• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2000.tde-11032002-104853
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Hattnher Menegário
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Banca examinadora
Araujo, Paulo Fernando Cidade de (Presidente)
Bialoskorski Neto, Sigismundo
Ferreira, Leo da Rocha
Título em português
Emprego de indicadores sócio-econômicos na avaliação financeira de cooperativas agropecuárias.
Palavras-chave em português
avaliação econômica
cooperativa agrícola
cooperativismo
finança
indicador sócio-econômico
Resumo em português
A maioria das cooperativas brasileiras preocupa-se em avaliar periodicamente apenas sua dimensão econômico-financeira, esquecendo-se de considerar que esse tipo de empresa é também uma sociedade de pessoas que tem, como objetivo principal, a prestação de serviços a seus associados. A introdução de indicadores sócio-econômicos, entendido como aqueles que refletem o desempenho social das cooperativas, visa justamente aprimorar os modelos, hoje existentes, de avaliação financeira de cooperativas agropecuárias. O presente estudo adquire importância na medida em que se fundamenta no elevado volume de crédito alocado no segmento cooperativista agropecuário brasileiro, acima de 3 bilhões de reais, em 1997, somente através de seu maior credor, o Banco do Brasil, onde cerca de 50% encontravam-se, à época, em situação de inadimplência. Utilizou-se, como embasamento teórico para este estudo, a Teoria da Agência, enfocando a relação entre administradores da cooperativa e associados como uma típica relação "agente-principal". Partindo-se dessa teoria, foram escolhidos três indicadores sócio-econômicos e um modelo logit oi ajustado com a finalidade de testar a influência dos mesmos na previsão de nadimplência de cooperativas agropecuárias paranaenses. Os resultados mostram que esses indicadores realmente interferem na previsão de inadimplência das cooperativas analisadas e que sua introdução num modelo que tem, como variáveis independentes, apenas indicadores econômico-financeiros, melhora o índice de acerto, expresso pelo número de casos classificados corretamente. Futuros estudos relacionados à avaliação financeira de cooperativas agropecuárias devem, portanto, considerar a inclusão de indicadores sócio-econômicos.
Título em inglês
Application of social indicatores on financial evalution of rural cooperatives.
Palavras-chave em inglês
agricultural cooperative
cooperativism
economic evaluation
finance
social and economic indicators
Resumo em inglês
Most of the brazilian cooperatives are concerned with evaluating periodically only its economical and financial dimension, forgetting to consider that this kind of enterprise is also a society of people which have one main purpose: the assistance to its membership. The social indicators, which reflect the social performance of cooperatives, were introduced to improve the existent models of financial evaluation, developed for rural cooperatives. The importance of this study is based on the high amount of credit alocated on the Brazilian rural cooperativist segment. Only within the Banco do Brasil, its major creditor, this amount exceeded, in 1997, the sum of US$ 2,6 billion, with a default rate of about 50%. Using the theoretical basis of the "Agency Theory", this dissertation focused the relation between the managers of the cooperative and their membership, as a typical principal-agent relation. Starting with this theory, three social indicators were choosen and a logit model was adjusted to test the influence of the selected indicators on default prediction of rural cooperatives. The results indicated that these social indicators actually interfere on default prediction of rural cooperatives and that their introduction in a model which have only economic indicators, increase the number of events correctly classified. Therefore, future studies related to the financial evaluation of rural cooperatives should consider the introduction of social indicators.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Alexandre.pdf (396.62 Kbytes)
Data de Publicação
2002-03-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.