• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.106.2019.tde-23112018-132319
Documento
Autor
Nome completo
Ana Lúcia Gerardi Spinola
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Jacobi, Pedro Roberto (Presidente)
Côrtes, Pedro Luiz
Peres, Ursula Dias
Poupeau, Franck
Sinisgalli, Paulo Antonio de Almeida
Travassos, Luciana Rodrigues Fagnoni Costa
Título em português
Coalizões e preferências políticas na crise hídrica da Região Metropolitana de São Paulo: o paradigma da gestão da oferta
Palavras-chave em português
Coalizão de defesa
Crise hídrica
Gestão da oferta
Water Soft Path
Resumo em português
O aumento das regiões de escassez de água ao redor do mundo traz à tona questionamentos acerca de como a sociedade moderna utiliza a água e de que forma isso afetará a disponibilidade hídrica futura. Os resultados políticos, que têm influência significativa no agravamento destes eventos, são moldados por estratégias que refletem as preferências políticas dos atores envolvidos na gestão da água. Exemplos dessas estratégias são: a gestão da oferta, a gestão da demanda e o water soft path. A gestão da oferta é caracterizada pela dependência quase sistemática da busca por novas fontes de água. Enquanto a água estiver disponível para ser alocada, mesmo de locais distantes, há pouca discussão sobre medidas alternativas. A política de coalizão existe quando pessoas de dentro e fora do governo se mobilizam e interagem para traduzir suas crenças e ideias em ações concretas. Estas interações podem resultar em mudança ou na continuidade política. A pesquisa visou responder à questão de quais coalizões são identificadas no subsistema de gestão da água na crise hídrica da RMSP e quais abordagens de gestão essas utilizam. Para isso, valeu-se do Modelo de Coalizões de Defesa como ferramenta teórica, bem como de ferramentas computacionais de análise de redes sociais e de frequência de palavras como ferramentas metodológicas. Esse trabalho explorou a reafirmação da coalizão político-tecnocrática ao longo do período da crise hídrica. Essa coalizão foi articulada em torno do governo do Estado e de técnicos e gestores da Companhia Estadual de Saneamento; de forma que eles conseguiram centralizar as decisões em um grupo restrito de atores políticos e traduzir suas ideias em planos de obras emergenciais, guiados pelo paradigma da gestão da oferta.
Título em inglês
Coalitions and political preferences in the water crisis of São Paulo Metropolitan Area: the hard path paradigm
Palavras-chave em inglês
Advocacy Coalition Framework
Supply-side management
Water Crisis
Water Soft Path
Resumo em inglês
The increase of water scarcity regions around the world raises questions about how modern society uses water and how this could affect future water availability. Political outcomes, which ones have a significant influence on the aggravation of these events, are shaped by strategies that reflect the political preferences of stakeholders involved in water management. Examples of these strategies are: supply management, demand management and water soft path. Supply- side management is characterized by the dependence from new water sources exploration. While water is available to be allocated, even from distant locations, there is few discussions about alternative measures. Coalition policy exists when people inside and outside the government mobilize and interact to translate their beliefs and ideas into concrete actions. These interactions can result in change or political continuity. The present research aims to answer the follow question: which policy coalitions could be identified into water policy subsystem during the water crisis in São Paulo Metropolitan Area? In order to achieve this goal, we applied The Advocacy Coalition Framework as theoretical tool and computational network analysis and word frequency as methodology. This work explores the politic-technocrat coalition continuity during water crisis. This coalition is articulated around State Government and State Sanitary Company, so they can translate their ideas in contingence plans underpinning by water supply paradigm.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.