• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2005.tde-05052005-162512
Documento
Autor
Nome completo
Janete Leige Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Bacha, Carlos Jose Caetano (Presidente)
Bacchi, Mirian Rumenos Piedade
Correa, Angela Maria Cassavia Jorge
Shirota, Ricardo
Silva, Cesar Roberto Leite da
Título em português
Avaliação do processo de convergência da produtividade da terra na agricultura brasileira no período de 1960 a 2001.
Palavras-chave em português
agricultura – aspectos econômicos
capital humano
convergência
desenvolvimento econômico
inovação tecnológica
modernização da agricultura
produção agrícola
produtividade da terra
renda per capita
Resumo em português
Este trabalho analisou o comportamento da produtividade da terra na agricultura brasileira, avaliando se há ou não convergência na evolução dessa variável. A análise compreende o período de 1960 a 2001 e alguns sub-períodos desses 42 anos, mais precisamente, os sub-períodos de 1970 a 2001, 1975 a 2001 e 1980 a 2001. A convergência é um processo em que uma mesma variável (por exemplo, renda per capita, produtividade da terra) apresenta diferentes valores entre países, regiões ou estados, mas essa diferença se reduz ao longo do tempo, indicando que a desigualdade diminui. As razões para haver o processo de convergência são várias, destacando-se as mudanças estruturais no processo de produção, a difusão tecnológica, a retirada de obstáculos ao crescimento da produção, dentre outras. A ocorrência da convergência da produtividade torna mais homogênea, do ponto de vista da modernidade, a agricultura do país. Para atingir o objetivo proposto na tese, desenvolveu-se um modelo teórico sobre convergência da produtividade da terra, tomando como base o modelo de Barro e Sala-i-Martin (1990). Quatro indicadores de convergência foram testados, os quais são: convergência- β absoluta, convergência σ, grupos de convergência e convergência- β condicional. Os dados utilizados referem-se às produtividades das culturas de algodão herbáceo, arroz, batata-inglesa, café, cana-de-açúcar, feijão, fumo, laranja, mandioca, milho e soja, coletados no Anuário Estatístico do Brasil. Inicialmente, testou-se a presença de convergência- β absoluta para as onze culturas supracitadas. Apenas seis culturas apresentaram essa convergência (café, cana-de-açúcar, fumo, laranja, mandioca e soja). Para as mesmas onze culturas foi testada a presença de convergência- σ e apenas a cultura da soja a apresentou para todos os sub-períodos analisados e as culturas da laranja e mandioca para o período de 1960 a 2001. Isto não invalida o resultado da convergência- β absoluta, pois a literatura mostra que se houver convergência σ, necessariamente haverá convergência- β absoluta, mas não o inverso. Para as culturas de algodão-herbáceo, arroz, batata-inglesa, feijão e milho foi testada a presença de grupos de convergência, diagnosticando-os para as culturas do algodão-herbáceo, batata-inglesa e feijão a convergência- β absoluta para os estados com maior produtividade. Finalmente, para a cinco culturas que não apresentaram convergência- β absoluta, testouse a presença de convergência- β condicional, usando como variáveis explicativas a produtividade inicial da cultura, a deficiência hídrica e o capital humano. Bons resultados econométricos foram obtidos para a convergência- β condicional da produtividade do algodão-herbáceo, da batata-inglesa e do feijão. No entanto, não se obteve resultados satisfatórios para as culturas do arroz e do milho. A partir desses resultados, o trabalho sugere algumas medidas de política econômica capazes de melhorar a convergência da produtividade da terra na agricultura brasileira, em especial para as culturas do arroz e do milho. Isto permitiria uma modernidade mais homogênea na agricultura nacional.
Título em inglês
Evaluation of land productivity convergence in brazilian agriculture – time period from 1960 to 2001.
Palavras-chave em inglês
agricultural
agricultural modernization
agricultural production
convergence
economic development
economic issue
human capital
land productivity
per capita income
techinical innovation
Resumo em inglês
This work analyzed the behavior of land productivity in the Brazilian agriculture, evaluating if there is or not convergence in the evolution of this variable. The analysis is taken in the time period from 1960 to 2001 and also in some sub-periods of these 42 years, more precisely, the sub-periods of 1970-2001, 1975-2001 and 1980- 2001. The convergence is a process in which the same variable (for example, per capita income, land productivity) presents different values among countries, regions and states, but this difference is reduced during the time, indicating that the inequality decreases. There are several reasons to appear a convergence process, especially the structural changes in the production process, technological diffusion, removal of obstacles in the production growth, among others. The occurrence of the productivity convergence becomes more homogenous the country’s agriculture, from the modernity point of view. To reach the objective proposed in the thesis, a theoretical model about convergence in the land productivity was developed, based on Barro and Sala-i-Martin model (1990). Four convergence indicators were used, which are: β- convergence, σ-convergence, groups of convergence and β-conditional convergence. The data used refer to the productivity of herbaceous cotton, rice, potato, sugar cane, beans, tobacco, orange, manioc, corn and soybeans crops, collected from Brazilian Annual Statistical Yearbook. Initially, the presence of β-convergence was tested for the eleven crops commented above. Only six crops presented this convergence (coffee, sugar cane, tobacco, orange, manioc and soybeans). For the same eleven crops, the presence of σ-convergence was tested and only soybeans presented it for all the subperiods analyzed and the orange and manioc crops for the period of 1960-2001. This does not invalidate the β-convergence result, because the literature shows that if there is σ-convergence, the β-convergence will necessarily happen, but not vice-versa. For cotton, rice, potato, beans and corn crops the presence of convergence groups was tested, and it was diagnosed for cotton, potato and beans crops that β-convergence appear among the states with highest productivities. Finally, for the five crops which did not present β-convergence, the presence of β-conditional convergence was tested, using initial value of land productivity, hydric deficiency and human capital as explicative variables. Good econometric results were obtained for the cotton, potato and for beans. However, for corn and rice crops not satisfying results were obtained. From these results, the work suggests some policies that are able to improve land productivity convergence in the Brazilian agriculture, especially for rice and corn crops. This would allow a more homogenous modernity in the domestic agriculture.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
janete.pdf (1,016.63 Kbytes)
Data de Publicação
2005-05-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.