• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.106.2017.tde-10012017-143549
Documento
Autor
Nombre completo
Patricia Ferreira e Lima
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Sandeville Junior, Euler (Presidente)
Freire, Ana Maria Araujo
Pacheco, Reinaldo Tadeu Boscolo
Sorrentino, Marcos
Título en portugués
A percepção e interpretação da paisagem: uma ferramenta de conservação ambiental na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Marili Dias - São Paulo
Palabras clave en portugués
percepção da paisagem; educação ambiental; conservação ambiental; conscientização.
Resumen en portugués
O novo modo de vida criado pela sociedade implica em modificações, tanto na questão urbana, social e ambiental, descrito hoje como problemas ambientais contemporâneos. Mas para que haja compreensão das mudanças ambientais, se faz necessário integrar as diversas ciências, como as ciências naturais e sociais, possibilitando assim o equilíbrio com o desenvolvimento econômico e ambiental. Partindo do pressuposto de que os processos naturais não podem ser dissociados dos processos humanos e a importância de reconhecer na paisagem a população como atores principais e fundamentais para a conservação ambiental e participação na gestão de seu território, pressupõem-se que a percepção da paisagem pode servir como ferramenta de conservação ambiental. Entretanto para conservar é preciso conhecer e compreender o real motivo da conservação ambiental. Compreender o ambiente e seus significados em conjunto com as relações sociais, permite desenvolver a capacidade de pensar o desenvolvimento com liberdade, revelando importância do seu território. Esse novo pensar e as novas práticas sustentáveis, são discutidos na educação ambiental e agora maiormente na educação formal. No âmbito da educação tem se intensificado a formação de um consenso sobre a necessidade de problematizar a questão ambiental em todos os níveis de ensino, a partir disso a educação ambiental vem sendo valorizada como uma ação educativa que deve estar presente de forma transversal e interdisciplinar, permitindo a formação de novas atitudes e sensibilidades. A educação ambiental por ser uma relação humana interdisciplinar permite a utilização de diversas técnicas e métodos de conscientização e aprendizagem. Dentre diferentes métodos utilizados na educação ambiental a percepção da paisagem pode ser um novo caminho para a conscientização ambiental, já que as duas trabalham com a sensibilização, emoção, sentimentos e energias as quais podem influenciar na mudança de comportamento. Desta forma entende-se que compreender o espaço socialmente produzido como lugar de experiências favorece o processo de aprendizagem, possibilitando estabelecer discussões sociais, políticas e ambientais na paisagem. Partindo da importância de utilizar a percepção da paisagem como ferramenta de conservação ambiental dentro da perspectiva da educação ambiental, a presente pesquisa foi realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Profª Marili Dias, tendo como objetivo geral: Verificar se o estudo da paisagem na EMEF Profª Marili Dias pode contribuir para a conservação ambiental. A pesquisa utilizou a pesquisa participante como metodologia de pesquisa qualitativa durante as atividades realizadas, utilizando-se de um conjunto de procedimentos como questionário estruturado, pesquisa documental, depoimentos e narrativas, contribuindo na construção da Cartografia Social Participativa.
Título en inglés
The perception and interpretation of the landscape: a conservation tool in an Elementary School named Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Marili Dias
Palabras clave en inglés
perception of the landscape; environmental education; environmental Conservation; awareness.
Resumen en inglés
The new way of life created by society implies changes both in urban, social and environmental issues, described today as contemporary environmental problems. To understand the environmental changes, it is necessary to integrate the various sciences, such as the natural and social sciences, allowing the balance to the economic and environmental development. Assuming that natural processes cannot be separated from human processes and the importance of including the population in the landscape as key players in environmental conservation and participation in the management of its territory, it´s assumed that the perception of the landscape can serve as environmental conservation tool. However to preserve you need to know and understand the real motive of environmental conservation. Understanding the environment and their meanings together with social relationships, increases the capability of thinking development with freedom, disclosing the importance of its territory. This new thinking and new sustainable practices, are discussed in environmental education and now in formal education as well. In education it has intensified the formation of a consensus on the need to discuss environmental issues at all educational levels, from that environmental education has been valued as an educational activity that should be present in a comprehensive and interdisciplinary way, allowing the formation of new attitudes and sensibilities. Environmental education is an interdisciplinary human relationship and allows the use of various techniques and methods of awareness and learning. Among the different methods used in environmental education perception of the landscape can be a new path to environmental awareness, since it works with awareness, emotion, feelings and energies which can influence behavior change. Thus it is known that to understand the socially produced space as a place of experience promotes the learning process, allowing establishing social, political and environmental discussions within the landscape. Starting from the importance of using the perception of landscape as a conservation tool from the perspective of environmental education, this research was conducted at the Municipal Elementary School Prof. Marili Dias with the goal: To make sure the landscape study in EMEF Profª marili Dias can contribute to environmental conservation. The research used participatory research as qualitative research methodology during the activities. Considering that, between data production techniques for the development of social research, apply techniques used to both qualitative methods and also quantitative methods. Therefore, we used a set of procedures as structured questionnaire, documentary research, interviews and narratives, contributing to the construction of participative Social Cartography.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
A.pdf (5.91 Mbytes)
Fecha de Publicación
2017-01-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.