• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2004.tde-16112004-150759
Documento
Autor
Nome completo
Luis Alberto Ferreira Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Ferreira Filho, Joaquim Bento de Souza (Presidente)
Dias, Roberto Serpa
Istake, Márcia
Neves, Evaristo Marzabal
Zen, Sérgio De
Título em português
Economias de escala na produção de frangos de corte no Brasil.
Palavras-chave em português
agronegócio
custo de produção
economia de escala
frangos de corte – aspectos econômicos
produção (economia)
Resumo em português
A fim de atender uma demanda interna e externa crescente, a produção de frangos de corte, de excepcional desempenho no agronegócio brasileiro, tem se expandido, nos últimos anos, para outros estados do país além dos tradicionais produtores. Particularmente nos estados da região Centro-Oeste, importantes projetos avícolas foram implantados, incorporando-se novos produtores ao sistema. Observa-se que, alguns destes avicultores da nova fronteira possuem áreas de terra maiores e produzem em maior escala que os produtores da região tradicional. Justifica-se, assim, a investigação empírica para determinar o tamanho ótimo da atividade de produção de frangos de corte, a fim de inferir sobre a existência ou não de economias de escala no setor. Adicionalmente, procura-se avaliar a possibilidade dos pequenos produtores avícolas das regiões tradicionais serem afetados, diante da concorrência com a produção em grande escala do Centro-Oeste brasileiro. Neste sentido, o objetivo central do presente trabalho é o de estimar uma função de custo transcendental logarítmica (translog) para a atividade de produção de frangos de corte, por conseguinte, verificar a existência de economias de escala no setor. O referencial teórico do estudo é o da teoria microeconômica dos custos de produção e dualidade. Os dados utilizados para a análise são de corte transversal, obtidos a partir de pesquisa de campo, realizada de setembro a dezembro de 2002, em uma amostra de 229 (duzentos e vinte e nove) granjas produtoras de frango de corte dos principais estados produtores do País. O trabalho inclui, também, a caracterização sócio-econômica dos produtores de frango pesquisados. Conclui-se que a amostra representa bem as realidades regionais, com o predomínio de produtores com pequenas propriedades e menor capacidade produtiva no Sul do País e Minas Gerais e produtores com propriedades maiores e níveis de produção mais elevados nos estados do Centro-Oeste brasileiro. As estimativas de economias de escala obtidas para o modelo de custos translog apontam uma escala ótima de produção de aproximadamente 110 mil Kg de frango vivo, que poderia ser obtida em propriedades com 3.500m2 de aviário, aproximadamente. Os resultados sugerem a comprovação da hipótese que as economias de escala estejam determinando uma nova configuração para o setor de produção de frangos de corte no Brasil. Porém, o tamanho ótimo da exploração, obtido no trabalho empírico, é menor que o sugerido por algumas empresas de abate do setor. Estas propriedades, com produções superiores, estariam operando com deseconomias, o que poderia ocasionar uma certa pressão dos produtores por uma melhor remuneração da atividade por parte da agroindústria parceira. Além do mais, a própria estrutura da produção em parceira, implantada nos novos projetos do Centro-Oeste brasileiro, composta por um pequeno número de grandes produtores, expõe a agroindústria e fortalece os produtores quanto a negociações de preços. As evidências sugerem, também, a comprovação da hipótese de que algumas características da pequena produção podem minimizar a importância destas economias e, muito provavelmente, são determinantes para a manutenção da produção em pequena escala nas regiões produtoras tradicionais.
Título em inglês
Economies of scale in the Brazilian broiler production.
Palavras-chave em inglês
agribusiness
broiler - economic aspects
economies of scale
production (economy)
production costs
Resumo em inglês
Pushed by a growing demand, the Brazilian broiler production sector, which faced an outstanding development in recent years, spread to other states in the country. Important new projects were set up, particularly in the Center-West region, incorporating new producers to the system. The recognition that many of these new producers have larger operations than those of the traditional areas motivated this study, which seeks to determine the optimal scale of operation in the activity. The extent to which this will affect the small production in the more traditional areas will also be examined. The main objective of this paper is to estimate a translog cost function for the broiler production activity in Brazil, to infer about the existence of scale economies in the sector. The theoretical approach relies on the microeconomic theory of production costs and duality. We use cross-section data obtained through a field research undertake during the period of September to December 2002, in a sample of 229 broiler-producing units in the main producer states in Brazil. The paper also addresses a socio-economic characterization of the surveyed units. The sample reflects regional detail of production structure, with smaller producers concentrated in Southern Brazil and Minas Gerais state, while larger producers concentrate in the Center-West region. The economies of scale estimates point to an optimal scale of production around 110 thousand kilos of broiler hens that could be produced in a plant with approximately 3,500 m2. The results point to the hypothesis that the presence of scale economies could be determining a new production structure for the sector in Brazil. The optimal size found, however, is smaller than what has been suggested by some processing industries. Some properties, then, would be operating with diseconomies, beyond the optimal scale of production, what could cause pressures for rising prices. Moreover, the structure of production in partnership proposed by the processing industry in the Center-West region, comprised by a smaller number of larger scale producers give the latter greater price bargaining power. And, finally, the evidence found also suggests that some aspects of the small production system work to reduce the importance of these scale economies, and are determinant to keep the small-scale operations in the traditional regions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
luis.pdf (1.39 Mbytes)
Data de Publicação
2004-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.