• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2018.tde-04102018-104908
Documento
Autor
Nome completo
Alice Aloísia da Cruz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Bacha, Carlos Jose Caetano (Presidente)
Carvalho, Glauco Rodrigues
Cunha, Lilian Maluf de Lima
Parré, José Luiz
Vian, Carlos Eduardo de Freitas
Título em português
Evolução da produtividade da pecuária bovina leiteira em alguns Estados brasileiros: distribuição espacial e análise de convergência para o período de 1974 a 2016
Palavras-chave em português
Áreas mínimas comparáveis
Convergência
Econometria espacial
Efeito transbordamento
Resumo em português
Nas últimas décadas, o setor de pecuária bovina leiteira vem passando por diversas modificações influenciadas por redução de número de produtores, mudanças de políticas macroeconômicas e agrícolas e abertura econômica do Brasil. A produção de leite aumentou significativamente ao longo dos anos. Entretanto, mesmo o Brasil sendo um dos maiores produtores do mundo de leite bovino, sua produtividade (medida em litros de leite por vaca) está bem abaixo da dos principais países que operam no mercado. A produtividade da atividade ganha destaque para viabilizar o aumento da produção, suprir a demanda interna e dar maior competitividade ao setor no mercado externo. Diante disso, objetiva-se, através dessa tese, analisar a evolução diferenciada, interestadual e intraestadual, da produtividade da pecuária bovina leiteira nos Estados de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, no período de 1974 a 2016, com base em áreas mínimas comparáveis (AMC). Esses Estados representaram 77,5% da produção de leite no Brasil em 2016. Através da análise exploratória de dados espaciais foi identificada a existência de autocorrelação espacial, sendo que a produtividade da pecuária bovina leiteira de uma AMC sofre influência da produtividade das AMC vizinhas. Foram identificados clusters espaciais de produtividade dos tipos Alto-Alto, Baixo-Baixo, Alto-Baixo e Baixo-Alto em todos os Estados considerados ao longo do período em análise. A configuração e localização geográficas desses clusters sofreram alterações nos Estados, refletindo os deslocamentos da produção ocorridos. Posteriomente, passou-se para a análise de convergência no intuito de identificar se está ocorrendo redução na diferença entre as produtividades da pecuária bovina leiteira entre as AMC e se os efeitos espaciais contribuem para as convergências absoluta e condicional. Para tanto, fez-se uso da econometria espacial. Para a análise de convergência condicional foram incorporadas variáveis de primeira e segunda natureza, propostas na Nova Geografia Econômica. Tanto a análise da convergência absoluta quanto a da convergência condicional confirmam a hipótese de existência de convergência e demonstram o efeito de transbordamento, ou seja, os choques ocorridos em uma AMC refletem nas AMC vizinhas. Entretanto, a velocidade de convergência foi baixa nas duas situações, indicando que a redução das diferenças de produtividade está ocorrendo de forma muito lenta. A análise de convergência condicional mostrou que as características iniciais das AMC influenciam para qual ponto estacionário a produtividade da pecuária bovina leiteira irá convergir, sendo que as variáveis distância da capital, pluviosidade, população, Produto Interno Bruto, crédito rural de investimento para pecuária e área com culturas tiveram influência diferenciada nos Estados no processo de convergência da produtividade tanto no período analisado como um todo como nos subperíodos considerados na tese.
Título em inglês
Evolution of dairy cattle productivity in some Brazilian states: spatial distribution and convergence analysis between 1974 and 2016
Palavras-chave em inglês
Minimum comparable areas
New economic geography
Overflow effect
Spatial econometrics
Resumo em inglês
In recent decades, the dairy cattle sector has undergone changes influenced by decline in the number of producers, changes in government macroeconomic and agricultural policies, and the country's economic opening. Milk production has increased significantly over the years. Brazil is one of the world's largest producers of bovine milk; however, its productivity (measured in liters of milk per cow) is still lower than that found in other major milk producing countries. The productivity of the activity is important to enable the increase of production, supplying domestic demand and giving greater competitiveness in the external market. The objective of this thesis is to analyze the differentiated interstate and intrastate evolution of dairy cattle productivity in the Brazilian states of Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina and São Paulo from 1974 through 2016 based on minimum comparable areas (MCA). These states accounted for 77.5% of Brazil's milk production in 2016. Exploratory spatial data analysis confirmed the existence of spatial autocorrelation indicting that dairy cattle productivity in an MCA is influenced by the productivity in neighboring MCA. Over the analyzed period, High-Low, Low-Low, High-Low, and Low-High productivity spatial clusters were identified in all studied states. The configuration and geographic location of these clusters underwent changes during the study period, reflecting production displacement. Convergence analysis using spatial econometrics was carried out to determine if the differences in dairy cattle productiveness among MCA were reduced over the period and if spatial effects contributed to any absolute or conditional convergence. First and second nature variables were employed for the analysis of conditional convergence, as proposed by the New Economic Geography. Both convergence analyses, absolute and conditional, confirmed the convergence hypothesis and demonstrated the overflow effect, in that shocks occurring in one MCA were reflected in neighboring MCA. However, the speed of convergence was low in both situations, indicating that productivity differences among the MCA were being reduced very slowly. The analysis of conditional convergence showed that the productivity of dairy farming in different MCA will tend to converge at the same stationary point if the MCA show similar initial values for selected variables. The selected variables are average yearly rainfall, population size, gross domestic product, and investment credit for livestock and rangeland acquisitions and are intended to represent conditions in each MCA and state at a specific time. Each variable had a differentiated influence on the process of productivity convergence over the period and subperiods considered in this thesis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.