• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2019.tde-12112018-185501
Documento
Autor
Nome completo
Yasmim Nóbrega de Alencar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Régia Cristina (Presidente)
Bergamin, Marta de Aguiar
Segurado, Rosemary
Velardi, Marilia
Título em português
Corpos dançantes: experiências e memórias em dois grupos de dança de periferias brasileiras
Palavras-chave em português
CEM e Pélagos
Conatus
Corpo
Dança
Mente
Rascunho
Resumo em português
A presente dissertação apresenta resultados da pesquisa Corpos dançantes: experiências e memórias em dois grupos de dança de periferias brasileiras, sob orientação da Profª. Drª. Régia Cristina Oliveira, no contexto do mestrado acadêmico em Estudos Culturais, na Escola de Artes, Ciências e Humanidades, da Universidade de São Paulo, entre os anos 2016 e 2018. Tendo dois grupos de dança contemporânea (Centro de Experimentações em Movimento e Núcleo de Dança Pélagos) como objeto de pesquisa, o objetivo deste trabalho foi apreender das experiências e memórias de indivíduos de classes populares de São Paulo e Fortaleza, ex-integrantes dos grupos, como a dança transformou o percurso profissional e pessoal de cada um(a) deles. No âmbito teórico-metodológico, trabalhou-se fundamentalmente com os seguintes conceitos e autores(as): corpo e simbolismos (Le Breton), conatus/afetos/afetações (Espinosa), corpo-mente (Espinosa), corpo-rascunho (Le Breton), corpo político, dança contemporânea (Louppe, Primo, Faro e etc), memória (Bosi), descolonização (Fanon), hibridez (Bhabha), racismo estrutural (Almeida), interseccionalidade (Crenshaw), culturas e empoderamento (Berth). Partindo da consideração do corpo como produção social e cultural, buscamos discuti-lo no contexto da dança, das potências e limites apresentados nas experiências dos sujeitos. A abordagem metodológica foi qualitativa, com técnicas de pesquisa. Trabalhamos com entrevista etnobiográfica, história de vida, levantamento de dados documentais (notícias de jornal e fotos de arquivo pessoal dos entrevistados) coleta de dados na internet, em acervos pessoais e registro de trabalho de campo. Concluímos que ocorreram transformações profundas na subjetividade, na vida dos sujeitos, em suas relações e na forma como passaram a lidar com as próprias emoções. Verificamos que as afetações exerceram papel crucial nessas transformações. Ao mesmo tempo, os sujeitos ainda enfrentam limites socioeconômicos, políticos e culturais provenientes da desigualdade social, individual e coletiva em que vivem, em suas respectivas cidades. São problemas decorrentes do racismo, machismo, da misoginia, da negação do Direito à cidade, à moradia e a tantas outras questões que encontram pelo caminho. Contudo, lutam e atuam em iniciativas de resistência cultural e política onde residem, impactando a realidade da qual são parte ativa nos processos, pressionando gestões culturais e influenciando políticas públicas de cultura locais e também nacionais, além de contribuírem em espaços formativos e criativos para as juventudes de periferias paulistanas e cearenses, experiências artísticas afetivas e transformadoras como foram o CEM e o Pélagos, no passado
Título em inglês
Dancing bodies: experiences and memories in two dance groups from Brazilian low-income neighborhoods
Palavras-chave em inglês
Body
CEM and Pélagos
Conatus
Dance
Draft
Mind
Resumo em inglês
This master thesis presents the results of the research Dancing bodies: experiences and memories in two dance groups from Brazilian low- income neighborhoods, advised by Professor Régia Cristina Oliveira, PhD, within the context of a master's degree in Cultural Studies, at the College of Arts, Sciences and Humanities, of the University of São Paulo, from 2016 to 2018. With two contemporary dance groups (Centro de Experimentações em Movimento and Núcleo de Dança Pélagos) as the object of the research, this work was intended to apprehend, from the experiences and memories of individuals from underprivileged classes of the cities of São Paulo and Fortaleza, former members of the groups, how dance transformed the professional and personal paths of each one of them. Within the theoretical-methodological scope, we worked mostly with the following concepts and author(s): body and symbolisms (Le Breton), conatus/affects/affections (Spinoza), body-mind (Spinoza), body- draft (Le Breton), political body, contemporary dance (Louppe, Primo, Faro et al), memory (Bosi), decolonization (Fanon), hybridity (Bhabha), structural racism (Almeida), intersectionality (Crenshaw), cultures and empowerment (Berth). Considering the body as a social and cultural production, we sought to discuss it within the context of dance, of the potencies and limits presented in the subjects' experiences. The methodological approach was qualitative, with research techniques. We worked with ethno-biographical interviews, life stories, surveying of documental data (newspaper articles and pictures from the interviewees' personal archives), data collection from the Internet, personal files and fieldwork records. We concluded that deep transformations occurred to the subjects' subjectivity, to their lives, relationships and to the manner in which they started to deal with their own emotions. We found that the affections played a crucial role in such transformations. At the same time, the subjects still face socio- economic, political and cultural limitations arising from the social, individual and collective inequality in which they live, in their respective cities. There are issues arising from racism, sexism, misogyny, denial of the right to the city, to housing and many other issues they face along the way. However, they fight and are part of cultural and political resistance initiatives where they live, impacting the reality of which they are an active part in the processes, putting pressure on cultural management and influencing public cultural policies at both local and national levels, in addition to contributing to educational and creative spaces for the youths of low-income neighborhoods of the States of São Paulo and Ceará, which are affective and transformative artistic experiences such as CEM and Pélagos were, in the past
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
yasmimcorr.pdf (7.79 Mbytes)
Data de Publicação
2019-01-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.