• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2012.tde-09082012-085941
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Maria Geerdink
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2012
Orientador
Banca examinadora
Kluge, Ricardo Alfredo (Presidente)
Dias, Glaucia Moraes
Rodrigues, Paulo Hercílio Viegas
Título em português
Efeito de tratamentos pré e pós-colheita na qualidade de rosas de corte
Palavras-chave em português
Fertirrigação
Peroxidase
Pós-colheita
Pré-colheita
Respiração
Rosa
Silício
Resumo em português
O objetivo do trabalho foi o desenvolvimento de tecnologias para melhoria da qualidade e vida de vaso em rosas (Rosa hybrida.) Vega. Os tratamentos précolheita foram realizados com aplicação de silício (0, 200, 400 e 800 mg L-1) por meio de fertirrigação via solo e via foliar. Foram realizadas seis aplicações semanais de silicato de potássio (12% Si) em rosas Vega, distribuídas em blocos casualisados com quatro repetições, e seis avaliações pós-colheita (dias 0, 2, 4, 6, 8 e 10). Após a colheita, foram avaliados: comprimento de haste, diâmetro de haste e de pedúnculo, comprimento de botão e a massa das hastes. As flores foram armazenadas em vasos com água deionizada a 20±1°C e 65±5% UR, sendo avaliadas: variação da massa fresca, conteúdo relativo de água (CRA) de pétalas e folhas, atividade de peroxidase, abertura floral, curvatura do pedúnculo, turgescência e escurecimento de pétalas, e coloração de pétalas. A aplicação de 400 mg L-1 de silício proporcionou maior comprimento de haste, maior CRA e cromaticidade das pétalas e menor atividade de peroxidase. A aplicação foliar também apresentou maior comprimento de botão, CRA de folhas, e luminosidade de pétalas, e a aplicação via solo também apresentou maior diâmetro de haste, maior massa inicial, menor variação de massa fresca e maior abertura floral, indicando que a aplicação de silício pode contribuir para melhorar a qualidade de rosas Vega. Os tratamentos pós-colheita foram realizados com aplicações de 0,1 mM de salicilato de metila (MeSa), 1 L L-1 de 1-metilciclopropeno (1-MCP), e 1 mM de ácido salicílico (AS). Após a aplicação dos tratamentos por 12 horas, as flores foram mantidas em vasos com água deionizada, armazenadas a 25±1°C e 65±5% U R. O delineamento experimental foi inteiramente casualisado, com quatro repetições por tratamento e seis avaliações (dias 0, 2, 4, 6, 8 e 10). Os tratamentos com AS e 1-MCP reduziram a atividade respiratória, produção de etileno, perda de massa e a curvatura do pedúnculo, tendo permitido maior manutenção do conteúdo relativo de água das pétalas, maior abertura floral, maior luminosidade das pétalas, e maior atividade de peroxidase. O AS também proporcionou melhor manutenção da turgescência, do conteúdo relativo de água das folhas, e menor escurecimento das pétalas.
Título em inglês
Effect of pre and postharvest treatments in quality of cut rose
Palavras-chave em inglês
1-MCP
Ethylene
Peroxidase
Relative water content
Respiration
Rosa hybrida
Salicylate compounds
Silicon
Resumo em inglês
The objective of this study was the development of technologies to increase the quality and vase life of cut roses (Rosa hybrida.) Vega. The pre-harvest treatments were the application of silicon (0, 200, 400 and 800 mg L-1) via foliar spray and root feeding, in quality of cut roses. Six weekly applications of potassium silicate (12% Si) were performed on roses Vega, distributed in a randomized block design with four replicates per treatment, and six evaluations (days 0, 2, 4, 6, 8 and 10). After harvest, the stem length, stem diameter, peduncle diameter, bud length and mass of the stems were evaluated. The flowers were kept in vases with deionized water, stored at 20±1°C and 65±5% RH, with evaluati ons of loss of fresh weight, leaf and petal relative water content (RWC), peroxidase activity, flower opening, bent neck, turgidity, petal darkening, and color of petals. The application of 400 mg L-1 of silicon provided increase in stem length, in petal RWC, petal chromaticity and reduced peroxidase activity. The application via foliar spray also increased bud length, the leaf RWC and the petal luminosity. The root feeding also increased the stem diameter, the floral opening, the initial mass, and reduced the fresh weight loss, indicating that the application of silicon can improve the quality of roses Vega. The postharvest treatments were the application of 0,1 mM of methyl salicylate (MeSa), 1 L L-1 of 1-methylcyclopropene (1-MCP), and 1 mM of salicylic acid (SA), in postharvest quality conservation of Vega roses. After the application of treatments for 12 hours, the flowers were kept in vases with deionized water, stored at 25±1°C and 65±5% RH. The experimental design was completely randomized, with four replications and six evaluations (days 0, 2, 4, 6, 8 and 10). The treatments with SA and 1-MCP reduced respiratory activity, ethylene production, loss of fresh weight and bent neck; and enable better maintenance of petal relative water content, largest flower opening and higher petal luminosity. SA also provided better maintenance of turgidity and leaf relative water content and less petal darkening.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.