• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.102.2013.tde-25042014-163912
Documento
Autor
Nome completo
Everton Randal Gavino
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2013
Orientador
Banca examinadora
Ino, Akemi (Presidente)
Cortegoso, Ana Lucia
Nolasco, Adriana Maria
Título em português
Produção autogestionária de janelas e adequação sociotécnica. Caso: Marcenaria Coletiva de Mulheres, assentamento rural Pirituba II, Itapeva-SP
Palavras-chave em português
Autogestão
Cadeia produtiva da madeira
Incubação de empreendimentos econômicos solidários
Janelas de madeira
Resumo em português
Os estudos e práticas em iniciativas econômicas solidárias consideram diferentes dimensões da economia solidária: autogestão, gênero, empoderamento, participação de entidades de apoio e fomento e adequação sociotécnica (AST). A AST constitui-se neste contexto como mecanismo, método e ferramenta para alcance de objetivos relacionados à autogestão. Autogestão abarcada neste estudo como processo educativo. O objetivo principal da pesquisa é identificar e examinar os fatores que mais contribuíram e mais dificultaram a produção autogestionária de janelas de madeira ao longo do processo de incubação de um empreendimento econômico solidário. As estratégias gerais da pesquisa foram: pesquisa de levantamento pós-fato, estudo de caso e pesquisa-ação tendo como elemento favorecedor do estudo a participação do pesquisador como assessor do processo de incubação da marcenaria no período de 2006 a 2010. O objeto empírico da pesquisa é a produção autogestionária de janelas de madeira na Marcenaria Coletiva de Mulheres do assentamento rural Pirituba II, Itapeva/SP. Os procedimentos de coleta de dados foram: a observação direta, análise de vídeos e fotos, a sistematização de conhecimento referente ao processo de incubação e a análise de documentos. Em suma, trata-se de um estudo descritivo, exploratório e aplicado no qual foram examinadas variáveis relacionadas à autogestão e à AST. Resultados alcançados pela pesquisa foram: a caracterização da produção de janelas na Marcenaria Coletiva de Mulheres integrada a descrição do contexto histórico do empreendimento e da descrição das trabalhadoras a partir da noção de identidade social, linha do tempo com variáveis e hipóteses explicativas para exame da autogestão considerando grau de identidade do grupo em torno de valores de cooperação e solidariedade no trabalho, participação democrática nos processos decisórios, fundo coletivo e posse e cessão de uso dos meios de produção e linha do tempo com variáveis e hipóteses explicativas para exame da adequação sociotécnica considerando autoria de projeto e fabricação de produtos, capacidades adquiridas, equipamentos e dispositivos e parcerias realizadas. Como conclusão geral do estudo foi verificada a autogestão como processo de transição e avanço gradativo na prática do empreendimento.
Título em inglês
Production of self-management windows and adequacy sociotechnical. Case: Woodwork Collective Women, rural settlement Pirituba II, Itapeva/SP
Palavras-chave em inglês
Incubation of solidary economic enterprises
Self-Management
Wood production chain
Wooden windows
Resumo em inglês
Studies and practices in economic solidarity initiatives consider different dimensions of social economy: self-management, gender, empowerment, participation of entities from support and promotion and adequacy sociotechnical (AST). The AST is in this context as a mechanism, method and tool for achieving goals related to self-management. Self-management embraced this study as an educational process. The main objective of the research is to identify and examine the factors that contributed most difficult and most self-managed production of wooden windows in a supportive economic enterprise in the incubation process. The strategies of the research were: survey research after the fact, case study and action research as having element to facilitate the participation of the study the researcher as an advisor of the incubation process of the woodwork in the period from 2006 to 2010. The object of the research is empirical self-managed production of wooden windows in Woodwork Women's Collective rural settlement Pirituba II, Itapeva / SP. The procedures for data collection were: direct observation, analysis and videos, the systematization of knowledge regarding the incubation process and document analysis. In summary, it is a descriptive, exploratory and applied in which were examined variables related to self-management and AST. Achievements of the research were to characterize the production of windows in Joinery Collective Women integrated description of the historical context of the project and the description of workers from the notion of social identity, timeline with variables and explanatory hypotheses for examination of self-management considering the degree of group identity around values of cooperation and solidarity in work, democratic participation in decision making, and collective fund ownership and right of use of the means of production and timeline with variables and explanatory hypotheses for considering the appropriateness sociotechnical authorship of the design and manufacture of products, acquired skills, equipment and devices and partnerships undertaken. As a general conclusion was verified self-management as a process of transition and gradual advance in the practice of development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertacaofinal.pdf (4.71 Mbytes)
Data de Publicação
2015-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.