditions: undertorey or interfacing the rubber trees and in monocrop. The experimental design was completely randomized with four replications. The soil fertility experiment had six treatments, done by the different radiation regimes reaching the soil surface: 1) 6.4%; 2) 7%; 3) 35.4%; 4) 47.5%; 5) 60.9%; 6) 64.9%. The coffee nutritional status, in terms of the N and K leaf content had four treatments, done by the different radiation regime reaching the coffee canopy: 1) 35%; 2) 45%; 3) 90%; 4) 100%. Additionally, the study involved the evaluation of the litter deposition and decomposition rates, the soil organic matter fractions, coffee trees growth, its specific leaf area and anatomy, beans maturation, coffee yield and beverage quality. The variable under analysis in the soil fertility experiment were; pH, P, K, Ca, Mg, bases sum, H+Al, CTC, V % and organic matter; in the nutritional status were the N and K leaf content. The soil fertility attributes of pH and V % were improved in the treatments 6.4%, 7% e 35.4%, specially in the upper soils layers (0-2 e 2-7 cm) and organic matter content in the top soil layer (0-2 cm), due to the effect of the rubber trees. Lower K contents in the soil occurred in the treatments 7% e 35.4%, due to the rubber root uptake. The natural high CTC of the soil was not modified by treatments. N and K leaf content of coffee trees under full natural radiation (monocrop) reached the highest and lowest levels, respectively, in comparison with coffee trees under shade. Coffee at 45% of natural radiation maintained appropriate nutritional status in terms of N and K leaf content.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Jovan_Jesus.pdf (3.76 Mbytes)
Data de Publicação
2008-12-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.