• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2004.tde-29062005-144413
Documento
Autor
Nome completo
Tilde Rodrigues Froes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Iwasaki, Masao (Presidente)
Matera, Julia Maria
Muniz, Lucy Marie Ribeiro
Sterman, Franklin de Almeida
Vulcano, Luiz Carlos
Título em português
Utilização da ultra-sonografia em cães com suspeitas de neoplasias do sistema digestório (fígado, intestinos e pâncreas)
Palavras-chave em português
Cães
Neoplasias
Sistema digestório
Ultrasonografia
Resumo em português
Os objetivos do presente trabalho foram avaliar a acurácia do exame ultra-sonográfico para indicar o órgão abdominal afetado pelo processo neoplásico, determinar as características ultra-sonográficas dos diferentes tipos neoplásicos que acometem o fígado, os intestinos e o pâncreas, bem como analisar a eficácia da ultra-sonografia bidimensional em apontar a malignidade desses processos neoplásicos. A amostra foi constituída por 114 cães com suspeita de processo neoplásico, e a observação compreendeu um período de 12 meses consecutivos. Em 88 desses animais, a presença de neoplasia abdominal foi confirmada. Em 84 (95,4%) cães, a origem da massa foi corretamente classificada, em 3 (3,5%) foi erroneamente classificada e em 1 (1,1%), a massa não foi identificada pelo exame sonográfico. Os tipos cito-histológicos diagnosticados no fígado foram: colangiocarcinoma 6(50%), carcinoma hepatocelular 3(25,1%), tumor de células mesenquimais?hemangiossarcoma 1(8,3%), linfoma de pequenas células 1(8,3%) e cistoadenoma de vias biliares 1(8,3%). No intestino foram identificados adenocarcinoma 2(25%), linfoma 2(25%), leiomiossarcoma 2(25%), tumor de células mesenquimais 1(12,5%) e adenoma de cólon 1(12,5%). No pâncreas foram diagnosticados: adenocarcinoma pancreático 3(75%) e insulinoma 1(25%). Com relação à diferenciação entre tumores hepáticos malignos e benignos pela ultra-sonografia convencional, 11 casos (100%) foram suspeitos de malignidade e confirmados com o padrão-ouro; contudo, parâmetros suspeitos para malignidade também foram observados em um caso de tumor benigno. Ao analisar a ultra-sonografia na suspeita de tumores nos segmentos intestinais para a diferenciação entre tumores e processo inflamatório, 8 (100%) casos suspeitos para processo neoplásico foram confirmados; todavia, parâmetros suspeitos para processos neoplásicos intestinais também foram observados em 3 casos de enterite inflamatória granulomatosa. Ao analisar a ultra-sonografia na suspeita de tumores pancreáticos exócrinos, foi possível identificar e localizar a massa em sua maioria, mas a diferenciação segura entre processo neoplásico e pancreatite crônica não foi possível. Conclui-se que: o exame sonográfico é um bom método de detecção da origem do processo neoplásico abdominal, e que embora não específicos, o achado sonográfico auxilia na determinação da malignidade do processo.
Título em inglês
The use of ultrasonography in the diagnostic approach of dogs with suspected of digestive neoplasm (liver, intestines and pancreas)
Palavras-chave em inglês
Digestive
Dogs
Neoplasm
Ultrasonography
Resumo em inglês
The purposes of the present study were to evaluate the diagnostic accuracy of ultrasonography in the assessment of abdominal organs due to neoplastic process, to determine the ultrasonographic findings of each tumor type found in the liver, intestines and pancreas, and thereby study the potential contribution of ultrasonography to distinguish benign from malignant lesions. One hundred and fourteen dogs with suspected neoplastic disease were enrolled in this prospective study during 12 consecutive months. 88 dogs were diagnosed as having abdominal neoplasm. In 84(95,4%) dogs the affected organ was correctedly identified, in 3(3,5%) dogs the affected organ was incorrectedly identified and in 1 dog the affected organ wasn?t identified. The tumors types in the liver were: cholangiocarcinoma 6(50%), hepatocellular carcinoma 3(25,1%), mesenchymal hepatic tumor ? hemangiosarcoma 1(8,3%), small cell lymphoma 1(8,3%) and bile duct cystadenoma 1(8,3%). Tumor types in the intestines were: adenocarcinoma 2(25%), lymphoma in alimentary tract 2(25%), leiomyosarcoma 2(25%), mesenchymal cell tumor 1 (12,5%) and colon adenoma 1 (12,5%). In the pancreas were: pancreatic adenocarcinoma 3(75%) and insulinoma 1(25%). Considering ultrasonographic findings alone we could predict malignant lesion in 11(100%) cases, and all cases had proven malignant liver neoplasm. However, one case of benign liver neoplasia was erroneuosly consireded as being malignant . Ultrasonographic findings alone were of important diagnostic value in differentiating intestinal neoplasia from enteritis. Eight (100%) dogs showing ultrasonographic signs of malignancy were confirmed as having malignant intestinal neoplasia, however, the same signs were seen in 3 cases of inflamatory granulomatous enteritis. Pancreatic masses were correctedly identified, but it was not possible to confidently differentiate between pancreatitis and pancreatic neoplasia. We conclude that use ultrasonography is of great value in determining the affected abdominal organ for neoplasic process, and that the sonography findings although not specific, may help in the assessment of malignancy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TildeFroes.pdf (2.63 Mbytes)
Data de Publicação
2007-03-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.