• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Aparecida de Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Trigo, Luiz Gonzaga Godoi (Presidente)
Galindo, Dolores Cristina Gomes
Oliveira, Érika Cecília Soares
Teixeira Filho, Fernando Silva
Título em português
Deslenguada: uma figuração da dissidência em val flores
Palavras-chave em português
Dissidência
Feminismo
Figurações
Lésbicas
Queer
Resistências
Resumo em português
Essa dissertação apresenta resultados da pesquisa Deslenguada: uma figuração da dissidência em val flores, sob orientação do Prof. Dr. Luiz Gonzaga Godoi Trigo, no contexto do mestrado acadêmico em Estudos Culturais, na Escola de Artes, Ciências e Humanidades, da Universidade de São Paulo, entre os anos 2016 e 2018. O objeto dessa pesquisa foi a obra Deslenguada: desbordes de una proletária del lenguaje", publicada na Argentina em 2010 pelas edições Ají de Pollo, por valeria flores, escritora lésbica feminista contemporânea dissidente. Tivemos como objetivo analisar a Deslenguada enquanto figuração, abordando a ideia de uma proletária da linguagem, a fim de reconhecer resistências da dissidência sexual em sua obra. A abordagem teórico-metodológica foi qualitativa e fez uso da Análise do Discurso. Para tal, percorremos os enunciados da resistência e da dissidência. A pesquisa teve caráter exploratório, cujos procedimentos foram a pesquisa bibliográfica e a partir de levantamento de referências teóricas de val flores. Utilizamos coleta de dados da internet, tais como artigos científicos, páginas da web, zines e entrevistas. Para abordar as figurações, passamos inicialmente pelos conhecimentos situados através de autoras como Adrienne Rich (1986), Patricia Hill Collins (1990) e Donna Haraway (1995). O reconhecimento de que a produção literária ou as artes, de maneira geral, estão inseridas numa esfera de disputa (econômica, política e social), produzindo significantes que circulam no imaginário social, nos impulsionou a compreender as maneiras pelas quais estas incidem sobre a produção de subjetividades. Concluímos que a figuração Deslenguada é inscrita como um contraponto, numa produção dissidente e imaginativa, perfurando as políticas heterocapitalista branca e patriarcal, que levam os sujeitos da dissidência sexual aos silenciamentos resultantes da opressão masculina e da heteronormatividade que se atualizam por meio da linguagem
Título em inglês
Dislanguaged: a dissidence figuration in val flores
Palavras-chave em inglês
Dissidence
Feminism
Figuration
Lesbians
Queer
Resistance
Resumo em inglês
This dissertation presents the outcomes of the research Dislanguaged: a dissidence figuration in val flores, upon the guidance of Professor Luiz Gonzaga Godoi Trigo, for the academic masters degree in Cultural Studies, at the Escola de Artes, Ciências e Humanidades, University of São Paulo, between 2016 and 2018. This research object was the book Deslenguada: desbordes de una proletária del lenguaje (Dislanguaged: overflows of a language proletarian), published in Argentina, in 2010, by the publisher Ají de Pollo, by valeria flores, contemporary lesbian dissident feminist writer. Our objective was to analyse the expression Dislanguaged as figuration, approaching the idea of a language proletarian, in order to recognize the sexual dissidence resistance in her oeuvre. The theoretical-methodological approach was qualitative and used the speech analysis and, as for this, weve been through the statements of resistance and dissidence. The research has had an exploratory feature, being the procedures both the bibliographical research and val flores theoretical references survey. Weve used internet data such as scientific articles, web pages, zines and interviews. As to approach the figurations, we first turned to the situated knowledges brought by the authors Adrienne Rich (1986), Patricia Hill Collins (1990) and Donna Haraway (1995). Through the recognition that the literary production is inserted in a dispute realm economical, political and social -, coming up with signifiers that are present on the social imaginary, weve been driven to understand how this falls on the subjectivity production. Weve concluded that the figuration of Dislanguaged is inscribed on an imaginative and unsubmissive production, cracking the white and patriarchy heterocapitalist politics, as a counterpoise that silences the sexual dissidence, resulting from the masculine oppression and the heteronormativity that are updated due the language usage
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
deslenguada.pdf (1.75 Mbytes)
Data de Publicação
2019-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.