• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2015.tde-09092015-190418
Documento
Autor
Nome completo
Caynnã de Camargo Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Piassi, Luís Paulo de Carvalho (Presidente)
Guizzo, Bianca Salazar
Trigo, Luiz Gonzaga Godoi
Título em português
O Vilão Desviante: ideologia e heteronormatividade em filmes de animação longa-metragem dos Estúdios Disney
Palavras-chave em português
Disney
Estudos Culturais
Gênero
Heteronormatividade
Vilões
Resumo em português
A relevância das animações infantis no processo de ensinar papéis específicos, valores e ideais é amplamente reconhecida pelos estudiosos da cultura. O presente trabalho tem como objetivo central desvelar e analisar criticamente a sutil estratégia discursiva presente em alguns destes artefatos midiáticos endereçados prioritariamente às crianças, que consiste em reiterar o status de normalidade das formas de identificação por gênero hegemônicas a partir da atribuição de teor de negatividade a identidades desviantes em relação às normativas sócio-historicamente constituídas de "masculinidade" e "feminilidade". Para tanto, lançamos mão da semiótica greimasiana, de modo a analisar a presença de elementos de transgressão dos papéis de gênero concebidos como "naturais" nas representações dos vilões Úrsula, Jafar e Scar, das animações Disney A Pequena Sereia (1989), Aladdin (1992) e O Rei Leão (1994), respectivamente. Enfatizamos a análise de elementos presentes no nível discursivo do texto, destacadamente os figurinos dos personagens, seus códigos de gestualidade e suas conformações físicas. Em combinação com a semiótica, empregamos alguns conceitos da linha de pesquisa genericamente conhecida como Análise de Discurso, visando discutir a relação dialógica que se estabelece entre os textos constituintes do corpus de análise e os discursos políticos e sociais conflitantes, próprios dos contextos sócio-históricos dos quais os filmes emergiram. Buscamos ainda propor discussões acerca do papel que essa associação entre desvio das normas de gênero e a figura dos antagonistas desempenha no reforço da heteronormatividade e de preconceitos em relação a determinados grupos sociais, problematizando as animações enquanto instrumentos de educação moral não-formal. Concluímos que o padrão de representação dos vilões analisados, no tocante às suas performances de gênero, cumpre com a função ideológica de implicitamente avaliar negativamente as formas de ser e agir que frustram as tradicionais expectativas de "masculinidade" e "feminilidade", inequivocamente associando-as com maldade, crueldade, egoísmo e ganância. Por fim, procuramos compreender as identidades de gênero desviantes dos vilões em questão sob a luz de alguns elementos da Teoria Queer
Título em inglês
The Deviant Villain: ideology and heteronormativity in Disney animated feature films
Palavras-chave em inglês
Cultural Studies
Disney
Gender
Heteronormativity
Villains
Resumo em inglês
The relevance of childrens animated films in the process of teaching specific roles, values and ideals is widely recognized by culture scholars. The present work aims to unveil and critically analyze the subtle discursive strategy present in some of these media artifacts primarily addressed to children, which consists in reiterating the normality status of hegemonic forms of gender identification by attaching negativity content to devious identities in relation to socio-historic rules of "masculinity" and "femininity". Therefore, we make use of the Greimasian semiotics approach in order to analyze the presence of transgression elements of "natural" conceived gender roles in the representation of the villains Ursula, Jafar and Scar, from the Disney animation movies "The Little Mermaid" (1989), "Alladin" (1992) and "The Lion King" (1994), respectively. We emphasize the analysis of the elements present on the text discursive level, namely the characters costumes, their body language codes and physical conformations. Together with semiotics, we use some of the concepts from the research line generically known as "Discursive Analysis", aiming to discuss the dialogical relation established among the "corpus" of analysis and the political and social conflicting speeches, proper to the socio-historic contexts from which the movies emerged. Furthermore, we aim to propose discussions over the roles that this association between deviation of gender norms and the antagonists figure play on the support of heteronormativity and pre-concepts regarding certain social groups, problematizing the animation films as non-formal education teaching tools. We conclude that the representation patterns of the studied villains, on their gender performances, comply with the ideological function of implicitly and negatively evaluate ways of being and acting which frustrate traditional expectations of "masculinity and femininity", unequivocally associating them to evil, cruelty, selfishness and greed. Finally, we attempt to understand the devious gender identities from the studied villains under some Queer Theory elements.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.