• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-13022003-145401
Documento
Autor
Nome completo
Isabel Cristina Fialho Harder
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Lima, Ana Maria Liner Pereira (Presidente)
Dematte, Maria Esmeralda Soares Payao
Pivetta, Kathia Fernandes Lopes
Título em português
Inventário quali-quantitativo da arborização e infra-estrutura das praças da cidade de vinhedo (SP).
Palavras-chave em português
arborização – conservação
inventário florestal
monitoramento
praças – infraestrutura
Vinhedo (SP)
Resumo em português
O inventário das espécies arbóreas e da infra-estrutura das praças da cidade de Vinhedo, foi efetuado verificando-se inclusive os equipamentos oferecidos e o estado geral de conservação. Os levantamentos foram feitos no perímetro urbano, excetuando-se os condomínios, as áreas de parques e as de preservação de mananciais. Para a caracterização dos bairros, foram utilizados dois parâmetros: a setorização adotada pela prefeitura e planta de valores imobiliários. Foi realizado o inventário da vegetação arbórea, no qual foram considerados apenas os indivíduos com CAP (circunferência à altura do peito) acima de 10cm e foram levantadas as seguintes informações: nomes comum e científico das espécies; CAP; altura; aspecto geral; diâmetro de copa; latitude e longitude por meio de GPS; presença de pragas, doenças ou parasitas; ocorrência de podas (drástica e/ou de condução); fitossanidade da raiz, tronco e copa. Nas praças, os itens analisados foram: nome da praça, localização, área total de cada praça, número total de árvores e elementos arquitetônicos. Foram levantadas 22 praças, totalizando 764 indivíduos divididos em 23 famílias botânicas, com 55 espécies além de 32 espécies que não foram identificadas até o momento. A espécie de maior ocorrência foi Syagrus romanzoffiana (jerivá), com 31,94%. Em 63,64% das praças, menos de 50% das espécies eram exóticas. A maior parte dos indivíduos apresentou aspecto geral normal, demostrando prática de tratos culturais adequados. Na maioria dos casos, as podas foram feitas corretamente, ou não houve a necessidade de nenhuma intervenção. Do total de 22 praças, apenas cinco apresentaram bom estado geral de conservação tanto dos elementos naturais, como dos construídos. Em 68,18% das praças da cidade, foram encontradas árvores com altura superior a 6m, mostrando que eram áreas que necessitavam apenas de procedimentos de manutenção de rotina. Por outro lado 22,72% das praças necessitavam de práticas de manutenção mais direcionadas ao desenvolvimento das árvores, tais como adubações periódicas, capina, podas de condução. Finalmente, em 13,64% das praças deveriam ocorrer intervenções tanto de manutenção, como de recuperação por meio de novos plantios, ou mesmo, de planejamento para remodelação da área. A cidade de Vinhedo apresentou carência de praças em muitos bairros, pois, dos 31 existentes, apenas oito possuíam alguma área disponível. Os bairros localizados no setor S2 (áreas próximas ao centro ou em bairros onde há apenas comércio local) possuíam maior percentagem de praças (40,91%) e de cobertura vegetal (19.466,04m 2 ). Esses bairros apresentaram arborização melhor que a dos outros setores, principalmente em relação aos localizados em áreas predominantemente industriais, como é o caso de S4. Foi possível observar que a arborização está diretamente ligada ao valor do imóvel. As praças com melhor estado de conservação estavam localizadas em bairros de maior nível sócio-econômico. A cidade de Vinhedo apresentou os seguintes índices cobertura vegetal: 0,55m 2 de copa/habitante; áreas verdes: 2,19m 2 de praça/habitante; áreas verdes para parque de vizinhança: 0,65m 2 de parque de vizinhança/habitante; áreas verdes para parque de bairro: 1,55m 2 de parque de bairro/habitante; áreas verdes utilizáveis: 1,95m 2 de praças utilizáveis/habitante e área verde por bairro: 0,1633m 2 de praças/bairro.
Título em inglês
Quali-quantitative survey of the arborization and infrastructure of the squares of the city of Vinhedo (SP).
Palavras-chave em inglês
arborization – conservation
forest inventary
monitorship
squares – infraestructure
Resumo em inglês
A quali-quantitative survey of the tree species and the general state of the infrastructure of the squares was carried out at the city of Vinhedo. The surveys were made in the urban area, excepting the private housing estates, as well as areas of parks and natural resources. The inventory of the trees was carried out by selecting only individuals with trunk (circumference at the height of 1.30m) in excess of 10cm. The following parameters were assessed: common and scientific names of the species; trunk circumference at 1.30m; height; general state; tree-top diameter; latitude and longitude by means of GPS; presence of plagues, diseases or parasites; occurrence and type of pruning (drastic and/or of training); sanitary state of roots, trunks and tree-tops. Regarding the squares it was also analyzed: name of the square, location, total area of each square, total number of trees and architectural elements. Two parameters were also used for the characterization of the squares: the borough system, as adopted by the city prefecture and the real value of the estates. A total of 22 squares have been surveyed, making up to 764 individuals, comprising 23 botanical families, 55 species, not including 32 species which have not been identified yet. The species of higher frequency showed to be the palm Syagrus romanzoffiana with 31,94% of the individuals. Less than 50% of the species were exotic in 63,64% of the squares. The majority of the individuals showed good general state, where pruning has been made correctly or did not have the need to be made. Out of 22 squares only 5 were found to be in good state of conservation for both natural and constructed elements. In 68,18% of the squares trees were taller than 6m, only feasible to routine maintenance, whilst 22.72% of the squares were in need of better management for the proper development of the trees such as: periodic fertilizations, weeding, prunings tarining; and finally 13.64% of the squares were in need of better maintenance, new planting or planning for renovation. The city of Vinhedo showed a lack of squares in many boroughs. Out of 31 boroughs only 8 had squares. Squares located in sector S2 (areas near to the city center or with local shops), have showed the largest percentage of squares (40,91%) and plant coverage (19.466,04m 2). These borough had a better arborization when compared to those found in predominantly industrials areas, such as S4. It was possible to observe that the arborization is directly related to the value of the property. The squares with better arborization were located in boroughs with higher priced estates. The following indexes were found for the city of Vinhedo: plant coverage - 0,55m 2 tree-top/inhabitant; green areas - 2,19m 2 of square/inhabitant; green areas per neighborhood park - 0,65m 2 neighborhood park/inhabitant; green areas per park of borough - 1,55m 2 park of borough/inhabitant; utilizable green areas - 1,95m 2 usable squares/inhabitant and green area per borough 0,1633m 2 square/ borough.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
isabel.pdf (1.68 Mbytes)
Data de Publicação
2003-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.