• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.108.2016.tde-17062016-102014
Documento
Autor
Nome completo
Elisa Prezotto Giordani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Frias, Antônio Carlos (Presidente)
Macedo, Mary Caroline Skelton
Tarcia, Rita Maria Lino
Título em português
Avaliação da percepção sobre interdisciplinaridade nas unidades de saúde USF Paranapiacaba, US Vila Helena e CEO Vila Guilherme
Palavras-chave em português
Comunicação interdisciplinar, Ambiente de Trabalho
Equipe interdisciplinar de saúde
Preferência do usuário
Resumo em português
É necessário compreender que o indivíduo, no processo saúde-doença, precisa receber atenção completa, que envolva várias disciplinas atuando de forma conjunta, numa visão que envolve integralidade de ações (Saupe et al., 2007; Salvador et al., 2011). Uma das principais características dos serviços de saúde hoje em dia no país é o atendimento feito por equipes multiprofissionais, cujo entrosamento, entendimento e troca de saberes entre seus membros levam à interdisciplinaridade (Salvador et al., 2011), tema central deste trabalho de pesquisa. Atendimento interdisciplinar envolve trabalho recíproco, criando relações sociais horizontais, contrariamente ao que ocorre no modelo de assistência tradicional, hegemônico. Exige que o saber do outro seja ouvido e pensado, inclusive dos indivíduos e das comunidades assistidos (Leite; Veloso, 2008). Este estudo, do tipo quali-quantitativo, tem por objetivo analisar as percepções que trabalhadores e usuários de três unidades de saúde, com estratégias distintas de atendimento, apresentam sobre interdisciplinaridade. Busca-se destacar dificuldades e possíveis meios facilitadores para sua prática diária na perspectiva de profissionais de saúde e usuários dessas três unidades de saúde. Foram aplicados questionários com perguntas fechadas semiestruturadas e abertas, cujos resultados foram submetidos à análise quantitativa, pela técnica descritiva de análise de frequência, e análise qualitativa pela técnica hermenêutica dialética, conforme preconizada por Minayo (2004). À luz dessa modalidade qualitativa de pesquisa aplicada aos profissionais surgiram três categorias: Meios para aumento da interdisciplinaridade; Fatores que afetam a interdisciplinaridade, subdivididos em Incentivadores, Desmotivadores e Ambíguos; e Resultados da interdisciplinaridade. Em relação aos usuários, as categorias emergentes foram: Desinteresse; Visão assistencial individualista e Vantagens da interdisciplinaridade. Os resultados encontrados foram: todas as categorias profissionais sentiram falta de outros profissionais em grupos educativos. A ausência mais sentida foi assistente social (18,75%). A estratégia interdisciplinar mais lembrada foi "reuniões" (38,6%). Falta noção de que é necessário trocar informações de forma efetiva, compreensível e satisfatória para todos. Mostrou-se importante aproveitar esses momentos para discutir protocolos e rotinas. Instrumento relevante para aumentar as trocas entre os profissionais foi a capacitação (13,6%) que melhora o relacionamento em equipe ao diminuir inseguranças. Trocas de informações em equipe multidisciplinar podem transformála em interdisciplinar. Pertencimento foi fato importante para a interdisciplinaridade, assim como dialogar, tolerar, respeitar, ouvir, ser flexível e enxergar o que está além de si, com interação social, horizontal. Número reduzido de profissionais, tomar conhecimento dos resultados das decisões em equipe e corresponsabilidade também foram fatores de destaque. Mais de 70% dos usuários relatou não participar de grupos educativos, evidenciando o curativismo. Os usuários valorizaram o atendimento por mais de um profissional. Acolhimento prescinde da ação interdisciplinar. Nenhum modo de atendimento foi sugerido pelos usuários. A interdisciplinaridade favorece a relação entre a equipe e o usuário, diminui espera e aumenta resolução. Na US Vila Helena, a interdisciplinaridade prescindiu de reuniões de equipe para acontecer.
Título em inglês
Evaluation of the perception of interdisciplinarity in health units USF Paranapiacaba, US Vila Helena and CEO Vila Guilherme
Palavras-chave em inglês
Consumer Behavior
Interdisciplinary Communication
Interdisciplinary Health Team
Working Environment
Resumo em inglês
It is necessary to understand that the individual in the health-disease process, must receive full attention, involving several subjects acting together, a vision that involves completeness of shares (Saupe et al., 2007; Salvador et al., 2011). One of the main characteristics of health services in the country today is the care delivered by multidisciplinary teams, whose rapport, understanding and exchange of knowledge among its members leading to interdisciplinarity (Salvador et al., 2011), a central theme of this research . Interdisciplinary care involves reciprocal work, creating horizontal social relations, contrary to what occurs in traditional hegemonic model of care. It requires knowledge of each other to be heard and thought, including of individuals and assisted communities (Leite and Veloso, 2008). This study of qualitative and quantitative, aims to analyze interdisciplinarity and what it represents in relation to the Unified Health System (SUS). The aim is to highlight difficulties and possible facilitators means for their daily practice from the perspective of health professionals and members of three health units with different strategies of care. Questionnaires were applied with semi-structured questions closed and open, the results of which were subjected to quantitative analysis by descriptive technique of frequency analysis and qualitative analysis by dialectic hermeneutics technique, as proposed by Minayo (2004). In light of this qualitative mode of applied research professionals emerged three categories: 1. "Means for increased interdisciplinarity," 2. "Factors affecting interdisciplinarity", subdivided into "people support", "demotivating" and "ambiguous" and 3. "Interdisciplinary results." Regarding users, emerging categories were: 1. "Disinterest", 2. "Individualistic care vision" and 3. "Advantages of interdisciplinarity." The results were all professional categories have missed other professionals in educational groups. The most felt no social worker was (18.75%). The most remembered interdisciplinary strategy was "meetings" (38.6%). Lack notion that it is necessary to exchange information in an effective, comprehensive and satisfactory for everyone. It proved to be important to seize these moments to discuss protocols and routines. Important tool for increasing exchanges among professionals was the training (13.6%) which improves the relationship as a team to reduce insecurities. Exchanges of information in a multidisciplinary team can turn it into interdisciplinary. Membership was important fact for interdisciplinarity, as well as dialogue, tolerate, respect, listen, be flexible and see what is beyond itself with social interaction, horizontal. Reduced number of professionals, aware of the results of team decisions and responsibility were also prominent factors. Over 70% of users reported not participate in educational groups. Users value the service for more than a professional. Home dispenses interdisciplinary action. No answer mode was suggested by users. Interdisciplinary favors the relationship between the team and the user decreases expected and increases resolution. In US Vila Helena interdisciplinary dispensed team meetings to happen.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.