• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2014.tde-01112014-232022
Documento
Autor
Nome completo
Debora Cidro de Brito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Marco Antonio Bettine de (Presidente)
Ansara, Soraia
Lima, Aluísio Ferreira de
Velardi, Marilia
Título em português
Luta antimanicomial: da participação política à formação da personagem militante
Palavras-chave em português
Identidade
Luta antimanicomial
Luta por reconhecimento
Participação política
Resumo em português
As ações que resultaram na Reforma Psiquiátrica tiveram início no Brasil a partir da década de 1970 e, especialmente na década de 1980, favorecendo a abertura para a participação política de usuários dos serviços de saúde mental e familiares de usuários, possibilitando a formação de diversos coletivos antimanicomiais que partilham dos ideais de eliminação dos manicômios, das práticas segregadoras em relação à saúde mental e pelo reconhecimento dos direitos e das capacidades de uma pessoa portadora de sofrimento psíquico. Essas transformações que vem ocorrendo nos últimos anos colocaram o usuário e o familiar em outra relação, seja com a própria loucura, seja com a sociedade, pois, ao menos em tese, novas possibilidades de inserção no espaço público foram se mostrando. Ainda assim, reconhecemos também os interesses envolvidos na Reforma Psiquiátrica que podem esconder as práticas manicomiais ainda presentes na sociedade, podendo ser essas transportadas para espaços extra-muros. Diante disso, os usuários e familiares que participam de coletivos antimanicomiais encontram-se na encruzilhada das políticas de identidades que regulam seu modo de vida e os lugares de sua existência e, das identidades políticas que visam desconstruir naturalizações de desigualdades sociais a que alguns grupos estão submetidos. Entre esses dois polos, desejamos verificar como se dá as metamorfoses da identidade de militantes da luta antimanicomial. Para isso, utilizamos duas histórias de vida: Laura e Fernando, militantes da luta antimanicomial que vão nos contar, por meio de suas memórias da participação política, como as relações sociais se materializaram em suas individualidades. Para a análise de suas histórias, utilizamos o referencial teórico de autores que entendem a identidade pelo sintagma identidade-metamorfose-emancipação. Ao final, verificamos o potencial emancipador da luta por reconhecimento que ambos estiveram inseridos, evidenciando a busca por melhores condições de vida para outros indivíduos, assim como o reconhecimento de seu valor social.
Título em inglês
Antimanicomial struggle: political participation to the training of activist personage
Palavras-chave em inglês
Anti-asylum fight
Identity
Political participation
Struggle for recognition
Resumo em inglês
The actions which resulted in the Psychiatric Reform began in the 1970s especially in the 1980s in Brazil and have favoured openness to the political participation for mental health service of users and their families. This fact has enabled the formation of various anti-asylum collectives which shared the ideals of eliminating not only the asylums but also the segregating practices regarding mental health and for the recognition of the rights and capacities of people with mental suffering. These transformations which have occurred in recent years have provided the users and their families the opportunity to establish a different relation with either the insanity or the society, once, at least in thesis, they were shown new possibilities of being inserted into the public space. Nevertheless, it is important to recognize to which extent the interests involved in the Psychiatric Reform can hide asylum practices still present in our society. Therefore, users and their families who participate in anti-asylum collective are at the crucial crossroads of polices of identity which rule and shape their way of life and the places they live in, and also the political identities which aim to deconstruct the naturalization of social inequalities some groups are submitted. Between these two poles, our aim is to check how the metamorphosis of anti-asylum fight activists identity is formed. For this purpose, we used two life stories: Laura and Fernando, anti-asylum fight activists who will tell us based on the memory they have of their political participation, such as social relations materialized in their individualities. For the analysis of their stories, we used the theoretical framework of authors who understand by the term identity identity-bubble-emancipation. Finally, we will analyse the emancipatory potential of the struggle for recognition both stories were inserted in and put the search for better conditions of life for others individuals in evidence, as well as the recognition of its social value.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-15
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ALMEIDA, M. A. B., et al. Perfil Socioeconômico de ingressantes no futebol no período pós Lei Pelé. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2011, vol. 16, p. 1-7. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • ALMEIDA, M. A. B., e rall, luzia. A RELAÇÃO ENTRE GÊNERO E ADESÃO À ATIVIDADE FÍSICA NO LAZER. Conexões (UNICAMP) (Cessou em 2000. Cont. ISSN 1983-9030 Conexões (Campinas. Online)) [online], 2012, vol. 9, p. 115-123. Dispon?vel em: http://www.fef.unicamp.br/conexoes.
  • ALMEIDA, M. A. B., e SILVA, A. O futebol no banco dos réus: caso da homofobia. Movimento (UFRGS. Impresso) [online], 2012, vol. 18, p. 301-321. Dispon?vel em: http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/20826/17386.
  • FERREIRA, Renata, e ALMEIDA, M. A. B. Os clubes de futebol e o processo de urbanização e racionalização da cultura na região do rio Tietê (1889-1945). Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 16, p. 1-9. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • Ribeiro, Karoline, ALMEIDA, M. A. B., e MOSNA, E. O processo civilizador e a interferência política no esporte: o uso do futebol como prática de lazer durante o regime militar brasileiro. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 16, p. 1-7. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • SILVA, F. P., et al. Acontecimentos dos boicotes olímpicos: análise dos Jogos de 1980. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 170, p. 1-10. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • VECHIATTO, B., e ALMEIDA, M. A. B. O modismo da ginástica funcional: uma visão. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 15-23. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • ALMEIDA, M. A. B., et al. A evolução histórica da prancha de surf e seu aperfeiçoamento tecnológico. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 2-10. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • CARDONA, M. A., e ALMEIDA, M. A. B. O parque ideal e as condições para a prática de atividades físicas,em parques públicos municipais, da zona leste, São Paulo - Brasil. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 1-10. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • CORAT, L., e ALMEIDA, M. A. B. ANÁLISE DA CONCEPÇÃO DE CORPO NA GINÁSTICA RÍTMICA: UM ESTUDO DOS MANUAIS DE 1932 A 1958. Recorde: Revista de História do Esporte [online], 2012, vol. 5, p. 1-26. Dispon?vel em: http://www.sport.ifcs.ufrj.br/recorde/home.asp.
  • FERRAZ, Simone, e ALMEIDA, M. A. B. A inserção da mulher na arte marcial: o caso do Kung Fu. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 15, p. 1-5. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • MOSNA, E, et al. Reflexos das diferenças sexuais na prática de esportes de aventura com adolescentes: estudo de caso com rapel. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 1-8. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • MOSNA, E, ALMEIDA, M. A. B., e GALHARDO, W. Panorama das atividades físicas aplicadas no Serviço Social da Indústria (SESI) durante o nacional desenvolvimentismo: análises e reflexões. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 1-6. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • MOSNA, E, ALMEIDA, M. A. B., e SILVA, A. Atividade Física, Gênero e política na cidade de São Paulo. Uma análise sócio histórica das mulheres negras na segunda metade do século XIX. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 1-8. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • MOSNA, E, e ALMEIDA, M. A. B. A chegada da doutrina tecnicista americana no Brasil. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 15, p. 1-4. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • MOSNA, E, e ALMEIDA, M. A. B. Breve diagnóstico da atividade física durante o nacional desenvolvimentismo brasileiro (1946-1964). Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 17, p. 1-8. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • SILVA, E. M. G., et al. Alienação e a influência da mídia no consumismo dos futuros adultos. Lecturas Educación Física y Deportes (Buenos Aires) [online], 2012, vol. 169, p. 10. Dispon?vel em: http://www.efdeportes.com.
  • ALMEIDA, M. A. B., y FONSECA, A. M. Patologias Sociales y Calidad de vida en la sociedad moderna. In Simposio Intrnacionl EXERNET, Madrid, 2012. Simposio Internacional Externet.Madrid : DOPPEL, 2012. Disponible en Internet: http://www.spanishexternet.com.
  • ALMEIDA, M. A. B.. Análise do Corpo, Estado e Cultura. In VI Simpósio Brasileiro de Psicologia Política, São Paulo, 2011. Psicologia Política., 2011. Dispon?vel em: http://www.each.usp.br.
  • ALMEIDA, M. A. B.. As práticas de lazer no período militar. In VII Congresso Português de Sociologia, Porto, 2012. Congresso Português de Sociologia: crises e reconfigurações., 2012. Dispon?vel em: http://www.aps.pt.
  • ALMEIDA, M. A. B.. Uma Teoria da Ação Comunicativa e um olhar sobre o lazer e o esporte. In Encuentro Ibero-Latinoamericano de Grupos e Equipos de Psicologia Política, Córdoba - Argentina, 2011. 1er Encuentro Ibero-Latinoamericano de Grupos e Equipos de Psicologia Política.Córdoba : Universidad Nacional Cordoba, 2011.
  • ALMEIDA, M. A. B. ASPECTOS CONTEMPORÂNEOS DO ESPORTE: O SUJEITO E A RACIONALIZAÇÃO. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. Sao Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 137-148.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
  • ALMEIDA, M. A. B., e Gutierrez, Gustavo. ANÁLISE DE UM PRESÍDIO BRASILEIRO: UMA ABORDAGEM DA PSICOLOGIA POLÍTICA. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. Sao Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 87-104.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
  • ALMEIDA, M. A. B., e Gutierrez, Gustavo. O Lazer no Brasil: de Getúlio Vargas à globoalização. São Paulo : PHORTE, 2011{Volume}.{Serie}
  • ALMEIDA, M. A. B., Gutierrez, Gustavo, e MARQUES, Renato F. R. QUALIDADE DE VIDA DEFINIÇÃO, CONCEITOS E INTERFACES COM OUTRAS ÁREAS DE PESQUISA. São Paulo : CoBEd, 2012{Volume}.{Serie}
  • ALMEIDA, M. A. B., SILVA, A., e CORREA, F. Psicologia política: debates e embates de um campo interdisciplinar. Organizador. Sao Paulo : CoBEd, 2012{Volume}.{Serie}
  • CARDONA, M. A., e ALMEIDA, M. A. B. A PROMOÇÃO DA SAÚDE: UM ENFOQUE PSICOPOLÍTICO. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. São Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 125-136.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
  • CIDRO, D., e ALMEIDA, M. A. B. OS SABERES, O CRIMES E A LOUCURA: UM ENFOQUE DA PSICOLOGIA PÓLITICA. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. Sao Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 69-86.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
  • Gutierrez, Gustavo, e ALMEIDA, M. A. B. O lazer e o esporte vistos a partir da teoria da Ação Comunicativa de Habermas. In Jussara Ayres Bourguignon, e Constantino Oliveria Junior. Pesquisa em Ciências Sociais. Organizador. Ponta Grossa : Toda Palavra, 2012{Volume}. cap. 1, p. 79-98.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
  • Gutierrez, Gustavo, e ALMEIDA, M. A. B. Para uma Teoria da Ação Comunicativa. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. São Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 105-124.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
  • MARQUES, Renato F. R., Gutierrez, Gustavo, e ALMEIDA, M. A. B. Participaçao Social em Políticas Públicas de Esporte e Lazer no Brasil: o exemplo das Conferências Nacionais do Esporte. In Gustavo Luis Gutierrez, Roberto Vilarta, e Roberto Teixeira Mendes. Políticas Públicas Qualidade de Vida e Atividade Física [online]. Organizador. Campinas - SP : IPES, 2011{Volume}. cap. 1, p. 19-28.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-01112014-232022/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.