• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2013.tde-13032013-165240
Documento
Autor
Nome completo
Renata Moreschi Mesquini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2013
Orientador
Banca examinadora
Bergamin Filho, Armando (Presidente)
Massola Júnior, Nelson Sidnei
Carneiro, Luciana Celeste
Título em português
Componentes monocíclicos e quantificação de danos no patossistema Corynespora cassiicola - soja
Palavras-chave em português
Doenças de plantas
Mancha alvo
Molhamento foliar
Produtividade
Severidade
Soja
Temperatura
Resumo em português
A soja é a cultura de grãos mais importante no Brasil. Na safra de 2010/11 ocupou uma área de 24 milhões de hectares, se destacando como principal oleaginosa produzida e consumida no mundo. Alguns fatores podem limitar a produção da soja, entre eles as doenças. A mancha- alvo (Corynespora cassiicola) é frequente nas em todas as regiões produtoras de soja no Brasil e nos últimos anos tem se atribuído prejuízos crescentes à doença. Os objetivos deste trabalho foram: determinar a faixa ideal de temperatura para o crescimento micelial de diferentes isolados de C. cassiicola; verificar a esporulação em função do meio de cultura; avaliar a germinação de conídios sob diferentes períodos de molhamento foliar; estudar o efeito da temperatura e molhamento foliar nos componentes monocíclicos e realizar estudos de quantificação de danos. Para avaliar o efeito da temperatura no crescimento micelial, diferentes isolados foram mantidos nas temperaturas de 5°C, 10°C, 15°C, 20°C, 25°C, 30°C e 35°C. A temperatura mínima e máxima estimada pela função beta generalizada para o crescimento micelial foi de 6,9°C e 33°C, respectivamente. A esporulação foi estudada nos meios de cultura BDA e Czapek. Os dados obtidos foram comparados por meio do teste Scott-Knott (P<0,05). A produção de conídios foi variável em função do isolado, tanto em meio BDA como Czapek. O ensaio de germinação foi feito em folhas de soja utilizando-se diferentes períodos de molhamento foliar (2, 6, 12, 24, 48 e 72 horas). A contagem de conídios germinados foi feita em microscópio eletrônico de varredura. A germinação de conídios na superfície das folhas foi verificada a partir do período de 6 horas. Para o estudo dos componentes monocíclicos as temperaturas testadas foram 10ºC, 15ºC, 20ºC, 25 ºC e 30ºC e os períodos de molhamento foliar foram 12, 24, 48 e 72 horas. As variáveis quantificadas foram a severidade, o número e o diâmetro das lesões. Os dados foram ajustados às funções beta generalizada e monomolecular. A temperatura mínima, máxima e ótima capazes de promover o desenvolvimento da mancha-alvo foram de 18°C, 32°C e 27°C, respectivamente. O período de molhamemto foliar de 48 horas resultou em maior desenvolvimento da doença. No ensaio de quantificação de danos, cultivares comerciais foram semeadas em duas épocas. Os componentes avaliados em campo foram: a severidade, a área foliar, o indice vegetativo da diferença normalizada (NDVI) e a produtividade (kg ha-1). Com o uso destes dados foram calculadas a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD), a área abaixo da curva de progresso do índice de área foliar (AULIAPC), o indice de área foliar (LAI), o indice de área foliar sadia (HLAI), a duração da área foliar sadia (HAD) e a absorção da área foliar sadia (HAA). Neste ensaio verificou-se que valores de severidade de até 37% no dossel inferior não causam danos no patossistema C.cassicola - soja. As variáveis HLAI e AULAIPC se correlacionaram com a produtividade e podem ser úteis para estudos futuros de quantificação de danos para este patossistema.
Título em inglês
Monocyclic components and damage quantification of Corynespora cassiicola - soybean pathosystem
Palavras-chave em inglês
Disease severity
Grain yield
Lef wetness
Plant diseases
Soybean
Target spot
Temperature
Resumo em inglês
Soybean is the most important grain crop in Brazil. The production of 2010/11 occupied an area of 24 million hectares, becoming the most important oilseed produced and consumed worldwide. Some factors, such as diseases, may limit soybean production. The target spot caused by Corynespora cassiicola is frequent in all soybean producing regions in Brazil and in the past years, an increasing loss has been assigned to it. The aims of the present study were to determine the ideal temperature range for mycelial growth of different isolates of C. cassiicola; verify the sporulation in relation to the culture medium; evaluate the conidia germination under different periods of leaf wetness; study the effect of the temperature and the leaf wetness on the monocyclic components and carry out studies of crop loss in the field. In order to evaluate the effect of the temperature on the mycelial growth, different isolates were cultivated at the temperatures of 5°C, 10°C, 15°C, 20°C, 25°C, 30°C and 35°C. The minimum and maximum estimated temperature by the beta function to provide C.cassiicola mycelial growth was 6.9 °C and 33 °C, respectively. The sporulation was analyzed in PDA and Czapek culture media. The results obtained were compared through the Scott-Knott test (P <0.05). The conidia production varied according to each isolate on both PDA and Czapek medias. The germination test was carried out in soybean leaves using different leaf wetness periods (0, 12, 24, 48 and 72 hours). The germinated conidia measurement was done in a scanning electron microscope. The conidia germination on the leaves surface was observed from 6 hours. The temperatures used to study the monocyclic components were 10 º C, 15 º C, 20 º C, 25 º C and 30 º C and the leaf wetness periods were 12, 24, 48 and 72 hours. The variables quantified were severity, number and diameter of lesions. The data were adjusted to the generalized beta and monomolecular functions. The minimum, maximum and optimum temperature able to promote the development of target spot in soybean leaves were 18 ° C, 32 ° C and 27 ° C, respectively. The 48- hour leaf wetness resulted in greater development of the disease. For damage quantification, commercial cultivars were sown in two sowing times. The components evaluated in the field were: severity, leaf area, normalized difference vegetation index (NDVI) and grain yield (kg ha-1). Using these data, it was calculated the area under disease progress curve (AUDPC), area under the leaf area index progress curve (AULIAPC), leaf area index (LAI), healthy leaf area index (HLAI), healthy area duration (HAD) and healthy area absorption area (HAA). The severity values up to 37% in the lower canopy do not cause crop loss in C.cassicola - soybean pathosystem .The variables HLAI and AULAIPC correlated with grain yield and may be useful for future studies of crop loss for this pathosystem.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.