• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2014.tde-03022015-163626
Documento
Autor
Nome completo
Luís Gustavo Baricelo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Vian, Carlos Eduardo de Freitas (Presidente)
Guedes, Sebastião Neto Ribeiro
Milan, Marcos
Título em português
A evolução diferenciada da indústria de máquinas agrícolas: um estudo sobre os casos norte-americano e brasileiro
Palavras-chave em português
Máquinas agrícolas
Mercado de máquinas agrícolas
Política agrícola
Política econômica
Resumo em português
Esta dissertação tem como objetivo realizar um estudo da evolução da indústria de máquinas agrícolas em dois mercados diferentes: o mercado norte-americano e o brasileiro. Deseja-se analisar como esta indústria se desenvolveu levando em consideração fatores da estrutura industrial, como também questões relacionadas à política econômica e agrícola. Utilizou-se uma metodologia analítica descritiva, iniciando o trabalho com uma revisão teórica dos fatores industriais e de política agrícola que podem influenciar a indústria e o mercado de máquinas agrícolas. Após tal revisão teórica iniciam-se os estudos das indústrias nos países citados. Primeiramente analisou-se o caso dos Estados Unidos, desde a formação do setor até o atual estágio de desenvolvimento daquele mercado. Os capítulos subsequentes fazem a mesma análise, mas com vistas ao caso brasileiro, dando ênfase na importância que o Estado teve na formação da indústria de máquinas agrícolas e o papel por ele desempenhado para estimular as vendas de tratores e demais máquinas através do crédito agrícola para investimento. Analisou-se a evolução da indústria brasileira desde seu nascimento, seu auge ocorrido durante o período 1960-1980, a crise que enfrentou entre 1980 e 1990, bem como sua posterior recuperação com o início dos anos 2000. As principais conclusões que este trabalho chegou foram que, a evolução desta indústria nos países estudados se deu de forma diferenciada. Enquanto no caso norte-americano o setor se desenvolveu de forma mais autônoma, isto é, sem tanta interferência estatal, no caso brasileiro somente pode-se pensar o desenvolvimento desta indústria levando em consideração a intervenção estatal, tanto por meio de incentivos para a criação da indústria quanto por meio do crédito subsidiado que fomentou as vendas. No caso norte-americano a indústria se desenvolveu através da capacidade inovadora de seus empresários, sem a intervenção direta do governo. Quando esta ocorreu deu-se em termos de políticas agrícolas que, ao sustentar o preço dos produtos agrícolas via política de preços mínimos, induziu os produtores rurais a se tornarem mais produtivos, adotando as novas máquinas existentes. Outra conclusão foi que durante as décadas de 1980-1990 tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos o Estado se manteve ausente, tanto em termos setoriais quanto em termos de política agrícola, mesmo período no qual ambos os mercados de máquinas enfrentaram graves crises Tal indústria somente voltaria a se recuperar em 1990, no caso americano, e nos anos 2000 no caso brasileiro. Nos Estados Unidos a recuperação foi acompanhada por uma nova onda de inovações, principalmente com o surgimento da eletrônica embarcada e com a agricultura de precisão. Tal tecnologia chegaria no Brasil por volta dos anos 2000, dando novo ânimo ao setor, juntamente com o novo programa de financiamento lançado pelo governo brasileiro para modernização da frota agrícola, o MODERFROTA, que impulsionou as vendas de máquinas. Em termos mundiais os Estados Unidos consolidaram-se como difusores de progresso técnico e exportadores de máquinas, enquanto o Brasil, ainda que seja um importante produtor entre os países em desenvolvimento, não chega a ultrapassar a marca de 1,1% em relação as exportações mundiais.
Título em inglês
The differentiated evolution of agricultural machinery industry: a study of North- American and Brazilian case
Palavras-chave em inglês
Agricultural machinery
Agricultural machinery market
Agricultural policy
Economic policy
Resumo em inglês
This paper aims to conduct a study of the evolution of the agricultural machinery industry in two different markets: the North American market and the Brazilian. Examining how this industry developed taking into account factors of industrial structure, as well as issues related to economic and agricultural policy. This paper used a descriptive analytical methodology, starting work with a theoretical review of industrial and agricultural policy factors that can influence the industry and the market of agricultural machinery. After this literature review begins the study of industries in the countries cited. First was analyzed the case of the United States, since the formation of the sector to the current stage of development of that market. Subsequent chapters did the same analysis, but with a view to the Brazilian case, emphasizing the importance that the State had in shaping the agricultural machinery industry and the role it has played to stimulate sales of tractors and other machines through the agricultural investment credit. Analyzing evolution of the Brazilian industry from its birth, its peak occurred during the period 1960-1980, the crisis that faced between 1980 and 1990 and their subsequent recovery with the early 2000s The main conclusions that this study came were that the evolution of this industry in the countries studied occurred differently. While the American case the industry has developed more autonomously, ie, without much government interference in the Brazilian case the development of this industry was influenced by state intervention, both through the creation of incentives for industry as through subsidized credit that boosted sales. In the American case, the industry developed through the innovative capacity of their business, without the direct intervention of the government. When this occurred was given in terms of agricultural policies, to sustain the price of agricultural products via the minimum price policy, induced farmers to become more productive, adopting the new existing machines. Another conclusion was that during the decades of 1980-1990 both in Brazil and in the United States remained absent from the state, both in terms of sectors and in terms of agricultural policy, the same period in which both markets faced serious crises Such machinery industry only back to recover in 1990, in the American case, and in the 2000s in the Brazilian case. In the United States recovery was accompanied by a new wave of innovation, especially with the emergence of embedded electronics and precision agriculture. Such technology would arrive in Brazil around the 2000s, giving new life to the industry, along with the new financing program launched by the Brazilian government to modernize the agricultural fleet, MODERFROTA, which boosted sales of machines. Globally the United States consolidated as diffusers of technical progress and exporters of machinery, while Brazil, even though it is a major producer among developing countries, does not quite surpass the mark of 1.1% over exports world.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.