• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Marcos de Oliveira Garcias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Kassouf, Ana Lucia (Presidente)
Arends-Kuenning, Mary
Kawamura, Henrique Coelho
Spolador, Humberto Francisco Silva
Título em português
Pesquisa de transição da escola para o trabalho: uma avaliação para o Brasil
Palavras-chave em português
Jovens
Mobilidade
Qualificação excessiva
Satisfação no trabalho
Transição
Resumo em português
Jovens passam por grandes mudanças no período de transição entre educação e trabalho. Expectativas educacionais não bem-sucedidas e altos níveis de desemprego de jovens são indicativos de dificuldades encontradas por esses na passagem para a vida adulta. Enquanto muitas políticas são continuamente propostas no Brasil para tentar amenizar possíveis efeitos negativos dessas mudanças, há poucas pesquisas empíricas para auxiliar os tomadores de decisão. Esta tese, formada por dois ensaios complementares, pretende analisar os fatores que afetam a transição entre a escola e o trabalho e propor ideias de como auxiliar no desenho de políticas efetivas para os adolescentes. Para tanto, foi utilizada a Pesquisa Transição da Escola para o Trabalho (School-to-Work Transition Survey), realizada pela Organização Internacional do Trabalho em 2013. A base de dados apresenta questões retrospectivas em relação às características socioeconômicas dos pais, permitindo mensurar a mobilidade entre gerações para os jovens - o que possibilitou a elaboração do primeiro ensaio dessa tese. Os resultados obtidos evidenciam uma elevada mobilidade entre gerações, principalmente quando os pais tinham níveis mais baixos de educação. Já para analisar os retornos da educação sobre os rendimentos, segundo objetivo do primeiro ensaio, foram estimadas equações de rendimentos pelo modelo de seleção de Heckman. A educação dos jovens e dos pais mostrou ter impacto relevante sobre o rendimento. No segundo ensaio, avaliou-se a satisfação no trabalho, que até o momento tem sido pouco estudada em países em desenvolvimento. A relação entre as capacidades profissionais dos indivíduos e as demandas do mercado de trabalho ainda é pouco compreendida. Foi então realizada uma análise da satisfação profissional dos jovens de 15 a 29 anos. Ao contrário dos estudos já realizados sobre o tema satisfação profissional, a análise aqui desenvolvida se concentrou apenas nos jovens trabalhadores. Seguindo a literatura existente, utilizou-se o modelo próbite ordenado, sendo a variável dependente o grau de satisfação profissional dos jovens. Observou-se um efeito negativo sobre a satisfação do excesso de qualificação dos jovens. A magnitude desse efeito variou entre indivíduos empregados e aqueles que trabalham por conta própria. Considerados os resultados de ambos os ensaios, tem-se evidências de que houve uma melhora na qualificação dos jovens brasileiros, muitos deles apresentando escolaridade maior do que a de seus pais. Todavia, essa qualificação não está associada, necessariamente, a uma melhoria na satisfação dos jovens com o trabalho principal. Assim, os resultados encontrados poderão chamar a atenção dos formuladores de políticas públicas e de organizações não governamentais para a importância, não apenas da criação de novos postos de trabalho, mas também da criação de oportunidades de emprego com qualidade para os jovens brasileiros.
Título em inglês
School-to-work transition survey: an analysis for Brazil
Palavras-chave em inglês
Job satisfaction
Mobility
Over education
Transition
Youths
Resumo em inglês
Youths suffer major changes in the transition period between education and work. Unsuccessful educational expectations and high levels of youth's unemployment are indicative of difficulties encountered by young people as they move into adult life. While many policies are continually being proposed in Brazil to try to mitigate these changes, there is little empirical research to assist policy makers. This dissertation aimed to analyze the factors that affect the transition between school and work and to propose ideas on how to design effective policies for youth. To do so, we used the School-to-Work Transition Survey carried out by the International Labor Organization in 2013. The database presents retrospective questions regarding the socioeconomic characteristics of the parents, allowing us to measure the mobility between generations from 15 to 29 years of age. The results obtained in the first paper show a huge mobility between generations, especially when parents had lower levels of education. To analyze the returns to education on wages, the income equations were estimated by Heckman selection model. The education of youth and parents had a great impact on earnings. The second paper evaluated the question of job satisfaction, which has a small number of studies in developing countries. The adjustment between individuals' occupational skills and the labor market demand is still poorly understood. The objective was to carry out a comparative analysis of the professional satisfaction of young people aged 15 to 29 years old. Contrary to previous studies that address the subject of job satisfaction, the analysis developed here focused only on young workers. Following the existing literature, an ordered probit model was used, with the dependent variable being the degree of job satisfaction among young people. A negative and significant effect of over education was observed, the magnitude of the effect varies for individuals employees and those who are self-employed. These results show that there was an improvement in the qualification of Brazilian youths, many of whom presented higher educational levels than their parents. However, such qualification is not necessarily associated with improved job satisfaction for young people. Thus, the results found here may attract the attention of public policy makers as well as non-governmental organizations to the importance of not only creating new jobs, but also creating quality employment opportunities for Brazilian youths.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.