• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2005.tde-10112005-152911
Documento
Autor
Nome completo
Cristiano Elemar Voll
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Victoria Filho, Ricardo (Presidente)
Christoffoleti, Pedro Jacob
Pitelli, Robinson Antonio
Título em português
Aplicação de vinhaça e do extrato de palhiço de cana-de-açúcar no controle de plantas daninhas
Palavras-chave em português
ácido aconítico
alelopatia
cana-de-açúcar
plantas daninhas
vinhaça
Resumo em português
A cultura de cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) tem presença marcante na história do Brasil e possui grande expressão na economia nacional atual. O objetivo deste trabalho visou determinar a ocorrência de efeitos da vinhaça e do extrato de palhiço da cana-de-açúcar no controle de plantas daninhas. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação. Os tratamentos utilizados foram: vinhaça a 0, 100, 200, 300 m³.ha-1, extrato aquoso de palhiço equivalentes à 0, 10, 15 e 20 t.ha-1, e suas combinações. As espécies de plantas daninhas avaliadas no experimento foram: a corda-de-viola (Ipomoea grandifolia Dammer O’Don), picão-preto (Bidens pilosa L.), capimcolchão (Digitaria horizontalis Willd) e capim-marmelada (Brachiaria plantaginea Link Hitchc). Um experimento adicional foi conduzido para determinar os efeitos de ácido aconítico (AA) analítico, determinado na vinhaça e no extrato pela cromatografia líquida, sobre a germinação destas plantas daninhas. As doses foram de 0, 1, 2 e 3 mmol/gerbox de AA. Os experimentos foram conduzidos em delineamentos estatísticos de blocos casualizados, com quatro repetições. As avaliações foram a emergência das plantas daninhas, a biomassa seca e o altura da parte aérea e comprimento das raízes de 10 plantas daninhas/vaso. Os resultados obtidos indicaram que a emergência das plantas daninhas I. grandifolia, B. pilosa e D. horizontalis foi reduzida pela aplicação de vinhaça após 7 dias de semeadura. Aos 15 dias após semeadura e aplicação de vinhaça, somente houve redução sobre a emergência das plantas daninhas B. pilosa e I. grandifolia. As espécies suscetíveis ao extrato foram B. pilosa e D. horizontalis aos 7 dias após semeadura. O ácido aconítico reduziu a germinação de I. grandifolia e B. pilosa. Conclui-se que a vinhaça e o extrato apresentam efeitos alelopáticos sobre algumas espécies daninhas, devidos à presença de AA.
Título em inglês
Use of vinasse and sugarcane straw extract on weed control
Palavras-chave em inglês
aconitic acid
allelopathy
sugarcane
vinasse
weed
Resumo em inglês
Sugarcane (Saccharum officinarum L.) has major presence in the history of Brazil and possess great expression in the current national economy. The objective of this work was to determine the occurrence effects of vinasse and raw extract of sugarcane in the control of weeds. The experiments were carried out in greenhouse. Treatments used were vinasse at 0, 100, 200, 300 m³.ha -1 and watery extract of raw sugarcane equivalents of 0, 10, 15 and 20 t.ha -1, and its combinations. Weed species used in the experiment were morningglory (Ipomoea grandifolia Dammer O’Don), starbristtle (Bidens pilosa L.), large crabgrass (Digitaria horizontalis Willd) and alexandergrass (Brachiaria plantaginea Link Hitchc). An additional experiment was carried out to determine the effect of pure aconitic acid (AA), determined in the vinasse and extract by liquid chromatography, on the germination of these weeds. The aconitic acid levels used were 0, 1, 2 and 3 mmol of AA /gerbox. Experiments were statistical designs of randomized blocks, with four replicates. Emergence of weeds, dry biomass and aerial and root part lengths of 10 weeds/vase were determined. Results indicated that emergence of weed I. grandifolia, Bidens pilosa e D. horizontalis were reduced by vinasse application, at 7 days after sowing. After 15 days of sowing and vinasse application, the weeds B. pilosa and I.grandifolia have your emergency reduced. The susceptible species to the extract were B. pilosa and D. horizontalis at 7 after sowing. Aconitic acid reduced germination of I. grandifolia and B. pilosa. Conclusions were that vinasse and raw extract of sugarcane present allelopathic effects on some weeds, due to the presence of aconitic acid.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CristianoVoll.pdf (166.81 Kbytes)
Data de Publicação
2006-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.