• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2006.tde-13022007-150503
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Suguino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Minami, Keigo (Presidente)
Boliani, Aparecida Conceição
Bueno, Silvana Catarina Sales
Gentil, Daniel Felipe de Oliveira
Scarpare Filho, João Alexio
Título em português
Influência dos substratos no desenvolvimento de mudas de plantas frutíferas
Palavras-chave em português
Cultivo em substrato
Fruticultura
Mirtáceas
Mudas - produção
Plantas nativas
Propagação vegetal
Resumo em português
No território brasileiro existe uma grande quantidade de plantas frutíferas com potencial de comercialização, por causa de suas propriedades medicinais, como elevados teores de vitamina C e suas propriedades adstringentes. Frutíferas como as da família mirtácea: cabeludinha (Plinia glomerata Berg.), grumixama (Eugenia brasiliensis Lam.), surinam cherry (Eugenia uniflora), uvaia (Eugenia pyriformis Cambess) and camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh), e também a lichia (Litchi chinensis Sonn.) da família sapindácea, são candidatas a se tornarem uma cultura economicamente importante, porém é necessário melhorar as condições para o desenvolvimento destas plantas. O aumento no uso do substrato, incluindo uma ampla variedade de materiais em sua formulação, favorecem as condições físicas, biológicas e químicas do meio , para um ótimo desenvolvimento. Dessa maneira, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de diferentes misturas do substrato de casca de pínus, no desenvolvimento de mudas de plantas frutíferas. Utilizou-se o delineamento estatístico em blocos inteiramente ao acaso, com medidas repetidas no tempo, onde cada bloco (localização das bandejas de poliestireno expandido na estufa) era composto de 72 células, com 06 tratamentos (T1 = 100% material original (casca de pínus); T2 = 100% casca de pínus ≤0,1mm (partículas pequenas); T3 = 75% casca de pínus ≤0,1mm + 25% casca de pínus 0,1 - 4,0mm (partículas grandes); T4 = 50% casca de pínus ≤0,1mm + 50% casca de pínus 0,1 - 4,0mm; T5 = 25% casca de pínus ≤0,1mm + 75% casca de pínus 0,1 - 4,0mm; T6 = 100% casca de pínus 0,1-0,4mm) e 12 sementes em cada unidade experimental e com 5 repetições, perfazendo um total de 360 plantas, para cada espécie. Foram realizadas 3 avaliações para cada espécie utilizada, sendo a primeira realizada após três meses da semeadura, seguidas de duas avaliações mensais. Os dados obtidos foram analisados pelo programa estatístico SAS (2003). O aumento na proporção de partículas pequenas nos tratamentos diminui a taxa de germinação das sementes, pois a textura dessa classe granulométrica de substrato dificulta a absorção de água nos primeiros dias após a semeadura e prejudica a aeração para as raízes, após a quebra da tensão superficial. Este experimento mostrou que os substratos influem diretamente no desenvolvimento de mudas de plantas frutíferas.
Título em inglês
Influence of the substrate on the development of fruit plants seedlings
Palavras-chave em inglês
Fruit plants
Myrtaceae
Pine peel
Substrates
Resumo em inglês
In the Brazilian territory there are a great amount of fruti plants with commercialization potential because of their properties for use as medicinal plants, presenting high vitamin C content and astringent properties. Fruit plants such as those from myrtaceae family: cabeludinha (Plinia glomerata Berg.), grumixama (Eugenia brasiliensis Lam.), surinam cherry (Eugenia uniflora), uvaia (Eugenia pyriformis Cambess) and camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh), and also the lichia (Litchi chinensis Sonn.) from sapindaceae family, are candidates to become economically important cultures, however, there is need for development of optimal conditions for development of those plants. An increment of the substrate usage, including a wide variety of materials in its formulation, has resulted in conditions that favor physical, chemical and biological means for optimal plant development. Therefore, the objective of this study was evaluate, the influence of the different mixture of the substrate made of pinus peel, in the development of seedlings of fruit plants. It was used the completely randomized blocks design, with repeated measures in the time, where each block (location of trays of expanded polystyrene in the greenhouse) was composed of 72 cells, with 06 treatments (T1 = 100% original material of pinus peel); T2 = 100% pinus peel ≤0,1mm (small particles)); T3 = 75% pinus peel ≤0,1mm + 25% pinus peel 0,1 - 4,0mm (big particles); T4 = 50% pinus peel ≤0,1mm + 50% pinus peel 0,1 - 4,0mm; T5 = 25% pinus peel ≤0,1mm + 75% pinus peel 0,1 - 4,0mm; T6 = 100% pinus peel 0,1- 0,4mm) and 12 seeds in each experimental unit, with 5 repetitions, doing a total of 360 plants, of each species. Three evaluations were accomplished for each species, being the first accomplished being after three months of the sowing, followed by two monthly evaluations thereafter. The obtained data were analyzed by the SAS statistical program (2003). The increase in the proportion of small particles into the substrate reduces the germination rate, because the fine texture of pinus peel hinders root water absorption and aeration in the initial days after sowing, after the breakage of the superficial tension. This experiment showed that the substrate influence directly on the developing of seedlings of the fruit plants.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EduardoSuguino.pdf (368.53 Kbytes)
Data de Publicação
2007-02-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.