• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2009.tde-10092009-092331
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Campagnol
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2009
Orientador
Banca examinadora
Mello, Simone da Costa (Presidente)
Cardoso, Antônio Ismael Inácio
Melo, Paulo Cesar Tavares de
Título em português
Sistemas de condução de mini melancia cultivada em ambiente protegido
Palavras-chave em português
Ambiente protegido (plantas)
Densidade de plantio
Melancia
Poda
Sistemas de cultivo.
Resumo em português
Dois experimentos foram conduzidos em casa de vegetação com o objetivo de avaliar a influência do espaçamento entre plantas, do sistema de condução e da altura de poda de mini melancia conduzidas na vertical. O híbrido utilizado foi o Smile. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. O primeiro experimento foi conduzido no período de 12 de agosto a 25 de novembro de 2008, cujos tratamentos foram três alturas de poda da haste principal (1,7; 2,2 e 2,7 m) e dois espaçamentos entre plantas (30 e 45 cm). O segundo experimento foi conduzido no período de 20 de outubro de 2008 a 16 de janeiro de 2009 e os tratamentos foram compostos por três sistemas de condução (S1 = uma haste e um fruto por planta conduzido na haste principal; S2 = uma haste e um fruto por planta conduzido na haste secundária e S3 = duas hastes e um fruto por planta conduzido na haste principal) e dois espaçamentos entre plantas (30 e 60 cm). No primeiro experimento o índice de área foliar, o teor de sólidos solúveis (SS), de ácido ascórbico, a acidez titulável (AT) e a produtividade comercial foram maiores no espaçamento de 30 cm entre plantas. A produtividade total sofreu influência tanto da altura de poda como do espaçamento entre plantas, cujo maior valor foi obtido pela combinação da altura de poda de 2,7m e espaçamento de 30 cm. Por outro lado, foi na altura de poda de 2,2 m e espaçamento de 45 cm que ocorreu o maior valor para a relação SS/AT. A altura de poda de 1,7 m proporcionou maior porcentagem de frutos colhidos na última colheita. No segundo experimento, o sistema de condução S2 no espaçamento de 30 cm entre plantas proporcionou maior índice de área foliar e firmeza da polpa. A produtividade total foi maior no sistema de condução S3 em relação somente ao sistema de condução S1. Os sistemas de condução S1 e S3 promoveram maior porcentagem de frutos colhidos na primeira colheita, enquanto que no sistema S2 a maior parte dos frutos foi colhida na última colheita. Dessa forma, levando-se em consideração as características avaliadas, de modo geral, no primeiro experimento, a melhor opção para o produtor é a realização da poda da haste principal a 2,2 m de altura e espaçamento de 30 cm entre plantas. No segundo experimento, a condução com duas hastes e um fruto (S3) com espaçamento de 30 cm entre plantas, além de constituir um sistema de condução simples, proporciona elevada produtividade e qualidade dos frutos.
Título em inglês
Mini watermelon cultivation systems in greenhouse
Palavras-chave em inglês
Cultivation systems.
Plant density Watermelon
Protect environment (plants)
Prune
Resumo em inglês
Two experiments were conducted in greenhouse in order to evaluate the influence of plants spacing, the training systems and the height of pruning of main stem of mini watermelon through vertical conduction. The hybrid used was 'Smile'. The experimental design was randomized blocks with four replications. The first experiment was carried out from August 12 to November 25, 2008. The treatments were three heights of pruning of main stem (1.7, 2.2 and 2.7 m) and two plants spacing (30 and 45 cm). The second experiment was carried out from October 20, 2008 to January 16, 2009 and the treatments consist of three training systems (S1 = one stem and one fruit per plant fixed in the main stem, S2 = one stem and one fruit plant fixed in the lateral branch and S3 = two stems and one fruit per plant fixed in the main stem) and two plants spacing (30 and 60 cm). In the first experiment the leaf area index, the content of soluble solids content (SS), ascorbic acid, acidity titratable (AT) and marketable yield were higher in 30 cm plants spacing. The total yield was influenced both the height of pruning and the plants spacing, whose greatest value was obtained by the combination of height of pruning of 2.7 m and spacing of 30 cm. However, the highest value for the ratio SS/AT was observed in the pruning of 2.2 m, and spacing of 45 cm. The height of pruning of 1.7 m provided the greatest percentage of fruit harvested in the last harvest. In the second experiment, the training system S2 with spacing of 30 cm between plants provided higher leaf area index and firmness of flesh. The total yield was higher in the training system S3 only than the training system S1. The training systems S1 and S3 promoted higher percentage of fruit harvested in the first harvest, while the system S2 the majority of fruits were harvested at last. Thus, taking into account the characteristics evaluated, in general, in the first experiment, the better option for the producer is the performance of pruning to 2.2 m in height and 30 cm plants spacing. In the second experiment, the conduction with two stems and one fruit (S3) with spacing of 30 cm between plants, and as a simple training system, provide high productivity and quality of fruit.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Rafael_Campagnol.pdf (18.59 Mbytes)
Data de Publicação
2009-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.