• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.103.2014.tde-16032015-151959
Documento
Autor
Nome completo
Thais Fernanda Alves Avelar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Cury, Marília Xavier (Presidente)
Bottallo, Marilucia
Magalhães, Ana Gonçalves
Título em português
Espaços museológicos: a questão do acesso pela ótica das identidades culturais
Palavras-chave em português
Acessibilidade
Estudo de recepção
Identidade cultural
Museu
Pinacoteca do Estado de São Paulo
Público
Resumo em português
A presente pesquisa propõe-se discutir as práticas culturais no que tange à questão do acesso, tomando o espaço do museu e o campo museológico como objetos. Investiga-se, aqui, em que medida as questões econômicas, associadas às identitárias, atuam como possíveis vetores motivacionais de tais práticas culturais. Constituiu nosso ponto de partida o interesse em entender de que maneira o binômio cultura x identidade, em decorrência de sua gestão na instituição museal, intervém ou não no alargamento das distâncias entre esses equipamentos culturais que são os museus e demandas sociais específicas, assim como de que maneira converge para a edificação de fronteiras intangíveis mediadas pelas identidades culturais. Como extensão disso, serão investigadas as possíveis barreiras materiais e semânticas, compreendidas pela geografia, pela arquitetura, pelo discurso curatorial e pela mediação, que podem potencializar ou comprometer o acesso ao museu, analisando tais variáveis de forma crítica, transversal e interdisciplinar. A Pinacoteca do Estado foi escolhida como locus de estudo, onde foram confrontadas as categorias de análise citadas acima, nesse cenário - o museu, que se pressupõe ser um espaço de representação social - com o intuito de potencializar o seu caráter, que deve ser plural e apto a estabelecer um processo dialógico com diferentes tipos de público por meio de seu acervo, de modo que os diferentes interlocutores atuem como protagonistas na construção desse diálogo como um processo dialético. Para tanto, o museu será tomado como campo de cultura e analisado a partir de uma perspectiva socioeconômica e ideológica, sendo sempre compreendido como um sistema de ação contínua e interarticulada que deve visar uma produção de conhecimento aprazível e fluída, e que se materializa em práticas cotidianas.
Título em inglês
Museological spaces: the issue of access from the perspective of cultural identities
Palavras-chave em inglês
Accessibility
Cultural identity
Museum
Pinacoteca do Estado de São Paulo
Public
Reception study
Resumo em inglês
This research discusses the cultural practices, assessing the issue of access, and adopting the space of the museum and the museological field as objects. It investigates to what extent the economic issues, associated with identity issues, act as potential motivational vectors of these practices. It is guided by an interest in understanding in how the binomial culture x identity, as a result of the management of the museological institution, does or does not intervene in the broadening of the distances between these cultural facilities and specific social demands, as well as converges towards the building of intangible borders mediated by cultural identities. AS an extension of that, the possible material and semantic barriers that may or may not potentiate access shall be investigated, barriers such as those constituted by geography, architecture, curatorial discourse and mediation, which may potentialize or compromise the access to the museum, analyzing such variables critically, transversely and inter-disciplinarily. Thus, the State's Pinacoteca was adopted as a study locus, where were confronted the categories of analysis mentioned above - in this scenario which is assumed to be a space of social representation - in order to strengthen its character, that should be plural and able to establish a dialogic process with different kinds of public by means of its collections, so that this public acts as protagonist on the construction of this dialogue as a dialectical process. For such, the museum will be considered as a space of culture, analyzed in a socioeconomic and ideological perspective, and understood as a system of continuous and inter-articulated action aiming at a pleasant and fluid production of knowledge that is embodied in everyday practices.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.