• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-04102018-153040
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Marvulle Goffredo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Vian, Carlos Eduardo de Freitas (Presidente)
Figueira, Sérgio Rangel Fernandes
Miranda, Silvia Helena Galvao de
Terci, Eliana Tadeu
Título em português
A balança comercial do agronegócio brasileiro no período de 1997 a 2017: uma proposta de revisão
Palavras-chave em português
Agronegócio
Balança comercial do agronegócio
Insumos
Intensidade tecnológica
Resumo em português
A expressão agronegócio (agribusiness) originou-se na Universidade de Harvard na School of Business Administration, em 1957, com a publicação do livro A Concept of Agribusiness, de John Davis e Ray Goldberg. A ideia do agronegócio resulta em uma cadeia produtiva, com vários elos bastante interdependentes, das fases de produção até a comercialização do produto final O Brasil é visto por especialistas como um potencial fornecedor de alimentos global. E assim, a manutenção e o crescimento da participação produtiva do setor agrícola e pecuário nacional dependem de questões relacionadas à tecnologia. A problemática do trabalho envolve questões da diferenciação entre agropecuária e agronegócio. As fontes de referências de dados trazem informações, mas não englobam atividades da pré-produção, por isso, procurou-se responder: Não seria mais apropriado acrescentar a esta balança comercial os setores para trás, já que se trata como agronegócio? O objetivo é analisar por outra perspectiva os dados da balança comercial do agronegócio, propondo a adição de insumos intrínsecos aos produtos agropecuários, sob a ótica das intensidades tecnológicas, analisando seu comportamento no período de 1997 a 2017, permitindo assim, discorrer sobre o desempenho dos principais grupos de produtos da pauta de exportação e importação desse setor que serve de alicerce para a economia brasileira. Os resultados apontaram para fez diferença em termos de contribuição para a balança comercial do agronegócio a inclusão dos grupos de produtos peixes e crustáceos; produtos farmacêuticos; adubos (fertilizantes); e tratores na nova proposta a contribuição para a balança comercial total é menor. Ademais, os dados mostraram que o país tem dependência externa das vacinas e dos adubos e que esses produtos são de alta e média-alta intensidade tecnológica.
Título em inglês
The Brazilian agribusiness trade balance during the period of 1997 to 2007: a review proposal
Palavras-chave em inglês
Agribusiness
Agribusiness trade balance
Inputs
Technological intensity
Resumo em inglês
The term agribusiness originated at Harvard University at the School of Business Administration in 1957 with the publication of A Concept of Agribusiness by John Davis and Ray Goldberg. The idea of agribusiness results in a productive chain, with several interdependent links, from the production phases to the commercialization of the final product. Brazil is seen by experts as a potential global food supplier. The maintenance and growth of the productive participation of the national agricultural and livestock sector depends on issues related to technology. The problem of this papers involves issues of differentiation between agriculture and agribusiness. The sources of data references provide information, but do not include pre-production activities, so we tried to answer: Would it not be more appropriate to add the input sector to this trade balance, since it is called as agribusiness? The objective is to analyze from another perspective the agribusiness trade balance data, proposing the addition of intrinsic inputs to agricultural products, from the perspective of technological intensities, analyzing their behavior in the period from 1997 to 2017, thus allowing a discussion on the performance of the agribusinesses. main product groups of the export and import tariff of this sector that serves as a foundation for the Brazilian economy. The results pointed to the difference in terms of the contribution to the agribusiness trade balance to include the fish and crustaceans product groups; pharmaceutical products; fertilizers; and tractors in the new proposal the contribution to the total trade balance is lower. In addition, the data showed that the country has external dependence on vaccines and fertilizers and that these products are high and medium-high technological intensity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.