• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2018.tde-27062018-185628
Documento
Autor
Nome completo
Lais dos Santos Vinholi e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Cachioni, Meire (Presidente)
Borim, Flávia Silva Arbex
Melo, Ruth Caldeira de
Say, Karina Gramani
Título em português
Intervenção psicoeducativa e tecnológica para prevenção de quedas em pessoas idosas
Palavras-chave em português
Acidente por quedas
Idosos
Novas tecnologias
Prevenção de quedas
Psicoeducação
Resumo em português
As novas tecnologias têm sido aliadas a uma série de programas que visam melhorar a vida dos idosos. Embora o número de trabalhos que aliem novas tecnologias às intervenções psicoeducacionais seja crescente, a produção ainda é timida e não há registros de estudos que aliem dispositivos móveis com intervenções psicoeducativas visando promover a prevenção de quedas em idosos. Objetivos: Apresentar evidências científicas de uma revisão sistemática da literatura sobre o efeito de intervenções educativas associadas ou não ao treinamento físico no medo de quedas em pessoas idosas. Apresentar o desenvolvimento de uma intervenção educativa e tecnológica para prevenção de quedas em pessoas idosas. Apresentar os resultados do piloto de uma intervenção educativa e tecnológica para prevenção de quedas em pessoas idosas quanto a caracterização da amostra e teste piloto da intervenção psicoeducativa isolada e associada ao treinamento físico. Métodos: Foram convidados a participar do estudo 47 indivíduos participantes da Universidade Aberta a Terceira Idade (UnATI| EACH-USP) matriculados no programa Equilibre-se, com idade igual ou superior a 60 anos, randomizados e divididos em quatro grupos distintos: 1) grupo psicoeducativo; 2) grupo de psicoeducação e exercício físico; 3) grupo exercício e 4) grupo controle. Os participantes do grupo de intervenção psicoeducacional participaram de um encontro semanal de 60 minutos cada, durante 16 semanas e após o término desta intervenção, foram convidados a testar um jogo educativo. Esse procedimento foi realizado após os três últimos encontros com o grupo psicoeducativo. Os participantes do grupo psicoeducacional combinado com exercício realizaram adicionalmente ao grupo psicoeducativo mais 60 minutos de exercício físico, duas vezes na semana, durante 16 semanas. O desenho do presente estudo é multifatorial. A testagem ocorreu de maneira duplo-cega. O grupo controle foi convidado a participar da intervenção ao término da pesquisa. Todos os participantes preencheram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Instrumentos: Dados de caracterização e identificação (nome, sexo, idade, escolaridade, estado civil); Questionário sobre doenças autorrelatadas; Questões autorrelatadas sobre quedas; Addenbrooke Cognitive Examination Revised (ACE-R); v Escala de Depressão Geriátrica (EDG); Falls Efficacy Scale-International (FES-I); Falls Risk Awareness Questionnaire (FRAQ); subtestes de Dígitos Diretos e Indiretos da Escala de Inteligência Wechsler para Adultos (WAIS-III); subteste Códigos da WAS-III; Tteste Trilhas, versão A e versão B. Resultados: A revisão de literauta mostrou que embora não exista um consenso sobre o melhor tipo de intervenção para prevenir quedas em idosos, a literatura tem apresentado que intervenções multifatoriais podem gerar bons resultados. O Equilibre-se também apresentou bons resultados e aponta que a psicoeducação combinada a tecnologia pode ser utilizada em programas de prevenção de quedas em idosos. O piloto de usabilidade do jogo apresentou bons resultados, sugerindo que o jogo pode ser uma boa ferramenta tecnológica a ser empregada em programas de prevenção de quedas
Título em inglês
Psychoeducational and technological intervention for prevention of falls in the elderly
Palavras-chave em inglês
Accident by Falls
Elderly Fall Prevention
New technologies
Psychoeducation
Resumo em inglês
The new technologies have been combined with a series of programs aimed at improving the lives of the elderly. Although the number of works that combine new technologies with psychoeducational interventions is increasing, production is still timid and there are no records of studies that include mobile devices with psychoeducational interventions aimed at promoting the prevention of falls in the elderly. Objectives: To present scientific evidence of a systematic review of the literature on the effect of educational interventions associated or not with physical training on fear of falls in the elderly. To present the development of an educational and technological intervention to prevent falls in the elderly. To present the results of the pilot of an educational and technological intervention to prevent falls in the elderly regarding the characterization of the sample and pilot test of the psychoeducational intervention isolated and associated to the physical training. Methods: Participants were enrolled in Equilibre-se program, aged 60 years or older, randomly divided into four groups: (1) psychoeducational group; 2) psychoeducation and physical exercise group; 3) group exercise and 4) control group. Participants in the psychoeducational intervention group participated in a weekly meeting of 60 minutes each, during 16 weeks and after the end of this intervention, were invited to test an educational game. This procedure was performed after the last three meetings with the psychoeducational group. Participants of the psychoeducational group combined with exercise performed the psychoeducational group plus 60 minutes of physical exercise, twice a week, for 16 weeks. The design of the present study is multifactorial. Testing occurred in a double-blind fashion. The control group was invited to participate in the intervention at the end of the research. All participants completed the Free and Informed Consent Form. Instruments: Characterization and identification data (name, sex, age, schooling, marital status); Questionnaire on self-reported diseases; Self-reported fall issues; Addenbrooke Cognitive Examination Revised (ACE-R); Geriatric Depression Scale (EDG); Falls Efficacy Scale-International (FES-I); Falls Risk Awareness Questionnaire (FRAQ); Direct and Indirect Digits subtests of the Wechsler Intelligence Scale for Adults (WAIS-III); subtest WAS-III codes; The literature review has shown that although there is no consensus on the best type of intervention to prevent falls in the vii elderly, the literature has shown that multifactorial interventions can generate good results. Equilibre-se has also presented good results and points out that psychoeducation combined technology can be used in programs to prevent falls in the elderly. The game's usability pilot has yielded good results, suggesting that the game may be a good technological tool to be employed in fall prevention programs
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.