• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2017.tde-17022017-133017
Documento
Autor
Nome completo
Julio Cesar Braconi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Zanirato, Silvia Helena (Presidente)
Alves, Gloria da Anunciação
Machado, Jorge Alberto Silva
Tatagiba, Luciana Ferreira
Título em português
A disputa pela moradia na região central de São Paulo: uma análise das ocupações Prestes Maia, Mauá e Cambridge
Palavras-chave em português
Cidade de São Paulo
Habitação
Movimentos sociais de moradia
Ocupações
Região central
Resumo em português
Neste trabalho investigamos a atuação dos movimentos sociais de moradia que disputam o espaço central da cidade de São Paulo para produção de habitação de interesse social (HIS). Para isso apresentamos o processo de alteração espacial ocorrido na região central a partir da industrialização e posteriormente a reorganização do espaço urbano conduzida pelo Estado e agentes financeiros visando produzir novas centralidades e requalificar espaços degradados na região central, apresentamos também a atuação dos movimentos sociais de moradia que surgiram a partir da década de 90. Os movimentos pesquisados são: Frente de Luta pela Moradia (FLM), Movimento Sem-Teto do Centro (MSTC) e Movimento de Moradia na Luta por Justiça (MMLJ), estes movimentos se destacam por sua capacidade de articulação política e quantidade de imóveis ocupados na região central. Aprofundamos este trabalho em três ocupações, Prestes Maia com 478 famílias, Mauá com 248 famílias e a ocupação hotel Cambridge com 171 famílias, ao todo vivem nestes espaços 897 famílias. Buscamos compreender estas disputas através das ocupações de imóveis que ocorreram durante o período de 2002 a 2012. Nestas ocupações se dão as dinâmicas de organização e luta pelo espaço urbano central, se tornando espaços de luta e esperança para a classe trabalhadora de menor renda que integram estes movimentos. Estas ocupações na região central da cidade se tornaram espaços de resistência em meio ao concreto da indiferença causada pela renda da terra. Espaços de luta, pois, para eles: "Quem não luta, está morto!"
Título em inglês
A disputa pela moradia na região central de São Paulo: uma análise das ocupações Prestes Maia, Mauá e Cambridge.
Palavras-chave em inglês
Central region
Housing
Occupations
São Paulo city
Social housing movements
Resumo em inglês
In this work we investigate the role of social movements for housing contesting for the central space of the city of São Paulo for production of social housing (HIS). To this end we introduce the processs of spatial changes occurred in the central region. The surveyed movements are: Fighting Front for Housing (FLM), Motion Homeless Center (MSTC) and Housing Movement in the Struggle for Justice (MMLJ), these movements stand out for their joint capacity policy and amount of occupied buildings in the central region. Deepen this work in three occupations, Prestes Maia with 478 families, with Mauá 248 families and Cambridge hotel occupancy with 171 families in all living 897 families in these spaces. We seek to understand these disputes by of real estate occupations that occurred during the period 2002-2012. These occupations are given the organizational dynamics and struggle for space urban center, becoming spaces of struggle and hope for the class working lower-income falling within these movements. These occupations in the downtown area have become areas of resistance in amid the indifference of the concrete caused by land rent. Spaces of struggle, because to them, "Who does not fight, is dead!"
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.