• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.102.2015.tde-31072015-102109
Documento
Autor
Nome completo
Débora Gomes dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Ruy Sardinha (Presidente)
Bassani, Jorge
Santos, Fabio Lopes de Souza
Título em português
Vivo na cidade: a experiência urbana na cultura punk
Palavras-chave em português
Cultura Urbana
Espaço Urbano
Música.
Punk
Resumo em português
O advento do punk assinalou um ponto de inflexão dentro do universo cultural pop. A música punk, elemento centralizador da identidade do movimento, emergiu com a proposta de romper com as tradicionais premissas de aptidão e técnica cada vez mais presentes na música de meados da década de 1970. O retorno a um desenho musical simples e visceral somado à valorização de uma realidade cotidiana ordinária trouxe para o centro da composição tanto sonoridades características das grandes cidades quanto narrativas relativas à vida no âmbito da metrópole, fazendo da música punk um potente veículo de absorção e transmissão de experiências urbanas. Assim, este trabalho explora a música como elemento catalisador de formas de apropriação e ação na dimensão da cidade e a música punk enquanto lente para a análise do fenômeno urbano, em particular pela observação de quais olhares o punk brasileiro lança sobre o espaço urbano no contexto periférico da cidade de São Paulo. Na produção das bandas punks que emergiram na cidade no início da década de 1980, período fundamentalmente marcado por um truncado processo de redemocratização, observa-se uma acentuação das questões colocadas pelo punk no plano internacional. No contexto brasileiro a linguagem agressiva do punk foi superlativada pela ânsia da juventude carente em expressar a própria experiência de crise em meio à particular complexidade da metrópole paulistana. A contundência e a densidade da música punk evidenciam, portanto, as tensões e relações tacitamente presentes no espaço da cidade a partir da percepção sensível daqueles que vivenciam seus espaços, de forma a permitir uma investigação mais complexa do fenômeno urbano.
Título em inglês
Living (alive) in the city: the urban experience in punk culture.
Palavras-chave em inglês
Music
Punk
Urban Culture
Urban Space
Resumo em inglês
The advent of punk marked a turning point amidst the pop culture universe. Punk music, as the centralizing element of the movements identity, emerged with the proposal of breaking-up the conventions of musical expertise and technique increasingly present in rock compositions of the early 1970s. The return to a simple and visceral musical form combined with an emphasis on the dynamics of an ordinary everyday reality brought to the composition core both the particular sonorities of the great cities the general hum of the city as well as narratives of urban daily life, establishing punk music as a powerful vehicle of transmission of urban experiences. Therefore, this dissertation aims to explore music as a catalyst of different forms of urban appropriations and punk music as a specific lens for the analysis of urban phenomena, particularly by observing which questions Brazilian punk casts over the peripheral urban context of Sao Paulo, Brazil. The Brazilian punk bands that emerged in the early 1980s, a period essentially marked by an inconclusive process of political redemocratization, show a particular accent over the issues raised by international punk scenes. The Brazilian context enhanced the rudeness and aggressiveness of punk language, since it embodied an up until then unprecedented possibility for the deprived urban youth of expressing their experience of crisis amidst the complexity of São Paulos urban environment. The strength and density of punk music draw attention to the tensions and relations tacitly present in the city as they are perceived and experienced in everyday life, thus allowing a more complex investigation of the urban space.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FINALDEBORA.pdf (9.49 Mbytes)
Data de Publicação
2015-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.