• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2004.tde-18052004-160932
Documento
Autor
Nome completo
Roseli Fátima Caseiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Marcos Filho, Julio (Presidente)
Cicero, Silvio Moure
Medina, Priscila Fratin
Melo, Paulo Cesar Tavares de
Nakagawa, João
Título em português
Métodos para condicionamento fisiológico de sementes de cebola e influência da secagem e armazenamento.
Palavras-chave em português
armazenamento
cebola
condicionamento osmótico
incubação
metodologia
qualidade fisiológica
secagem
sementes
teor de água
Resumo em português
A pesquisa foi conduzida nos laboratórios de Análise de Sementes do Departamento de Produção Vegetal, USP/ESALQ, e do Departamento de Horticultura e Agricultura da Universidade do Estado de Ohio, Columbus, OH, E.U.A. O trabalho procurou avaliar a eficiência de diferentes processos de condicionamento fisiológico de sementes de cebola, bem como estudar o efeito da secagem e do armazenamento sobre o potencial fisiológico das sementes condicionadas. O trabalho foi conduzido em três etapas; na primeira, utilizandose 6 lotes de sementes do cultivar Granex 33, avaliaram-se três procedimentos para o condicionamento fisiológico: a) hidratação das sementes entre folhas de papel toalha, durante 48 e 96 horas, a 15ºC; b) osmocondicionamento em solução de PEG 8000, sob potenciais hídricos de –0,5 MPa e –1,0 MPa, durante 24 e 48 horas, a 15ºC e c) hidratação das sementes com utilização do método do tambor, a 15ºC e 25ºC, em que as quantidades de água adicionadas e o período de hidratação foram variáveis entre os diferentes lotes. A segunda etapa constou do estudo de diferentes procedimentos de secagem após o condicionamento fisiológico. Para tanto, após o hidrocondicionamento entre folhas de papel toalha, por 48h, seis lotes do cultivar Petroline, foram submetidos a secagem rápida (em estufa com circulação de ar) e a secagem lenta (em câmara a 20ºC e umidade relativa de 50%-55% durante 72h). Foi também, avaliada a influência da incubação pré-secagem, utilizando-se: a) soluções de PEG 8000, a 8ºC durante 24, 72 ou 120 horas; b) banho-maria a 40ºC, durante 1, 3 e 5 horas; e c) em estufa, a 35ºC, durante 24 e 48 horas. Na terceira fase da pesquisa, avaliou-se o potencial de armazenamento das sementes, de quatro lotes de sementes de três cultivares (Petroline, Primavera e Crioula Mercosul), submetidas ao hidrocondicionamento e secagem rápida; as sementes foram armazenadas em câmara seca (50% de umidade relativa do ar, a 20ºC) e em ambiente de laboratório, durante 9 meses. Os resultados permitiram concluir que: a) o hidrocondicionamento, envolvendo a embebição entre folhas de papel toalha, constitui procedimento adequado para o condicionamento fisiológico de sementes de cebola, beneficiando principalmente a velocidade de germinação; b) a definição de procedimentos para o condicionamento fisiológico deve considerar o grau de umidade das sementes após a hidratação, não sendo recomendada a embebição durante período pré-determinado; as sementes de cebola devem atingir grau de umidade de 44% a 49% após a hidratação; c) o processo de secagem rápida, em estufa com circulação de ar, a 35ºC-40ºC, é mais conveniente para a secagem de sementes de cebola condicionadas, tornando-as tolerantes à dessecação e d) o desempenho das sementes durante o armazenamento após o condicionamento fisiológico é dependente do genótipo utilizado.
Título em inglês
Priming on onion seeds and effects of drying and storage.
Palavras-chave em inglês
drying
incubation
methodology
moisture content
onion
osmoconditioning
physiological quality
seeds
storage
Resumo em inglês
This work was carried out at the seed analysis laboratories of the Department of Crop Science, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ) and of the Department of Horticulture and Crop Science of the Ohio State University. The objectives were to study different methods of priming for onion seeds and also to verify the influence of drying and storage on the physiological potential of primed seeds. The research was conducted in three phases. First, using six lots of onion seeds (cultivar Granex 33), the effects of three priming techniques were compared: a) hydropriming, through seed imbibition between layers of paper towel, for 48 or 96 h, at 15ºC; b) osmopriming, using PEG 8000 solution with osmotic potentials of – 0.5 MPa and –1.0 MPa, for 24 and 48 h, at 15ºC) and c) seed hydration by the drum priming technique, at 15ºC and 25ºC, which the optimal amount of water added and imbibition periods were variable among seed lots. At the second phase, drying procedures after priming were tested. For that, after hydropriming (between layers of paper towel, for 48h), six lots of “Petroline”, were submitted to fast drying (in an oven with air circulation) and to slow drying (in a chamber at 20ºC and 50%-60% relative humidity, for 72h). The influence of pre-drying incubation was also evaluated by using: a) PEG 8000 solution, at 8ºC, for 24, 72 and 120h; b) waterbath at 40ºC, for 1, 3 and 5h; and c) incubation in an oven, at 35ºC, for 24 and 48h. In the third phase, the storability of four seed lots each of three cultivars (Petroline, Primavera and Crioula Mercosul), hydroprimed and fast dried, was evaluated; samples of those lots were stored in a dry chamber (relative humidity around 50%, at 20ºC) and in the laboratory environment, during 9 months. The results showed that: a) the hydropriming, between layers of paper towel, is an adequate procedure for priming onion seeds, with beneficial effects mainly on speed of germination; b) for choosing the physiological conditioning procedure, the seed moisture content should be considered after hydration, it’s not being recommended the imbibition during pre-determined period; the onion seeds should reach moisture content of 44% to 49% after the hydration; c) the process of fast drying, in oven with air circulation, at 35ºC-40ºC, is convenient for the drying of primed onion seeds, inducing desiccation tolerance and d) the primed seed performance during storage is dependent on genotypes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
roseli.pdf (1.59 Mbytes)
Data de Publicação
2004-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.