• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.106.2015.tde-27072015-173107
Documento
Autor
Nome completo
Vinicius de Souza Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Grostein, Marta Dora (Presidente)
Fracalanza, Ana Paula
Pellegrino, Paulo Renato Mesquita
Título em português
Infraestrutura verde urbana na subprefeitura de Capela do Socorro (São Paulo - SP): Redes de Espaços Conservados em Áreas de Mananciais para Sustentação da Paisagem, da Biodiversidade e suas funções Socioambientais
Palavras-chave em português
1. Infraestrutura Verde
2. Mananciais
3. Planejamento territorial urbano
4. Proteção ambiental
5. Biodiversidade
Resumo em português
ALMEIDA, V. S. Infraestrutura verde urbana na subprefeitura da Capela do Socorro (São Paulo SP): redes de espaços conservados em áreas de mananciais para sustentação da paisagem, da biodiversidade e suas funções socioambientais. 2015. 250f. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-graduação em Ciência Ambiental, Instituto de Energia e Ambiente, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. A subprefeitura da Capela do Socorro fica na Zona Sul de São Paulo, entre as represas Guarapiranga e Billings e o rio Jurubatuba. Tem 600 mil habitantes e ocupações diversas, desde bairros residenciais de médio ou alto padrão e áreas industrias a loteamentos irregulares, favelas, clubes náuticos e áreas rurais. Essa paisagem vem sendo transformada por dinâmicas urbanas como projetos de ampliação de infraestrutura, reurbanização de favelas, construção de parques e, recentemente, pela forte retomada do crescimento descontrolado, marcado por invasões e desmatamentos. Nesse contexto, esta pesquisa fez um levantamento e um diagnóstico dos espaços que devem ser conservados por diferentes estratégias e diretrizes para a garantia de uma infraestrutura verde, isto é, uma rede de sustentação da biodiversidade, da produção de água, de atividades humanas ao ar livre e de processos ecológicos e paisagísticos em geral. Foram identificados e diagnosticados 155 espaços potenciais, com diferentes características de cobertura vegetal, hidrografia, relevo, uso e ocupação e degradação ambiental. A distribuição desses espaços favorece a criação de uma infraestrutura verde constituída pelos seguintes tipos de rede: (1) bases de sustentação ecológica, incluindo as grandes manchas de vegetação nas áreas rurais ao sul; (2) eixos de estruturação do arco verde, compostos pelos corredores principais formados nas várzeas e margens das represas Guarapiranga e Billings, do rio Pinheiros/Jurubatuba e do ribeirão Cocaia, circundando as áreas urbanizadas; (3) eixos de integração regional, compostos por extensos corredores descontínuos de importância secundária localizados entre os eixos de estruturação; (4) eixos de integração local, com as menores redes que se distribuem ao longo dos bairros. Para garantir e potencializar essa configuração, definiram-se cinco diretrizes estratégicas para um plano de infraestrutura verde: (a) preservação e conservação das 39 unidades com cobertura vegetal e características ecológicas mais significativas, inclusive ocupações como parques naturais, parques urbanos e sítios, (b) manejo e enriquecimento de 45 espaços como clubes, equipamentos públicos, campi e chácaras, onde a arborização é mais esparsa e a restauração de florestas é mais limitada, (c) contenção e integração de espaços que têm áreas desocupadas com menor valor ecológico, que poderiam ser parcialmente destinadas a projetos de desenvolvimento urbano, (d) aproveitamento criativo de 15 espaços com potencial ecológico e paisagístico relevante, mas com características de uso e propriedades especiais e limitadas como ferrovias, linhas de transmissão de energia e o autódromo de Interlagos e (e) recuperação e restauração de 33 espaços com alta degradação ou fragmentação, que demandam intervenções urbanísticas e ambientais urgentes para garantir suas funções potenciais na paisagem. Foram também definidas sete grandes redes de espaços não construídos que pertencem a outras subprefeituras e municípios e que se conectariam a essa infraestrutura verde e ao cinturão verde da cidade. Assim, a paisagem estudada tem um grande número de espaços potenciais para a formação de uma infraestrutura verde integrada em escala de bairros, distritos, subprefeitura e metrópole, mas que, se não for urgentemente reconhecido, esse potencial será cada vez mais comprometido em curto e longo prazo.
Título em inglês
Urban green infrastructure in the Subprefecture of Capela do Socorro (São Paulo City São Paulo State, Brazil): networks of conserved spaces in Fountainhead Areas for the conservancy of landscape, biodiversity and their environmental and social functions.
Palavras-chave em inglês
1. Green Infrastructure
2. Fountainhead Areas
3. Territorial Urban Planning
4. Enviromental Protection
5. Biodiversity.
Resumo em inglês
ALMEIDA, V. S. Urban green infrastructure in the Subprefecture of Capela do Socorro (São Paulo City São Paulo State, Brazil): networks of conserved spaces in Fountainhead Areas for the conservancy of landscape, biodiversity and their environmental and social functions. 2015. 250f. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-graduação em Ciência Ambiental, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. The Subprefecture of Capela do Socorro is located in the South zone of São Paulo city, between Guarapiranga and Billings reservoirs and Jurubatuba river, it has 600,000 inhabitants and diverse occupations, ranging from medium or high standard residential neighborhoods, industrial areas, irregular land parcelings, slums, yacht clubs to rural areas. This landscape has been transformed by urban dynamics such as projects for infrastructure expansion, slum reurbanization, construction of parks, as well as the recently reinstated processes of uncontrolled urban growth, marked by land invasion practices and deforestation. Within this context, this study conducted a survey and diagnosis of spaces to be preserved by different strategies and directives for ensuring a green infrastructure, that is, a network for sustaining biodiversity, water production, outdoor human activities as well as ecological and landscape processes as a whole. One hundred fifty-five potential spaces with different vegetation coverage, hydrography, relief, use and occupancy, and environmental degradation characteristics were identified and diagnosed. The distribution of these spaces favors the creation of a green infrastructure constituted by the following types of network: (1) ecological support bases, including the large vegetation patches in the Southern rural areas; (2) green arch structuring axes, composed of the main corridors formed along the floodplains and riverbanks of Guarapiranga and Billings reservoirs, Pinheiros and Jurubatuba rivers, and Cocaia stream, surrounding the urbanized areas; (3) regional integration axes, composed of vast discontinuous corridors of secondary importance located between the structuring axes; (4) local integration axes, with the smallest networks that are distributed throughout the neighborhoods. To ensure and potentize this configuration, five strategic guidelines for a green infrastructure plan were defined: (a) preservation and conservation of the thirty-nine units with most significant vegetation coverage and ecological characteristics, including occupations such as natural parks, urban parks, and ranches, (b) management and enrichment of forty-five spaces such as clubs, public facilities, campi and small farms, where arborization is more sparse and forest restoration more limited, (c) containment and integration of spaces with unoccupied areas of lower ecological value, that could be partially allotted for urban development projects, (d) creative use of fifteen spaces with relevant ecological and landscaping potential, but with special and limited properties of use and conservation , such as railways, power transmission lines, and the Interlagos Circuit, and (e) recovery and restoration of thirty-three spaces with high degradation or fragmentation, that require urgent urban and environmental interventions to ensure their potential roles in the landscape. Seven large networks of open spaces belonging to other subprefectures and municipalities and that would be connected to this green infrastructure and to the citys green belt were also defined. Thus, the Capela do Socorro has a large number of potential areas for the formation of an integrated green infrastructure on a scale of neighborhoods, districts, borough, and green belt of the city, but, if such potential is not urgently recognized, it will be increasingly threatened in the short and long terms.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.