• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-17032003-162541
Documento
Autor
Nome completo
Ariana Vieira Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Chiavegato, Ederaldo Jose (Presidente)
Carvalho, Luiz Henrique
Christoffoleti, Pedro Jacob
Título em português
Espaçamentos ultra-adensado, adensado e convencional com densidade populacional variável em algodoeiro.
Palavras-chave em português
algodão
densidade populacional
espaçamento
reguladores de crescimento vegetal
semeadura
Resumo em português
No presente estudo foi avaliado a densidade populacional, por espaçamentos ultra-adensado, adensado e convencional entre fileiras e número de plantas por metro linear, através do crescimento, desenvolvimento e produtividade da cultivar de algodão IAC 23. O experimento foi conduzido na área experimental da ESALQ/USP, município de Piracicaba, Estado de São Paulo, no ano agrícola de 2001/02. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso em esquema fatorial, com 4 repetições, sendo três espaçamentos entre linhas (0,38, 0,76 e 0,95 m) e quatro densidades de plantas por metro linear (5, 8, 11 e 14). O controle da altura das plantas foi realizado através de regulador de crescimento. Em cada parcela experimental foram marcadas seis plantas ao acaso e analisados os seguintes parâmetros: estádios fenológicos, altura média das plantas, altura de inserção do 1º ramo frutífero, diâmetro do caule, número de ramos vegetativos e frutíferos, número de internódios e o número de capulhos por planta. Em duas plantas foram avaliados o índice de área foliar e a massa seca da parte aérea. Na área útil de cada parcela foi determinada a produção de algodão em caroço, a precocidade de colheita e em amostras de 20 capulhos por parcela foram realizadas as análises dos caracteres agronômicos de laboratório (massa média de uma capulho, massa de 100 sementes e porcentagem de fibra) e das características tecnológicas da fibra (comprimento da fibra, uniformidade de comprimento, tenacidade, micronaire e maturidade). Pelos resultados obtidos concluí-se que as condições ambientais foram favoráveis para o crescimento e desenvolvimento da cultivar IAC 23, completando o ciclo em 161 dias; quanto menor o espaçamento e maior a densidade de plantas na linha, maior o IAF durante o ciclo, menor o diâmetro do caule pelo estiolamento das plantas e menor o número de capuhos por planta; quanto maior o espaçamento e menor a densidade de plantas na linha, maior a massa seca da parte aérea e a altura média das plantas durante o ciclo; o índice de colheita é maior conforme o aumento do espaçamento enquanto que não altera com a densidade de plantas; maior densidade de plantas na linha eleva a altura de inserção do 1º ramo frutífero; independente do espaçamento e da densidade, o número de ramos vegetativos não é alterado enquanto que o número de ramos frutíferos e o número de internódios diminui com o aumento da população de plantas por área; a produção de algodão em caroço foi 12% e 8,4% superior nos espaçamentos ultra-adensado e adensado, respectivamente, comparado ao convencional; no espaçamento ultra-adensado na menor densidade de plantas na linha, a produção de algodão em caroço foi 29,2% e 22,3% superior, respectivamente, às produções dos espaçamentos adensado e convencional na mesma densidade de plantas na linha; a precocidade de colheita praticamente não é alterada na cultivar IAC 23, sobretudo com o aumento da população de plantas por área; os caracteres agronômicos de laboratório e as características tecnológicas da fibra não foram alteradas nas populações de plantas estudadas.
Título em inglês
Ultra-narrow row, narrow row and conventional row with cotton variable density plant population.
Palavras-chave em inglês
cotton
density population
growth regulator
sowing
spacing
Resumo em inglês
The purpose of this work was to study plant population density, by spacing between rows and plants per linear meter for the IAC 23 cotton cultivar under ultra-narrow row, narrow row or conventional row by analyzing plant growth, development and yield. The experiment was established in the experimental field of ESALQ/USP, Piracicaba, São Paulo, during the 2001/2002 season, in a randomized block design with four replications. Three rows (0,38, 0,76 and 0,95 m between lines) and four plant densities (5, 8, 11 and 14 plants per linear meter) were used. Plant height was controlled by growth regulator. Six plants per plot were labeled and analyzed for the phenological phase, average plant height, insertion height of the first fruit branch, stem diameter, number of vegetative and fruit branches, number of internodes and open bolls per plant. Two plants were analyzed per plot for the leaf area index (LAI) and plant top dry mass. Cotton yield and harvest early were determined considering the effective plot area. Samples of 20 open bolls randomized chosen per plot were analyzed for agronomical lab characteristics (average open boll mass, mass of 100 seeds and fiber percentage) and fiber technological characteristics (length, length uniformity, strength, micronaire and maturity). Results showed that the environmental conditions favored growth and development of the IAC 23 cultivar, which completed its lifecycle in 161 days; smaller row and higher plant density resulted in greater LAI, smaller stem diameter due to estiolation and fewer open bolls per plant; larger row and lower plant density promoted greater plant top dry mass and average plant height; the harvest index increased with row, although it was not altered by plant density; higher plant density in rows increased the insertion height of the first fruit branch; the number of vegetative branches was not influenced by plant row and density, while the number of fruit branches and internodes decreased with level of plant population per area; cotton yield was 12% and 8,4% higher for the ultra-narrow row and narrow row, respectively, when compared with the conventional row; cotton yield for the ultra-narrow row with the lowest plant density in rows was 29,2% and 22,3% higher than the yields for the narrow row and conventional row, respectively, considering the same plant density; harvest early of the IAC 23 cultivar varied with the increase in plant population per area; agronomical lab characteristics and fiber technological characteristics did not vary in the plant populations studied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ariana.pdf (217.58 Kbytes)
Data de Publicação
2003-05-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.