• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2004.tde-29062005-085936
Documento
Autor
Nome completo
Thaís Sodré de Lima Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Silva, Luis Claudio Lopes Correia da (Presidente)
Cortopassi, Silvia Renata Gaido
Luna, Stélio Pacca Loureiro
Título em português
Avaliação dos efeitos do pneumotórax unilateral de baixa pressão induzido em eqüinos
Palavras-chave em português
Eqüinos
Pneumotórax
Toracoscopia
Resumo em português
O presente estudo objetivou avaliar as alterações hemodinâmicas, de oxigenação, de ventilação e metabólicas em cavalos sedados com a associação de romifidina e tartarato de butorfanol submetidos a pneumotórax unilateral de baixa pressão por 20 minutos. Foram utilizados cinco eqüinos machos, hígidos, de diferentes raças, submetidos a dois procedimentos. No primeiro procedimento (Grupo I) os animais receberam a associação de romifidina (0,06 mg/kg) e tartarato de butorfanol (0,04 mg/kg) por via intravenosa. A coleta de dados foi realizada imediatamente antes da administração dos fármacos e após 10, 30, 40 e 65 minutos. No segundo procedimento (Grupo II), os mesmos animais receberam a associação dos fármacos e foram submetidos a toracoscopia, com a criação de pneumotórax unilateral esquerdo de 20 minutos de duração. A coleta de dados foi realizada imediatamente antes e 10 minutos após sedação; 20 minutos após o início do pneumotórax; 5 e 30 minutos após o término do pneumotórax. Os valores obtidos foram confrontados estatisticamente através de provas paramétricas, com a Análise de Variância seguida do Teste de Tukey para a comparação dos diferentes momentos em cada grupo e teste t-Student entre os dois grupos, adotando-se significância estatística de 5% (p<0,05). No Grupo I observou-se redução significativa da freqüência, débito e índice cardíacos até o término das mensurações. No Grupo II houve redução semelhante, porém o débito e índice cardíacos diminuíram de forma não significativa. Os valores da pressão arterial sistólica, diastólica e média permaneceram constantes no Grupo I, e apresentaram diminuição gradativa no Grupo II, significante somente para pressão arterial sistólica aos 5 e 30 minutos após o pneumotórax, e aos 30 minutos após o pneumotórax para pressão arterial média. O valor médio da pressão de artéria pulmonar apresentou aumento após a sedação apenas no Grupo I. A pressão venosa central apresentou incremento significativo aos 10 e 40 minutos após a sedação no Grupo I, e aos 10 minutos após a sedação e 20 minutos de pneumotórax no Grupo II. O índice de resistência vascular sistêmica apresentou aumento significativo somente no Grupo I após a sedação. Não foram presenciadas alterações significativas nos valores do índice de resistência vascular pulmonar em ambos os grupos. A pressão parcial de oxigênio no sangue arterial reduziu de forma significativa no Grupo II após a sedação e aos 20 minutos de pneumotórax. Também neste grupo, os valores de conteúdo, pressão parcial e saturação de oxigênio no sangue venoso misto reduziram de forma significativa em todos os momentos após a mensuração controle. Em ambos os grupos o índice de oferta de oxigênio diminuiu após a sedação, permanecendo reduzido de forma significativa somente no Grupo I. Os valores da diferença arteriovenosa de oxigênio e da taxa de extração de oxigênio apresentaram elevação significativa após a sedação no Grupo II, que persistiu até o término das mensurações. Em ambos os grupos, as alterações na freqüência respiratória, pressão parcial de dióxido de carbono arterial e pH não foram significativas. O bicarbonato plasmático arterial apresentou aumento significativo 30 minutos após o término do pneumotórax no Grupo II. A partir dos resultados obtidos foi possível concluir que: o pneumotórax unilateral induzido com baixo fluxo e mantido a baixo nível pressórico não leva a alterações hemodinâmicas, de oxigenação, ventilação e metabólicas significativas em eqüinos hígidos. A associação de romifidina e butorfanol conferiu sedação e analgesia suficientes para a realização do procedimento. porém foi a responsável pelas alterações hemodinâmicas e de oxigenação.
Título em inglês
Evaluation of the effects of low pressure induced unilateral pneumothorax in horses
Palavras-chave em inglês
Horses
Pneumothorax
Thoracoscopy
Resumo em inglês
The aim of this study was to evaluate changes on hemodynamic, oxygenation, ventilation and metabolic values in horses sedated with romifidine and butorphanol, submitted to a low pressure induced unilateral pneumothorax for 20 minutes. Five healthy male horses, of different breeds, were submitted to two procedures. In the first one (Group I) the horses were treated with the intravenous combination of romifidine (0,06 mg/kg) and butorphanol (0,04 mg/kg). Data were collected immediately before and 10, 30, 40 and 65 minutes after drug application. In the second procedure (Group II), the same horses were treated with the drug combination and were submitted to thoracoscopy, with a left unilateral pneumothorax of 20 minutes long. Data were collected immediately before and 10 minutes after drug application, as well 20 minutes after the beginning of the pneumothorax and 5 and 30 minutes after the end of the pneumothorax. Data were submitted to Analysis of Variance test followed by Tukey?s test to compare different moments in each group and t-Student test between groups, with 5% of significance (p<0,05). In Group I was observed a significantly reduction of the heart rate, cardiac output and cardiac index until the end of the measurements. In Group II there was similar reduction, however the decrease of the cardiac output and cardiac index was not significant. The systolic, diastolic and mean arterial pressure remained constant in Group I, and a gradual decrease was observed in Group II. In this group, a significant decrease of the systolic arterial pressure was present at 5 and 30 minutes after the end of the pneumothorax, and the mean arterial pressure only 30 minutes after the end of the pneumothorax. The mean pulmonary arterial pressure increased after sedation only in Group I. The central venous pressure increased significantly 10 and 40 minutes after sedation in Group I and at 20 minutes after the end of the pneumothorax in Group II. The systemic vascular resistance increased significantly after sedation only in Group I. The pulmonary vascular resistance values did not change significantly in both groups. The arterial partial pressure of oxygen reduced significantly after sedation and at 20 minutes after the end of the pneumothorax in Group II. In this group a significant decrease of mixed venous oxygen content, partial pressure and saturation was present in all moments in relation to baseline values. In both groups the oxygen delivery index reduced after sedation, remaining significantly reduced only in Group I. The arteriovenous oxygen difference and the oxygen extraction ratio increased significantly after sedation in Group II, and persisted until the end of the procedure. In both groups the respiratory rate, the arterial pressure of carbon dioxide and pH did not change significantly. Plasma bicarbonate increased only in Group II 30 minutes after the end of the pneumothorax. In view of the obtained results its possible to conclude that: low pressure unilateral pneumothorax induced with low flow did not induce significant changes in hemodynamic, oxygenation, ventilation and metabolic values in healthy horses. The combination of romifidine and butorphanol provided good sedation and analgesia to the surgery perform, however was the responsible for the hemodynamic and oxygenation changes that occurred.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ThaisMachado.pdf (836.16 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-30
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • MACHADO, T. S. L., et al. Cardiovascular and pulmonary effects of romifidine and butorphanol combination in horses. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 2006, vol. 43, nº 4, p. 568-575.
  • PENNA, A. C. B. A., ZOPPA, A. L. V., e MACHADO, T. S. L. Avaliação clínica de eqüinos submetidos a pneumotórax induzido por infusão contínua controlada de CO2. In VI Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária, Indaiatuba, 2004. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science .São Paulo : FUMVET, 2004. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.