• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2014.tde-11112014-090528
Documento
Autor
Nome completo
Fernando Perez Cappello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Sposito, Marcel Bellato (Presidente)
Osaki, Mauro
Roberto, Sergio Ruffo
Título em português
Análise comparativa do custo de produção e rentabilidade da uva 'Niágara Rosada' cultivada em diferentes regiões do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Custo de produção
Investimento
Rentabilidade
Uva \'Niágara Rosada\'
Resumo em português
A 'Niágara Rosada' (Vitis labrusca) é a principal cultivar de mesa produzida no Estado de São Paulo. Esta cultivar apresenta maior rusticidade e menor custo de produção em relação às cultivares de uva fina (Vitis vinifera L.) por ser mais resistente às doenças fúngicas, ter menor custo com mão-de-obra e insumos, pelo menor número de pulverizações e pela ausência de alguns tratos culturais. No Estado de São Paulo, sua produção concentra-se, principalmente, nos Escritórios de Desenvolvimento Rural (EDR) de Campinas, Itapetininga e Jales, e é cultivada sob diferentes sistemas de produção. O objetivo do trabalho foi analisar a viabilidade econômica da cultivar 'Niágara Rosada' nos principais EDRs produtores do Estado de São Paulo. Para isso, foram realizados painéis e estudos de caso com produtores para elaboração do custo de produção, rentabilidade da cultura e análise de investimento, para o ano de 2012, nas diferentes regiões produtoras. No EDR de Campinas, foi avaliado o período de safra principal e temporã, no qual o Custo Total (CT) foi R$ 1,57 por quilo, com uma Receita Líquida Total (RLT) de R$ 0,89 por quilo de uva. Ao considerar apenas a safra principal do EDR de Campinas, a queda na produção elevou o custo e diminuiu a rentabilidade de forma que o CT foi de R$ 1,81 por quilo e a RLT de R$ 0,17 por quilo. No EDR de Itapetininga, para a safra principal, o CT calculado no painel foi de R$ 1,33 por quilo, e a RLT foi de R$ 0,47 por quilo, enquanto que para a safra temporã, a menor produtividade elevou o CT para R$ 2,04 por quilo, mas o melhor preço de venda proporcionou uma RLT de R$ 0,75 por quilo. No EDR de Jales, o CT foi R$ 2,36 por quilo, contudo o elevado preço de venda na entressafra paulista gerou uma RLT de R$ 083 por quilo. Na análise de investimento ao longo de oito anos de produção, considerando-se o valor da terra, o EDR de Campinas apresentou o menor Valor Presente Líquido (VPL), de R$ 12.142,02 por hectare, com uma Taxa Interna de Retorno (TIR) de 3% ao ano e um payback anualizado de oito anos. No EDR de Itapetininga, considerou-se a média de custos e receitas entre as duas safras (principal e temporã), e o VPL resultante foi de R$ 28.313,03 por hectare e a TIR de 8% ao ano, com um payback anualizado no sexto ano de produção. No EDR de Jales, por conta dos preços de venda elevados obtidos na entressafra, o VPL foi o mais elevado, com R$ 97.596,77 por hectare, TIR de 14% ao ano e payback anualizado em cinco anos. Com base nos resultados foi possível verificar que a atividade é rentável, independente do sistema de condução e possui retorno positivo nos moldes da agricultura familiar, apesar de cada EDR possuir suas características tanto para a produção quanto para a comercialização da uva 'Niágara Rosada' que exigem conhecimento da cultura e boa gestão da propriedade por conta dos viticultores.
Título em inglês
Comparative analysis of production costs and profitability of 'Niagara Rosada' grape grown in different regions of São Paulo State
Palavras-chave em inglês
'Niagara Rosada'
Investment
Production cost
Profitability
Table grape
Resumo em inglês
The 'Niagara Rosada' (Vitis labrusca) is the main cultivar of table grape produced in São Paulo State. This cultivar is rustic and has lower production cost than other grapes cultivars (Vitis vinifera L.). In São Paulo State, its production is concentrated in the Rural Development Offices (RDO) of Campinas, Itapetininga and Jales, and this grape has been cultivated in different production systems. This work aims to analyze the economic viability of 'Niagara Rosada' at main RDO producers of São Paulo State. Therefore, panels and case studies were made with grape growers to assess the production cost and to calculate profitability and investment analysis for the crop. At Campinas RDO, the main season and the second season were evaluated, and the Total Cost (TC) obtained was R$ 1.57 per kilo, with R$ 0.89 per kilo of Total Net Revenue (TNR). Considering only the Campinas RDO main season, the decrease of grape production increased the production cost and reduced profitability, the TC reached was R$ 1.81 per kilo and TNR R$ 0.17 per kilo. At Itapetininga RDO main season, the TC calculated in the panel was R$ 1.33 per kilo, and the TNR was R$ 0.47 per kilo. Meanwhile, at second season, the lower productivity increased TC to R$ 2.04 per kilo, but the higher price caused a TNR of R$ 0.75 per kilo. At Jales RDO, TC was increased to R$ 2.36 per kilo, however the high selling prices in the off-season in São Paulo State resulted in TNR of R$ 0.83 per kilo. For the investment analysis during eight producing years, considering the land value, Campinas RDO showed the lowest Net Present Value (NPV), R$ 12,142.02 by hectare, with an Intern Rate Return (IRR) of 3% by year and discounted payback of eight years. At Itapetininga RDO, was considered a cost and revenue average between two seasons (main and second) and NPV obtained was R$ 28,313.03 per hectare and IRR of 8% by year, with a discounted payback at the sixth year of production. At Jales RDO, due high selling prices, the NPV was the highest, R$ 97,596.77 per hectare, 14% of IRR by year and discounted payback at five years. According to the results, it was possible to conclude that grape production is profitable, despite the production system, and has a positive return for familiar agriculture. Despite that, each RDO has its own characteristics in terms of production and commercialization of grapes, requiring knowledge and good management by the grape growers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.