• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2004.tde-24112004-090158
Documento
Autor
Nome completo
Alivinio de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Peres, Fernando Curi (Presidente)
Ambrósio, Luis Alberto
Bernardes, Elaine Mendonça
Cases, José Maria Trepat
Neves, Evaristo Marzabal
Título em português
Hidrovia Tocantins-Araguaia: importância e impactos econômicos, sociais e ambientais segundo a percepção dos agentes econômicos locais.
Palavras-chave em português
desenvolvimento econômico
hidrovias
impactos ambientais
impactos econômicos
impactos sociais
Resumo em português
O presente estudo avalia a percepção de potenciais usuários da Hidrovia Tocantins-Araguaia sobre seus possíveis impactos econômicos, sociais e ambientais em 7 municípios, no Estado do Tocantins. Foram entrevistados 24 indivíduos representantes do poder público, da iniciativa privada, de entidades de classe e de organizações não-governamentais ambientalistas. Como evidência de campo, verificou-se que, no rio Araguaia, a limitada infra-estrutura operacional, instalada em 1998, está completamente deteriorada e que as embarcações estão sem uso desde 2000. No rio Tocantins, verificou-se a inexistência de eclusas que permitam vencer os desníveis naturais mais agressivos, aumentando a navegabilidade e possibilitando o tráfego dos comboios. Diante disso, pode-se afirmar que a Hidrovia ainda está longe de se consolidar como um modal de transporte alternativo para o Estado. Quanto à opinião dos entrevistados, de modo geral,consideram interessante, oportuna e estratégica a presença da Hidrovia Tocantins-Araguaia em seus municípios, principalmente para o transporte de insumos e produtos. A despeito da pouca nformação de que dispunham sobre sua dimensão, potencial e impactos, manifestaram expectativas positivas quanto aos aspectos econômicos e sociais e negativas quanto aos ambientais. Vários assinalaram que o lento processo de implantação compromete sua inserção nos projetos institucionais ou empresariais e causa descrença sobre sua consolidação. A análise estatística dos dados de campo, realizada através de uma regressão do tipo stepwise, revela que os agentes econômicos relacionam a importância da Hidrovia Tocantins-Araguaia para seus municípios aos impactos econômicos, sociais e ambientais que ela possa causar. Os resultados individuais mostraram-se significativos, segundo o nível de probabilidade “p”, para as variáveis selecionadas pelo modelo, sob α = 0,20(erro tipo I) estabelecido à priori. Foram significativos e positivos os coeficientes das variáveis geração de emprego e renda, oferta de serviços estruturais municipais e valor das propriedades ribeirinhas e, negativos, os coeficientes das variáveis conhecimento e informação sobre a hidrovia, atividades de indústria e comércio, atividades de turismo e oferta de serviços sociais municipais. A variável atividades de agricultura não foi significativa. O grupo focal, realizado com a finalidade de ampliar a discussão qualitativa sobre a Hidrovia Tocantins-Araguaia, foi consensual em relação aos benefícios econômicos e sociais proporcionados ao Estado do Tocantins e aos circunvizinhos. Porém, alertou sobre os possíveis impactos negativos no meio ambiente, especialmente no Rio Araguaia. Em linhas gerais, o estudo permitiu concluir pela necessidade e benefícios de serem consideradas as impressões qualitativas dos potenciais usuários na avaliação de viabilidade econômica de projetos de infra-estrutura de transporte. Tais impressões serviriam como parâmetros de ponderação dos aspectos quantitativos levantados pelo empreendedor, favorecendo a escolha do empreendimento mais adequado sob o ponto de vista econômico, social e ambiental. Sobre a implantação efetiva da Hidrovia Tocantins-Araguaia, no Estado do Tocantins, alerta-se para os impactos que ela possa causar. Ainda que sob o ponto de vista comum sejam esperados benefícios econômicos e sociais, sob o ponto de vista ambiental a sensação é de perda de qualidade. O Rio Araguaia, pela sua juventude e fragilidade dos ecossistemas que congrega,exige tratamento especial, baseado num cuidadoso plano de intervenções, que respeite suas características naturais, bem como as das espécies e populações que o habitam, inclusive a humana. O Rio Tocantins, ainda que menos indefeso pela sua maior idade, precisa de tratamento adequado, uma vez que dele depende não só a Hidrovia Tocantins e o projeto multimodal de transporte mas,também, todo o projeto de geração de energia hidrelétrica do Estado.
Título em inglês
Tocantins-Araguaia waterway: importance and economic, social and environmental impacts, according to the perception of the local economic agents.
Palavras-chave em inglês
economic development
economic impacts
environmental impacts
social impacts
waterway
Resumo em inglês
The present study aims to evaluate the perception of potential users of the Tocantins-Araguaia Waterway concerning the possibility of economic, social and environmental impacts in 7 municipalities, in the State of Tocantins. For this purpose, 24 individuals representing the government, private sector and non-government environmental organizations, have been interviewed. Field evidences shows that in the Araguaia River the limited operational infrastructure, installed in 1998, is completely deteriorated and that the ships have not been used since the year 2000. It has been, in the Tocantins River, noticed the nonexistence of dams, which allow to regulate the more aggressive natural differences in the river levels, increasing the navigability of the convoys. Therefore, it can be stated that the waterway is still far from it’s consolidation as a transportation alternative for this State. As for the opinion of those who have been interviewed, in general, the presence of the Tocantins- Araguaia Waterway in their municipalities is considered interesting and strategic, mainly for the transportation of inputs and finished goods. Despite the little information available as to its dimension, potential and impacts, positive expectation have been manifested as to economic and social aspects, and negative as to environmental aspects. Several of them stated that the slow process of implantation difficult its introduction in the projects or enterprises and causes the incredibility over its consolidation. The statistical analysis of the field data, made through a stepwise regression reveals that the economic agents relates the importance of the Tocantins-Araguaia Waterway for their municipalities to the economic, social and environmental impacts that it might cause. The individual results are significant, according to the confidence level p , for the variables selected by the model, under α = 0,20 (tipe I error) à priori determined. The coefficients of the variables job creation and income improvement, municipal social service offer and the value of the water side properties were significant and positive and the coefficients of the variables knowledge and information on waterway, commercial and industrial activities, tourism activities, and the municipal social service offer, were negative. The variable agricultural activities was not significant. The focal group about Tocantins-Araguaia Waterway was consensual over the economic and social benefits for the State of Tocantins. However, the group warned about possible negative impacts in the environment, especially in the Araguaia River. In general, the study permitted to conclude for the necessity and benefits to consider the qualitative impressions of the potential users in the evaluation of the economic viability of transportation infrastructure projects. Such impressions would serve as parameters of the qualitative aspects brought forward by the entrepreneur, improving the choice of the most adequate enterprise under the economic, social and environmental aspects. As for the effective implantation of the Tocantins-Araguaia Waterway, in the State of Tocantins, the impacts that it may cause should be brought forward. Although economic and social benefits are expected, the perception is of loss of the environmental quality. The Araguaia River, because of its youth and ecosystems fragility, demands a special treatment, based on a careful plan of interventions, that respects its natural characteristics, as well as the species and populations that inhabit it, including the human. The Tocantins River also needs a proper treatment due to the Tocantins Waterway, the multimodal transportation and the hydroelectric generation projects of the State, which depends on it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
alivinio.pdf (1.52 Mbytes)
Data de Publicação
2004-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.