• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2003.tde-01062004-153913
Documento
Autor
Nome completo
Valéria Lima de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Alvarenga, Jose de (Presidente)
Ferrigno, Cassio Ricardo Auada
Silva, Marta Fernanda Albuquerque da
Título em português
Efeitos do ultra-som de baixa intensidade sobre a consolidação óssea em fraturas de ossos longos (rádio e ulna, fêmur, tíbia e fíbula) em cães (Canis familiaris)
Palavras-chave em português
cães
consolidação óssea
fraturas
terapia ultra-sônica
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo realizar a investigação clínica dos efeitos do ultra-som de baixa intensidade como tratamento adjuvante na consolidação óssea de fraturas de ossos longos (rádio e ulna, fêmur, tíbia e fíbula) em cães. Foram utilizados 29 cães de raças variadas, 17 fêmeas e 12 machos, com faixa etária entre seis e 72 meses, 2,3 a 43 kg de peso corporal, portadores de fraturas recentes em ossos longos (rádio e ulna, fêmur, tíbia e fíbula), submetidos a procedimentos de osteossíntese (pinos intramedulares, fixação esquelética externa ou a associação destes métodos) e provenientes da rotina hospitalar de três instituições. Um dos cães apresentou fratura bilateral de tíbia e fíbula, tendo sido consideradas 30 fraturas. Os animais foram divididos em três grupos, de acordo com o local da fratura: GI (rádio e ulna), GII (fêmur), e GIII (tíbia e fíbula). Realizou-se o tratamento adjuvante de fraturas com ultra-som pulsado de baixa intensidade (30 mW/cm2 , durante 20 minutos, por 21 dias consecutivos) em 12 cães e 17 animais foram utilizados como controle. Todos os pacientes foram avaliados por exames clínicos e radiográficos nos períodos pré-operatório, pós-operatório imediato e aos 30 e 60 dias posteriores ao procedimento cirúrgico. Nos exames radiográficos foram observadas características de consolidação óssea, incluindo a presença ou ausência de reação periostal, ponte cortical, linha de fratura e formação de calo ósseo. O teste estatístico não paramétrico bilateral de Mann-Whitney foi empregado para a análise dos resultados dos achados radiográficos constatados nos animais dos grupos controle e tratado, não tendo sido verificadas diferenças significativas entre eles. Apesar da ausência de comprovação estatística, a maioria das fraturas tratadas com estimulação ultra-sônica demonstrou sinais clínicos e radiográficos de evolução favorável ao processo de consolidação óssea. Conforme os resultados observados neste estudo, o ultra-som pulsado de baixa intensidade pode ser indicado como tratamento adjuvante de fraturas recentes de ossos longos (rádio e ulna, fêmur, tíbia e fíbula), em animais da espécie canina.
Título em inglês
Low-intensity ultrasound effects on the healing of long bone fractures (radius and ulna, femur, tibia and fibula) in dogs (Canis familiaris)
Palavras-chave em inglês
bone healing
dogs
fractures
ultrasound therapy
Resumo em inglês
This research had the purpose of investigating the clinical effects of low-intensity ultrasound on the healing of long bone fractures (radius and ulna, femur, tibia and fibula) in dogs. Twenty-nine dogs of different breeds were included in this study, being 17 females and 12 males, with ages ranging from six to 72 months, and weight from 2.3 to 43 kg. These animals presented a clinical history of recent long bone fractures (radius and ulna, femur, tibia and fibula), and underwent osteosynthesis procedures (intramedullary pins, external skeletal fixation or the association of both). All of the animals originated from three different veterinary hospitals. One of the dogs presented bilateral tibial fracture, encompassing a total of 30 fractures in such group. The animals were divided into three groups, according to the fracture site: GI; (radius and ulna), GII (femur), and GIII (tibia and fibula). The treatment with pulsed low-intensity ultrasound (30 mW/cm2 , for 20 minutes, for 21 consecutive days) was performed on 12 dogs, using 17 animals as a control group. All patients were evaluated through physical and radiographic examination before surgery, immediately on the postoperative, and after 30 and 60 days from the osteosynthesis. Postoperative and follow-up radiographs were examined for periosteal reaction, cortical bridging, fracture line and callus. The non-parametric bilateral Mann-Whitney Test was used to investigate the radiographic findings in the group undergoing treatment and in the control group. There were no significant statistical differences between them. In spite of these statistical results, most of the fractures treated with pulsed low-intensity ultrasound showed clinical and radiographic signs of bone healing in progress. According to these results, pulsed low-intensity ultrasound can be indicated as an adjunctive treatment for recent long bone fractures (radius and ulna, femur, tibia and fibula) in dogs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
valerialima.pdf (990.40 Kbytes)
Data de Publicação
2004-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.