• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.102.2016.tde-10102016-135225
Documento
Autor
Nome completo
Bianca dos Santos Joaquim
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lopes, João Marcos de Almeida (Presidente)
Ino, Akemi
Santos, Roberto Eustaáquio dos
Título em português
Terra e trabalho: o lugar do trabalhador nos canteiros de produção da Arquitetura e construção com terra
Palavras-chave em português
Arquitetura e construção com terra
canteiro de obras
produção
técnicas de construção com terra
trabalho
Resumo em português
No meio da Arquitetura e Construção com Terra, aspectos positivos relacionados à diminuição da degradação ao meio ambiente e à promoção de resultados benéficos ao desempenho das edificações são bastante difundidos entre seus simpatizantes e especialistas. No entanto, um tema que parece ser pouco explorado é o canteiro de produção desta arquitetura e as condições de atuação dos trabalhadores. O trabalho frequentemente é pesado, a quantidade de esforço físico necessária para a execução das diversas tarefas é alta, podendo ser excessiva e até degradante se as condições de operação no canteiro não estiverem devidamente equacionadas. Dada a altíssima frequência das situações de intensa exploração no setor da construção civil no Brasil e considerando o caráter fortemente artesanal da construção com terra, faz-se necessário conhecer como ocorre a produção desta arquitetura e se a mecanização parcial destes canteiros repercute em melhores condições de trabalho aos operários envolvidos. A partir de informações coletadas em entrevistas com trabalhadores, engenheiros e arquitetos envolvidos nos canteiros de produção da arquitetura e construção com terra, visitas a canteiros de produção desta arquitetura, além de informação complementar apresentada sobre estes canteiros na bibliografia especializada, é construída uma avaliação estruturada por uma análise qualitativa e crítica fundamentada na teoria crítica da arquitetura. A evolução do canteiro de obras passa pelo remanejamento e pela eliminação de algumas tarefas. A mecanização parcial permite que operários possam se deslocar, ou ser deslocados, a ocupações menos degradantes. No entanto, a inclusão de máquinas não ocorre primordialmente por este motivo, ela passa a ser considerada pois, ao confrontar o custo da mão de obra com o investimento em maquinário, este último começa a se revelar como financeiramente viável no Brasil. Portanto, a mecanização parcial que ocorre até agora não pretende ir além de um aumento na produtividade. Mesmo com a incorporação de algumas máquinas, parte dos trabalhadores seguem realizando outras tarefas bastante pesadas, muitas delas exaustivamente repetitivas.
Título em inglês
Earth and labor: the position of workers in the earthen Architetcture construction sites
Palavras-chave em inglês
construction site
earth construction techniques
earthen architecture
labor
production
Resumo em inglês
Among Earthen Architectures supporters and experts, positive aspects related to low environmental degradation and to the promotion of better results to the building performance are well known. However, a subject that seems to be little explored is the construction site of this architecture and the conditions of operation of workers. The labor is often heavy and a high amount of physical exertion is required. If operating conditions at the construction site are not adequately addressed, the demands may be excessive and even degrading. Given the high frequency of intense exploration in the construction sector in Brazil, also considering the strong artisanal character of earthen construction, it is necessary to know how production takes place in this architecture and if the partial mechanization of these sites improves working conditions. Based on information collected in interviews with workers, engineers and architects involved in earth construction production sites, visits to these architecture building sites, in addition to supplementary information provided by the relevant literature, this paper will present an evaluation structured by a critical and qualitative analysis. This review will be based on the Critical Theory of Architecture. The evolution of the construction site occurs by the relocation and the elimination of some tasks. The partial mechanization allows workers to move, or to be moved, to less degrading jobs. However, in Brazil this is not the reason of the inclusion of machines in the processes, the major purpose is to increase productivity. Even with the incorporation of some machinery, the workers continue performing degrading jobs caused by high physical exertion required or exhaustively repetitive tasks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Corrigido.pdf (28.12 Mbytes)
Data de Publicação
2016-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.