• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.106.2014.tde-18112014-182843
Documento
Autor
Nome completo
Renata de Souza Leão Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Jacobi, Pedro Roberto (Presidente)
Demajorovic, Jacques
Fracalanza, Ana Paula
Igari, Alexandre Toshiro
Sinisgalli, Paulo Antonio de Almeida
Título em português
Empresas e gestão da água: uma abordagem a partir do uso do indicador pegada hídrica
Palavras-chave em português
empresas; consumo de água; atores socioambientais
Pegada Hídrica
Resumo em português
Nos últimos anos, as questões relacionadas à problemática ambiental multiplicaram sua presença na agenda do setor empresarial. Mais recentemente, observa-se o aumento do interesse das empresas pela água, recurso natural indispensável para a manutenção do equilíbrio dos ecossistemas e das atividades socioeconômicas humanas. Diante da ampliação da pressão sobre seu uso, resultado do crescimento populacional e incremento dos padrões atuais de produção e consumo, diferentes ferramentas têm sido desenvolvidas para contribuir para que o uso da água se torne mais racional e sustentável. Uma delas é a Pegada Hídrica (PH), um indicador de consumo direto e indireto da água utilizada durante a produção de bens ou serviços. A PH está relacionada com a pressão causada aos recursos hídricos pelas atividades humanas e classifica a água usada nesses processos e atividades de acordo com sua origem e impacto. Sua utilização pelo setor empresarial tem sido cada vez mais frequente. Tendo como base este contexto, este trabalho busca compreender quais são os principais motivos que tem levado as empresas a utilizarem a PH. Esta Tese, de caráter interdisciplinar, utiliza como referenciais teóricos a Teoria da Modernização Ecológica (TME), a Teoria dos Stakeholders (TS) e elementos da Nova Sociologia Econômica (NSE). Para alcançar o objetivo proposto, foram utilizados três procedimentos metodológicos: a) levantamento documental; b) revisão bibliográfica sistemática; c) estudos de caso. Os motivos que justificam a utilização da PH extraídos dos documentos analisados na revisão bibliográfica sistemática foram sistematizados e agrupados em quatro categorias que podem ser relacionadas com os referenciais teóricos utilizados. Os resultados obtidos na pesquisa indicaram que os motivos que têm levado as empresas a utilizarem a Pegada Hídrica são: 1) vantagens do método, já que permite uma visão detalhada do consumo de água em toda a cadeia produtiva (TME); 2) comunicação com stakeholders, pois reconhecem que é necessário avaliar o consumo da água em toda a sua cadeia, para atender as demandas dos diferentes stakeholders internos e externos e melhorar sua comunicação com eles (TS; NSE); 3) porque a PH pode colaborar na identificação de riscos associados à água, o que permite agir com certa antecipação a futuras regulações e contestações dos diferentes stakeholders (NSE); 4) porque os resultados dos estudos de PH podem fornecer informações que colabore na tomada de decisão para reduzir o consumo de água, estabelecer parcerias e cooperação entre os diferentes setores da sociedade (TME). Entre os motivos apontados, os mais frequentes são aqueles relacionados com as vantagens do método, o que permite uma compreensão mais ampla da pressão e impactos à água causados pelas atividades das empresas. Entretanto, considerando que sua utilização pelo setor empresarial é muito recente, pesquisas futuras necessitam ser realizadas para acompanhar a evolução das ações e do comportamento das empresas sobre a temática da água. Nesse sentido, torna-se cada vez mais urgente uma reflexão sobre a necessidade de que os limites físicos existentes e a capacidade de suporte dos ecossistemas orientem a organização das sociedades.
Título em inglês
Corporation and Water Management: an approach based on the use of Water Footprint
Palavras-chave em inglês
corporations; water consumption; stakeholder
Water Footprint
Resumo em inglês
In recent years, several environmental issues have multiplied their presence in the corporate sectors agenda. More recently, an increased interest is observed among companies on the topic of water, an essential natural resource for the maintenance of ecosystems equilibrium and human socio-economic activities. To face the increasing pressure over the resource, resulting from the combination of population growth and changing consumption patterns, several tools have been developed. Their goal is to make corporate water consumption more rational and sustainable. One of these tools is the Water Footprint (WF), an indicator of direct and indirect water consumption in the production of goods and services. The water footprint quantifies and assesses the pressure from human activities on water resources. It classifies water resources according to their source and potential impact. Its use by the private sector is increasingly frequent. Against this context, this work aims at understanding the main reasons for companies adoption of the WF Assessment. This thesis, embracing a multidisciplinary approach, makes use of three theoretical frameworks: the Ecological Modernization Theory (EMT), Stakeholder theory (ST) and elements of the New Economic Sociology (NES). To this end, three different methodologies where used: a) document research; b) systematic literature research; c) case studies. The stated reasons for using the WF found in the literature research where classified into four categories that may be related to the theoretical frameworks presented. The results from this research identified as the main reasons under private sectors adoption of the WF. The first reason could be called advantages of this methodology, since it allows for a detailed analysis of water consumption in the supply chain, which can be analyzed using the EMT. A second reason would be related to the communication with the stakeholders. Companies recognize the need for addressing water consumption over their whole supply chain in order to meet the demands of different stakeholders and improve their communications with them. This recognition is explained by the ST and NES. Thirdly, risk assessment was is another important argument. WF assessment may help to address water-related risks, allowing them to anticipate the introduction of new regulations or contestation from different stakeholders. NES allows us to understand this reason. Lastly, companies include informed decision-making as another adoption reason. WF may be used for establishing goals and priorities for lower water consumption rates, identifying key partners and working together with key sectors of society. Ecological modernization theory contributes to explain this effect. The most frequent reasons mentioned were those related to the advantages of the methodology, arguing that the WF provides a broader understanding of pressure resulting from corporate activities. Nevertheless, considering the recent adoption by the private sector of this method, it would be important to re-evaluate the relation between water and the private sector, and with the WF in particular. In this sense, it is increasingly necessary that environmental limits and ecosystems carrying capacity guide societal organization.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.